Sie sind auf Seite 1von 2

ATIVIDADE EXTRA –PRODUÇÃO TEXTUAL 7º ANO / PROFESSORA CLÁUDIA OLIVEIRA

INTERTEXTUALIDADE (PARA O QUADRO)

1º) Estão, entre os principais tipos de intertextualidade:

a) Paráfrase, paradoxo, antítese e anacoluto.


b) Citação, zeugma, elipse e onomatopeia.
c) Citação, paráfrase, paródia e epígrafe.
d) Paráfrase, paródia, hipertexto e intertexto.
e) Citação, epígrafe, hipérbato e inferência.

2º) Sobre os tipos de intertextualidade estão corretas as seguintes proposições:

I. A paródia não pode ser considerada como um tipo de intertextualidade por se tratar de uma releitura cômica,
geralmente envolvida por um caráter humorístico e irônico que altera o sentido original, criando, assim, um novo.

II. O termo “paráfrase” vem do grego (paraphrasis) e significa a “reprodução de uma sentença”. Diferente da
paródia, ela faz referência a um ou mais textos sem que a ideia original seja alterada.

III. Muitas vezes, a paródia e a paráfrase são consideradas termos sinônimos, no entanto, cada uma apresenta sua
singularidade. Ambas são recursos utilizados na literatura, artes, música, cinema, escultura, entre outros.

IV. O termo “epígrafe” vem do grego “epi = posição superior”; “graphé = escrita”. Esse tipo de intertextualidade
ocorre quando um autor recorre a algum trecho de um texto já existente para introduzir o seu texto. É um trecho
introdutório para outro que venha a ser produzido.

V. Na citação, o texto original é retomado, de forma que seu sentido passa a ser alterado. Normalmente, a paródia
apresenta um tom crítico, muitas vezes, marcado por ironia.

a) I e III.
b) II, III e IV.
c) I e V.
d) III, IV e V.
e) Apenas IV está correta.

Questão 3

TEXTO A

Canção do exílio
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.
Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas tem mais flores,
Nossos bosques tem mais vida,
Nossa vida mais amores.
[...]
Minha terra tem palmeiras
Onde canta o Sabiá.
Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras
Onde canta o Sabiá.
DIAS, G. Poesia e prosa completas. Rio de Janeiro: Aguilar, 1998.

TEXTO B

Canto de regresso à Pátria


Minha terra tem palmares
Onde gorjeia o mar
Os passarinhos daqui
Não cantam como os de lá
Minha terra tem mais rosas
E quase tem mais amores
Minha terra tem mais ouro
Minha terra tem mais terra
Ouro terra amor e rosas
Eu quero tudo de lá
Não permita
Deus que eu morra
Sem que volte para lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte pra São Paulo
Sem que eu veja a rua 15
E o progresso de São Paulo.
ANDRADE, O. Cadernos de poesia do aluno Oswald. São Paulo: Cfrculo do Livro. s/d.

Os textos A e B, escritos em contextos históricos e culturais diversos, enfocam o mesmo motivo poético: a paisagem
brasileira entrevista a distância. Analisando-os, conclui-se que:

a) o ufanismo, atitude de quem se orgulha excessivamente do país em que nasceu, é o tom de que se revestem os
dois textos.
b) exaltação da natureza é a principal característica do texto B, que valoriza a paisagem tropical realçada no texto A.
c) o texto B aborda o tema da nação, como o texto A, mas sem perder a visão crítica da realidade brasileira.
d) o texto B, em oposição ao texto A, revela distanciamento geográfico do poeta em relação à pátria.
e) ambos os textos apresentam ironicamente a paisagem brasileira.

RESPOSTA

Resposta Questão 1
Alternativa “c”. A intertextualidade, ou seja, o diálogo que se estabelece entre dois ou mais textos, pode manifestar-se por
meio da citação, da paráfrase, da paródia e da epígrafe, seus principais tipos.

Resposta Questão 2
Alternativa “b”. O termo “paródia”, derivado do grego parodès, significa “canto ou poesia semelhante à outra”. Trata-se de
uma releitura cômica, geralmente envolvida por um caráter humorístico e irônico que altera o sentido original, criando,
assim, um novo. É, portanto, um tipo de intertextualidade. Na citação, há uma transcrição de um texto ao longo de outro,
marcada normalmente pelo uso de aspas.

Resposta Questão 3
Alternativa “c”. Apesar da abordagem de um mesmo tema, o texto B revisita de forma crítica o texto A, estabelecendo-se
uma relação intertextual, no caso, uma paródia.