Sie sind auf Seite 1von 46

Balanço Térmico Difusor

Moagem TCH 300 Difusor 7200 TCD Temperatura Operação 85 º C


Fibra % 15 1 Entalpia V1 525.9 Kcal/KG
Água Embebição % 250 112.5
Leite de Cal % 1 3.0
% Ton % Tons
Cana TCH 300 Bagaço Úmido 335.8
Fibra % 15 45 Umidade 86 288.8
Pol % 13.5 40.5 12.5 Fibra 13.4 45
Pureza % 85 Brix 0.6 2.0
Brix % 20.0 60.00

Temperaturas ºC
Cana 25 90 ºC Difusor
Água Embebição 85
Caldo Fraco 45
Caldo Aquecedor 90 Tm 66.9 ºC
Leite de Cal 25 80o C 90o C
19.7 T/h Caldo Fraco 238.4
Consumo Vapor
99.9 kgv/TCH 75 ºC
Vapor V1 (t/h) 10.3 T/h
30.0
Caldo Misto 318.1
Brix 18.3 %
Moenda Desaguadora
Abertura de Saída ou Abertura de Entrada
Diâmetro da Camisa 1050 mm 9,5*TCH*f Pêso Específico Bag. Úmido 750 Kg/m3
Altura do Friso 60 mm %Cana Volume na Entrada Desag. 447.8 m3/h
Abertura Saída =
Diâmetro Médio 990 mm ----------------------- Ângulo de Pega 60
Rotação 5 RPM Vp*L*F%Bag. Veloc. Bag. Donelly 7.78 m/min
Largura Rolo 2286 mm Abertura Donelly 420 mm
Peso Específico Bag. 1.52 t/m3 Abretura Saída 57.54 Abertura Entrada -75.2 mm
Peso Específico Caldo Fraco 1.01 t/m 3

Peso Específico Bag. Saída 1.09 t/m3 Relação Entrada/Saída -1.29


Volume Saída Desagu. 198.23 m3
Reabsorção 1.6
Volume Descrito 123.89376m3
Veloc. Periférica 15.55 m/min
Abertura Saída 58.1 mm
80 A 90º C
P = 1kgf/cm2 e T =119º C 525.9 Kcal/KG VV1
P = 1,5kgf/cm2 e T =126,9º C 521.1 Kcal/KG escape

% Tons
Bagaço Prédesag. 215.3
Umidade 78 167.9
Fibra 20.9 45
Brix 1.1 2.4

% Tons
Bagaço Caldeira 97.4
Tanque
Umidade 52 50.65
Caldo Fraco Brix 1.8 1.75
117.9 Fibra 46.2 45
120.5

Açúcar(%) 67 213.1252597
Álcool(%) 33 104.9721429

a a
a
a
a
a
a

Entrada
ART%Mel 76 % Caldo_TC 318,097
Cana 195 ART_RE_Açúc 52
ART%cana(pol) 15 % ART_Fab 62
Fibra 15 % ART_Mel 9
Emebição%Fibra 250 %
Produção Açúcar(kg/h) 1 sacos/dia Caldo_TCFa 17
Eficiência Pátio 99.5 Caldo_TCFE 318,080
Eficiência Difusor 95.6 % CaldoC_FE 324,442
Eficiência Tratamento do Caldo 99.5 % Mel_FE 1
Eficiência Fermentação 85 % Mosto_FE 324,442
Eficiência Destilaria 99 % ART_DE 41,366
Eficiência Fábrica de Açúcar 0% Álcool_DE_R 26,785
Recuperado Fábrica(SJM) 85 % Álcool Prod. 642,834
Consumo Vapor Destilaria 3.5 kgv/lah

73 Água Embebição

Fábrica de açúcar
17
195,000 195 318,097Tratamento
Preparo Difusor do caldo 1
Mel final
318,080
Fermentação
Bagaço
97,403
kg/h 18.3 ºBx Caldo Misto
T/dia
T/dia
T/dia
Brix(ºBx) Taxa de Cozimento
kg/h 18.3 ºBx Caldo Misto Massa A 60 kg/m2/h
kg/h 18.3 ºBx Caldo Misto Massa B 50 kg/m2/h
kg/h 18.0 ºBx Caldo Clarif.
kg/h 80 ºBx Mel final
kg/h 18.0 ºBx Mosto
kg/h - ºBx Caldo Pré-Evaporado
kg/h 65 ºBx Xarope
litros/dia

ca de açúcar
sacarose 1 sacos/dia

nal
41,366 álcool
rmentação 642,834 litros/dia137.357682 litros/tc
Destilação
Cal 318
381,696
Caldo misto 60 89 98
318,080
18.3 % 304.70 159.16 m2

Lodo
57,254
Água
15,879
Bagacilho
Caldo Filtrado 2,227
63,616
Área
159 m2

Torta de Filtro(3% / pol1%)


11,833
382 m3

Caldo Clarificado
324,442
95ºC
18.0 %
Dados do processo XXX
Moagem da usina TCD 7,200
Moagem Horária TCH 300.00
Vazão de caldo m(tot) 381.70
Temperatura do caldo te 60.00
Temperatura final de aquecimento ts 89.00
Temperatura média do caldo tm 74.50
Brix do caldo B 18.31
Pressão do vapor Pv 2.00
Temperatura do vapor Tv 119.39
Margem de temperatura Tv-ts 30.39
Calculos do Aquecedor
Quantidade de baterias de aquecimento Nb 1
Densidade do caldo d 1,049
Vazão de caldo por bateria q 0.101
Velocidade do caldo através dos tubos do aquecedor V 1.80
Determinação da área de passagem de caldo por passe do aquecedor Ap 0.0561
Determinação do número de tubos por passe do aquecedor NTP 66.43
Comprimento do tubo (fabricante) L 3920.00
Diametro externo do tubo (fabricante) Ft 38.10
Espessura da parede do tubo (fabricante) et 2.65
Diametro interno do tubo (fabricante) Fi 32.80
Área da secção transversal do tubo At 0.000845
Escolha do módulo de aquecimento
Superfície do aquecedor escolhido (fabricante) Sf 300
Número de passes Np 8
Número de tubos por passe NTPf 95
Correção da velocidade do caldo em função do módulo de aquecimento escolhido
Area de passagem real Apr 0.0803
Velocidade real Vr 1.26
Cálculo do coeficiente global de transferencia de calor K 747.20
Calculo da quantidade de calor a ser transferida ao caldo Q 9,853,067
Calor específico do caldo c 0.8901341172
Determinação da superficie total de aquecimento ST 304.70
Diferença de temperatura média logarítimica DTm 43.28
Diferença de temperatura média aritmética ( só para comparação ) Dtma 44.89
Determinação do número de módulos da bateria de aquecedores (com 1 reserva por bateria) N.º Aquec 2.02
Consumo de vapor nos aquecedores Qv 19,765
Calor latente do vapor Lv 523.43
Cálculo da perda de carga em cada aquecedor DP 4.75
entradas
TC/24h
TCH
t/h
ºC
ºC
ºC
%
kgf/cm² abs
ºC
ºC

kg/m³
m³/s
m/s

mm
mm
mm
mm



m/s
kcal/m²/h/ºC
kcal/h
kcal/kg/ºC

ºC
ºC

kg/h
kcal/kg
m.c.a
Dados do processo XXX
Moagem da usina TCD 7,200
Moagem Horária TCH 300.00
Vazão de caldo m(tot) 381.70
Temperatura do caldo te 89.00
Temperatura final de aquecimento ts 98.00
Temperatura média do caldo tm 93.50
Brix do caldo B 18.31
Pressão do vapor Pv 2.00
Temperatura do vapor Tv 119.39
Margem de temperatura Tv-ts 21.39
Calculos do Aquecedor
Quantidade de baterias de aquecimento Nb 1
Densidade do caldo d 1,031
Vazão de caldo por bateria q 0.103
Velocidade do caldo através dos tubos do aquecedor V 1.80
Determinação da área de passagem de caldo por passe do aquecedor Ap 0.0571
Determinação do número de tubos por passe do aquecedor NTP 67.60
Comprimento do tubo (fabricante) L 3920.00
Diametro externo do tubo (fabricante) Ft 38.10
Espessura da parede do tubo (fabricante) et 2.65
Diametro interno do tubo (fabricante) Fi 32.80
Área da secção transversal do tubo At 0.000845
Escolha do módulo de aquecimento
Superfície do aquecedor escolhido (fabricante) Sf 300
Número de passes Np 8
Número de tubos por passe NTPf 95
Correção da velocidade do caldo em função do módulo de aquecimento escolhido
Area de passagem real Apr 0.0803
Velocidade real Vr 1.28
Cálculo do coeficiente global de transferencia de calor K 749.83
Calculo da quantidade de calor a ser transferida ao caldo Q 3,057,848
Calor específico do caldo c 0.8901341172
Determinação da superficie total de aquecimento ST 159.16
Diferença de temperatura média logarítimica DTm 25.62
Diferença de temperatura média aritmética ( só para comparação ) Dtma 25.89
Determinação do número de módulos da bateria de aquecedores (com 1 reserva por bateria) N.º Aquec 1.53
Consumo de vapor nos aquecedores Qv 6,134
Calor latente do vapor Lv 523.43
Cálculo da perda de carga em cada aquecedor DP 4.92
entradas
TC/24h
TCH
t/h
ºC
ºC
ºC
%
kgf/cm² abs
ºC
ºC

kg/m³
m³/s
m/s

mm
mm
mm
mm



m/s
kcal/m²/h/ºC
kcal/h
kcal/kg/ºC

ºC
ºC

kg/h
kcal/kg
m.c.a
ART_DE
Mosto 41,366
álcool
130 Fermentação Destilação 26,785
22.0 ºBx

Pré-Fermentação Vapor de escape


35 93,747
Mosto 4.5 ºGl
130
22.0 ºBx
21 ART

Vinho
173
ºGl
0 Cal
21
Caldo misto 70 93 105
17
18.3 % 0.02 0.02 m2

0 SO2
250 gSO2/Kg

Água
1
Bagacilho
Caldo Filtrado 0
3
Área
0 m2

Torta de Filtro(4% / pol1%)


1
0 m3
18.0 %Brix
Caldo Clarificado
17
Lodo 95ºC
3
Dados do processo XXX
Moagem da usina TCD 7,200
Moagem Horária TCH 300.00
Vazão de caldo m(tot) 0.02
Temperatura do caldo te 70.00
Temperatura final de aquecimento ts 93.00
Temperatura média do caldo tm 81.50
Brix do caldo B 18.31
Pressão do vapor Pv 2.00
Temperatura do vapor Tv 119.39
Margem de temperatura Tv-ts 26.39
Calculos do Aquecedor
Quantidade de baterias de aquecimento Nb 1
Densidade do caldo d 1,044
Vazão de caldo por bateria q 0.000
Velocidade do caldo através dos tubos do aquecedor V 1.80
Determinação da área de passagem de caldo por passe do aquecedor Ap 0.0000
Determinação do número de tubos por passe do aquecedor NTP 0.00
Comprimento do tubo (fabricante) L 3920.00
Diametro externo do tubo (fabricante) Ft 38.10
Espessura da parede do tubo (fabricante) et 2.65
Diametro interno do tubo (fabricante) Fi 32.80
Área da secção transversal do tubo At 0.000845
Escolha do módulo de aquecimento
Superfície do aquecedor escolhido (fabricante) Sf 300
Número de passes Np 6
Número de tubos por passe NTPf 127
Correção da velocidade do caldo em função do módulo de aquecimento escolhido
Area de passagem real Apr 0.1073
Velocidade real Vr 0.00
Cálculo do coeficiente global de transferencia de calor K 596.93
Calculo da quantidade de calor a ser transferida ao caldo Q 420
Calor específico do caldo c 0.8901341172
Determinação da superficie total de aquecimento ST 0.02
Diferença de temperatura média logarítimica DTm 36.69
Diferença de temperatura média aritmética ( só para comparação ) Dtma 37.89
Determinação do número de módulos da bateria de aquecedores (com 1 reserva por bateria) N.º Aquec 1.00
Consumo de vapor nos aquecedores Qv 1
Calor latente do vapor Lv 523.43
Cálculo da perda de carga em cada aquecedor DP 0.00
entradas
TC/24h
TCH
t/h
ºC
ºC
ºC
%
kgf/cm² abs
ºC
ºC

kg/m³
m³/s
m/s

mm
mm
mm
mm



m/s
kcal/m²/h/ºC
kcal/h
kcal/kg/ºC

ºC
ºC

kg/h
kcal/kg
m.c.a
Dados do processo XXX
Moagem da usina TCD 7,200
Moagem Horária TCH 300.00
Vazão de caldo m(tot) 0.02
Temperatura do caldo te 93.00
Temperatura final de aquecimento ts 105.00
Temperatura média do caldo tm 99.00
Brix do caldo B 18.31
Pressão do vapor Pv 2.00
Temperatura do vapor Tv 119.39
Margem de temperatura Tv-ts 14.39
Calculos do Aquecedor
Quantidade de baterias de aquecimento Nb 1
Densidade do caldo d 1,024
Vazão de caldo por bateria q 0.000
Velocidade do caldo através dos tubos do aquecedor V 1.80
Determinação da área de passagem de caldo por passe do aquecedor Ap 0.0000
Determinação do número de tubos por passe do aquecedor NTP 0.00
Comprimento do tubo (fabricante) L 3920.00
Diametro externo do tubo (fabricante) Ft 38.10
Espessura da parede do tubo (fabricante) et 2.65
Diametro interno do tubo (fabricante) Fi 32.80
Área da secção transversal do tubo At 0.000845
Escolha do módulo de aquecimento
Superfície do aquecedor escolhido (fabricante) Sf 300
Número de passes Np 6
Número de tubos por passe NTPf 127
Correção da velocidade do caldo em função do módulo de aquecimento escolhido
Area de passagem real Apr 0.1073
Velocidade real Vr 0.00
Cálculo do coeficiente global de transferencia de calor K 596.93
Calculo da quantidade de calor a ser transferida ao caldo Q 219
Calor específico do caldo c 0.8901341172
Determinação da superficie total de aquecimento ST 0.02
Diferença de temperatura média logarítimica DTm 19.78
Diferença de temperatura média aritmética ( só para comparação ) Dtma 20.39
Determinação do número de módulos da bateria de aquecedores (com 1 reserva por bateria) N.º Aquec 1.00
Consumo de vapor nos aquecedores Qv 0
Calor latente do vapor Lv 523.43
Cálculo da perda de carga em cada aquecedor DP 0.00
entradas
TC/24h
TCH
t/h
ºC
ºC
ºC
%
kgf/cm² abs
ºC
ºC

kg/m³
m³/s
m/s

mm
mm
mm
mm



m/s
kcal/m²/h/ºC
kcal/h
kcal/kg/ºC

ºC
ºC

kg/h
kcal/kg
m.c.a
Sangria VV1
Difusor 29,981 kg/h
Destilaria 93,747 kg/h
2ºAquecimento Álcool 1 kg/h
2ºAquecimento Açúcar 0 kg/h

TOTAL das Sangrias 123,729 kg/h

300
24

110,845 kg/h 12.5


35

1º EFEITO
Pré- Evaporadores
8,000 m2
4,105
EVAPORA
13

ESCAPE
114,274 kg/h

Caldo Clarificado
17 kg/h
18.0 ºBx
115 ºC

17 kg/h
95 ºC

-110,828 kg/h
0.00 ºBx

Condensado
VAZÃO DE CALDO CLARIFICADO 17 kg/h
1 BRIX DO CALDO CLARIFICADO 18.0 Bx
o

BRIX PROJETADO PARA O XAROPE 65 Bx


o

PRESSÃO DO VAPOR DE ESCAPE 1.50 kgf/cm2


SUPERFICIE DE AQUECIMENTO DO PRÉ-EVAPORADOR 8,000 m2
SUPERFICIE DE AQUECIMENTO DA 1a CAIXA 4,000 m2
SUPERFICIE DE AQUECIMENTO DA 2a CAIXA 1,500 m2
SUPERFICIE DE AQUECIMENTO DA 3a CAIXA 1,500 m2
SUPERFICIE DE AQUECIMENTO DA 4a CAIXA 1,500 m2
BALANÇO EVAPORAÇÃO 5 EFEITOS
Sangria VV2 Sangria VV3
Cozimento Massa A 0 kg/h kg/h
Cozimento Massa B 0 kg/h kg/h
1ºAquecimento Álcool 19,765 kg/h kg/h
1ºAquecimento Açúcar 1

TOTAL das Sangrias 19766 kg/h TOTAL das Sangrias 0 kg/h

-12,884 kg/h -32,650


-32,650 kg/h

2º EFEITO 3º EFEITO 4º EFEITO


4,000 m 2
1,500 m 2
1,500
-515 -1,420 -1,555

-97,944 kg/h -65,295 kg/h


0.00 ºBx 0.00 ºBx

TAXA DE EVAPORAÇÃO REAIS


PRÉ-EVAPORADORES 13.9 kgV/m2
1a CAIXA DE EVAPORAÇÃO -3.2 kgV/m2
2a CAIXA DE EVAPORAÇÃO -21.8 kgV/m2
3a CAIXA DE EVAPORAÇÃO -21.8 kgV/m2
4a CAIXA DE EVAPORAÇÃO -21.8 kgV/m2

TAXA DE EVAPORAÇÃO IDEAL


1º EFEITO DE EVAPORAÇÃO 27.0 kgV/m2
2º EFEITO DE EVAPORAÇÃO 25.0 kgV/m2
3º EFEITO DE EVAPORAÇÃO 23.0 kgV/m2
4º EFEITO DE EVAPORAÇÃO 21.0 kgV/m²
5º EFEITO DE EVAPORAÇÃO 21.0 kgV/m²
MULTIJATO

kg/h -32,650 kg/h

Vapor Agua Fria

4º EFEITO 5º EFEITO
m 2
1,500 m2
-1,555

Agua Quente

XAROPE
5 kg/h
65 °Bx

-32,645 kg/h
-0.01 ºBx

CÁLCULO EVAPORAÇÃO 5 EFEITOS

CLIENTE: BEVAP - BIOENERGÉTICA VALE DO PARACATU


PROJETO: 2ªFASE FÁBRICA DE AÇÚCAR 20.000 SACOS/DIA
Revisão: 4
Elaborado:Eng.Gustavo Leda Minetto Data: 3/24/2010
Vapor VV1 0

Xarope açúcar
0
5
65 ºBx mel 1
80 ºBx

nºCozedores A 3 nºCozedores B 2
Volume 0 hl Condensadores Volume 0 hl
Baromértricos
Água

Vapor VV1 0 0
0 0

Cozedores
a Vácuo A B Elevador

5
65 ºBx

A B
Centrífuga
Cristalizadores
Contínua

Centrífuga
Batelada Transp. de Magma

Mel Rico
Elevador
Secador

1 sacos/dia

Açúcar
Comericial

0.11
Vapor Escape
Vapor de Escape
121,856

Pré-Evaporação Açúcar Aquecedor Caldo Clarificado Secador de Açúcar


114,274 1 0
Perda 4%

2ºEfeito Evaporador Difusor 2ºAquecimento de Caldo


-12,884 29,981 1

3ºEfeito Evaporador 1ºAquecimento de Caldo Cozedor Massa A


-32,650 19,766 0

4ºEfeito Evaporador
-32,650

5ºEfeito Evaporador
-32,650
or de Açúcar Desaerador
0 7,581

mento de Caldo Destilaria


1 93,747

dor Massa A Cozedor Massa B


0 0
Vapor de Escape P:2,5 kgf/cm2 T:127ºC
Vapor Vegetal 1 P:2,0 kgf/cm2 T:121ºC
Vapor Vegetal 2 P:1,6 kgf/cm2 T:113ºC
Vapor Vegetal 3 P:0,6 kgf/cm2 T:103ºC
Vapor Vegetal 4 P:0,2 kgf/cm2 T:89ºC

DIAGRAMA DE VAPOR

CLIENTE: BEVAP - BIOENERGÉTICA VALE DO PARACATU


PROJETO: 2ªFASE FÁBRICA DE AÇÚCAR 20.000 SACOS/DIA
Revisão: 4
Elaborado:Eng.Gustavo Leda Minetto Data: 3/24/2010
USINA BEVAP MOAGEM 3.000.000 TCS
BALANÇO DE COGERAÇÃO DE ENERGIA
Vapor Direto 0 0 155,520
Rebaixamento de Vapor
necessidade 155,520 -33,664
capacidade Capacidade
44,480

c.esp. 3.52 c.esp. 5.76 c.esp. 5.76 Válvula Condicionadora


0.00 MW(*) 0 MW 27 MW 60,928
0 30 MW 10.58 25 MW 10.58 25 MW

MWh MW/ano MW/ano

Condensado Vapor de Escape

(*)Nota: Nesse caso irá cogerar apenas 30MW em condensação,


visto que a turbina de condensação foi dimensionada para uma 121,856
vazão máxima de vapor de 105,6t/h
Tipo de Vapor Pabs(bar) Pabs(kPa) Pabs(atm) T(º C ) h(kj/kgK) h(Kcal/KgK)
Vapor Direto 67 6700 66.1 510
Vapor de Escape 1.5 150 1.5 127 2716.9 527.6
Vapor V1 1 100 1.0 121 2706.6 525.6
Vapor V2 1.6 160 1.6 113 2697 523.7
Vapor V3 1.1 110 1.1 103 2680.4 520.5
Vapor V4 0.6 60 0.6 89 2654.5 515.4
Vapor V5 0.2 20 0.2 60 2609.4 506.7