Sie sind auf Seite 1von 4

CONTRATO DE ARRENDAMENTO HABITACIONAL POR PERÍODO LIMITADO

ENTRE:----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A- Por uma parte e como Senhorios os EXMOS. SENHORES JOSÉ GONÇALVES
PEREIRA e mulher OLINDA LUISA FERREIRA CARDOSO PEREIRA, casados,
residentes na Avenida Dr. Fernando Melo, habitação 213, no município de Valongo,
Contribuintes, respectivamente, nº 148893384 e nº 148893350, portadores do Bilhete de
Identidade nº 8718817-1 emitido em Lisboa a 29/09/200 e nº 578924-8 emitido em Lisboa
a 09/06/2006 , com naturalidade em Valongo e naturalidade em Fânzeres, respectivamente,
abaixo designados como Primeiros Outorgantes / Senhorios;
B- Por outra parte e como Segunda Contraente Exma. Senhora Angelita Semedo Moreira, de
Nacionalidade Cabo-verdiana, portadora do passaporte número J268560, com visto
P02970191, designada como Segunda Outorgante/ Inquilina. -------------------------------------
C- É na presente data, livremente e de boa fé, ajustado, aceite e firmado o presente Contrato de
Arrendamento Habitacional por Período Limitado, no respeito de todas e de cada uma das
seguintes cláusulas, prescindindo as partes de reconhecimento notarial:--------------------
PRIMEIRA
CLÁUSULA:----------------------------------------------------------------------------------------------
São os Primeiros Outorgantes os únicos e exclusivos donos e proprietários da casa, correspondente
a uma habitação no primeiro andar e águas furtadas tipo T3, sito na Rua Cimo da Costa, 60 da
freguesia de Fânzeres, no município de Gondomar, descrito na Conservatória do Registo Predial de
Gondomar sob o nº 02098 inscrita na matriz urbana sob o nº
5010.------------------------------------------
SEGUNDA
CLÁUSULA:-----------------------------------------------------------------------------------------------
Pelo presente Contrato o Primeiro Outorgante dá de arrendamento à Segunda, que por sua vez
aceita, a atrás referida fracção habitacional, com início no dia 1 de Novembro do corrente ano de
2010, e terá o seu termo no dia 31 de Agosto de 2011, sendo as suas prorrogações de um ano, no
caso de não ser denunciado no seu termo. ----------------------------------------------------------------------
TERCEIRA CLÁUSULA:
---------------------------------------------------------------------------------------------
• A renda mensal é de 120 euros
---------------------------------------------------------------------------
• b) A renda dos anos subsequentes será aquela que resultar da actualização legal.
--------------
• c) A renda será paga pela Segunda ao Primeiro Outorgante no primeiro dia útil do mês
anterior àquele a que respeitar.
----------------------------------------------------------------------------
QUARTA CLÁUSULA: -------------------------------------------------------------------------------------------
O destino do arrendado é exclusivamente o de habitação, não lhe podendo ser dado outro fim ou
uso, sob pena de resolução contratual.
-----------------------------------------------------------------------------
QUINTA CLÁUSULA:
-------------------------------------------------------------------------------------------------
O Inquilino deve fazer um uso prudente do arrendado, ficando a seu cargo todas as obras de
beneficiação e as de manutenção do bom estado de funcionamento das instalações da rede de
distribuição de água, electricidade e esgotos ou saneamento, que sirvam o arrendado.
------------------
SEXTA CLÁUSULA:
---------------------------------------------------------------------------------------------------
O Inquilino não pode sublocar ou ceder, no todo ou em parte, onerosa ou gratuitamente, sem
consentimento expresso e por escrito do Senhorio, bem como não pode realizar quaisquer obras que
não sejam previamente autorizadas por escrito pelo Senhorio e devidamente licenciadas que,
quando de beneficiação ou quando consideradas benfeitorias, ficam a fazer parte integrante do
arrendado, sem direito a retenção ou indemnização seja a que título for. ----------------------------------
SÉTIMA CLÁUSULA::
-------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Inquilino obriga-se, também, sob pena de indemnização a: ---------------------------------------------
• Conservar em bom estado, como actualmente se encontram, as canalizações de água,
esgotos, todas as instalações sanitárias e de luz e respectivos acessórios, pagando à sua
custa as reparações relativas a danificações; ----------------------------------------------------------
• b) Manter em bom estado as paredes, soalho e vidros.
-----------------------------------------------
OITAVA CLÁUSULA:
-------------------------------------------------------------------------------------------------
O Inquilino partilhará a habitação com outros estudantes, inscritos na Escola Profissional de
Gondomar, de ambos os sexos, e com idades compreendidas entre os 16 e 21 anos, tendo que
partilhar o seu quarto e restantes áreas comuns da habitação. A disposição dos elementos por quarto
será responsabilidade dos inquilinos na habitação, com a ressalva que existirão quartos e casas de
banho diferenciados para elementos do sexo masculino e para elementos do sexo feminino.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
NONA
CLÁUSULA------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Senhorio obriga-se ao pagamento da água municipalizada, até ao valor máximo de 30 euros
mensais; assim como de gás natural, até ao valor de 30 euros mensais, e luz eléctrica, até ao valor
máximo de 40 euros mensais, consumidos para os uso doméstico pelos inquilinos. O excedente
deste valor terá que ser reposto pelos inquilinos no prazo de um mês a datar do pagamento da
respectiva factura.
------------------------------------------------------------------------------------------------------
DÉCIMA
CLÁUSULA--------------------------------------------------------------------------------------------------
O Senhorio mediante aviso oral prévio poderá visitar as instalações para verificar o estado das
mesmas, proceder a eventuais reparações e conferir o bom cumprimento das cláusulas do presente
contrato.---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
----
DÉCIMA PRIMEIRA
CLÁUSULA----------------------------------------------------------------------------------
Na eventualidade do senhorio vender a referida habitação poderá unilateralmente rescindir o

presente contrato de arrendamento mediante aviso prévio de 60 dias.

--------------------------------------

O presente Contrato, que é feito em dois exemplares, depois de lido e achado conforme a vontade

dos Outorgantes, vai por eles ser assinado e rubricado.

--------------------------------------------------------

Gondomar, 1 de Novembro de 2010

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-----

O PRIMEIRO

OUTORGANTE:--------------------------------------------------------------------------------------

______________________________________________________________________________

A SEGUNDA

OUTORGANTE:---------------------------------------------------------------------------------------
______________________________________________________________________________