Sie sind auf Seite 1von 2

Direitos Humanos

Opinião Critica

Segundo literatura da história dos Direitos Humanos esta deveu-se à Declaração da


Independência dos Estados Unidos em 1776 e à Declaração dos Direitos do Homem e
do Cidadão em 1789 e ambas firmaram a universalidade destes direitos, momentos
marcantes na história da humanidade que revolucionaram a perspetiva de vida do
individuo.

Contudo, com uma política de vida moderna toda esta perspetiva foi adquirindo
obstáculos nos direitos fundamentais humanitários e os momentos mais evidentes que a
história ditou, foi o movimento cruel com o nazismo da 2ª Guerra Mundial.

Criou-se um movimento de indivíduos em campos de concentração desenvolvendo uma


tragédia de crise identitária despedido de qualquer direito humanitário em massa,
provocando uma cena política de homens e mulheres sem qualquer tipo de direito, sem
igualdade humana.

Assistimos hoje a um totalitarismo político que distingue os direitos humanos na


construção de um espaço político internacional. Cada vez mais assistimos a uma
redução dos direitos humanos com a implementação de políticas dos respetivos países.

A ideia de criação de um órgão soberano internacional tem tendência a que a exposição


dos direitos humanos fique mais exposto na sua homogeneidade nacional, ou seja, a
criação de um órgão regulador à escala da globalização mundial é extremamente
perigoso. As regras e as leis advindas desta consolidação estatal mundial seria o fim da
democracia e da liberdade na sua totalidade.

A conceção de uma base igualitária mundial seria a rutura dos direitos humanos. A
legitimação dos fundamentos nacionais constitui uma ideologia e um discurso soberano
com direitos e liberdades próprias, amenizando dor e sofrimento sobre cada Estado. Tal
como é referido no texto “... aqueles detentores da ideologia podem manipular à
vontade todos os que apoiem as suas causas”.

1
Data: 04.04.2011
No meu entender, os direitos humanos apoiados por organismos mundiais, tal como a
ONU munidos de estatutos e ideologias, deveriam manter um conjunto social de direitos
humanos que oferecem o direito a que o individuo tenha direito a uma democracia
liberal com a estrutura do Estado no qual se insere e não numa fixação de regras
ideológicas económicas, politicas, culturais que podem trazer “dor e sofrimento que
podem acabar com os mesmos”.

2
Data: 04.04.2011