Sie sind auf Seite 1von 14

EMPREENDEDOR PAULISTANO

GUIA RÁPIDO DO USUÁRIO

PROCESSO DE ABERTURA E
LICENCIAMENTO DE EMPRESAS
NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO
INTRODUÇÃO
Este Guia Rápido tem como objetivo auxiliar o Aliadas a esse objetivo, as atividades
empreendedor paulistano no preenchimento econômicas no município passam a ser
das etapas para a abertura de empresas no divididas de acordo com o risco que geram,
munícipio, como parte do novo programa em duas categorias:
Empreenda Fácil.
• Baixo risco: atividades com
O grande foco é a desburocratização do baixo potencial de riscos em que o
processo, com a redução do tempo empreendedor responsabiliza-se pelas
de abertura de empresas. Para isso, o informações fornecidas, de forma
empreendedor passa por cinco etapas em autodeclaratória. O poder público
plataformas que ligam os sistemas federais, mantém seu papel de fiscalização,
estaduais e municipais, e que se conectam depois da emissão da licença;
através de números de protocolos. Além
destas, há algumas atividades econômicas que • Alto risco: atividades geradoras de
necessitam de licenças emitidas por órgãos riscos que precisam ser avaliadas pelo
estaduais e devem seguir os trâmites dos poder público antes da emissão da
mesmos. licença. Estas passarão pelos trâmites

O novo processo de abertura e licenciamento de empresas, que nesta primeira


etapa, contempla as empresas consideradas de baixo risco, segue as seguintes etapas:

1. Análise de Viabilidade: tem como objetivo consultar se no local pretendido é


permitido exercer a atividade desejada;

2. Inscrição na Receita Federal: visa ao detalhamento das informações do objeto


social da empresa e quadro societário no âmbito nacional;

3. Registro na Junta Comercial: visa ao detalhamento das informações do objeto social


da empresa e quadro societário na esfera estadual;

4. Registro de Município: objetiva desbloquear o Cadastro de Contribuintes Mobiliários


(CCM), possibilitando o registro da empresa na esfera municipal;

5. Licenciamento: garante o detalhamento das informações preenchidas para obtenção


de licenças específicas do município.
2
1. Análise de 2. Inscrição na 3. Registro na
Viabilidade Receita Federal Junta Comercial
Plataforma: RLE (Sistema de Plataforma: Coleta Online. Plataforma: VRE (Via Rápida
Registro e Licenciamento de Empresa).
Requisitos necessários:
Empresas). Protocolo REDESIM (resultado da
Requisitos necessários:
etapa 1).
Requisitos necessários: Identificação da PJ (Nome e Capital Números de Recibo e Identificação
Social) (resultados da Etapa 2).
Dados do solicitante (Nome, CPF,
Objeto Social. Identificação da PJ (Nome,
endereço, telefone, e-mail).
Endereço da PJ. Atividade Econômica, Objeto e
Dados do estabelecimento (CEP, Telefone e e-mail para contato. Capital Social).
endereço, inscrição imobiliária). Dados do representante e dos Dados do estabelecimento (CEP,
Atividade econômica pretendida. sócios da empresa. endereço, inscrição imobiliária).
Porte da empresa. Dados do representante e dos
Resultado: Caso a análise Para casos específicos: dados do sócios da empresa.
apresente resultado passível e contabilista e licença CETESB. Pagamento de DARF e DARE.
seja aceita, é gerado o Protocolo Resultado: Caso a análise seja
REDESIM. Resultado: Caso a análise seja
deferida, são gerados os Números
deferida, são gerados o CNPJ e
de Recibo e de Identificação.
NIRE.

4. Registro no 5.
Município Licenciamento*
Plataforma: CCM (Cadastro Plataforma: RLE (Sistema de
de Contribuintes Mobiliários). Registro e Licenciamento de
Empresas).
Requisitos necessários:
Telefone e e-mail do Requisitos necessários:
contribuinte. CNPJ ou NIRE (resultados da
Telefone do contador. etapa 3). Impressão, assinatura
e digitalização da declaração de
Resultado: Caso a análise responsabilidade.
seja deferida, o CCM é
desbloqueado. Resultado: Caso o processo
esteja devidamente finalizado,
é emitido o Auto de Licença de
Funcionamento, que permite a
atuação da empresa.

*Para empresas de baixo risco.


3
Página inicial do sistema RLE

1. ANÁLISE DE VIABILIDADE
Objetivo: Ao final dessa etapa, espera-se que as informações sobre dados da empresa
a análise sobre a possibilidade de exercer (atividades econômicas; classificação
as atividades econômicas pretendidas entre produtivas e/ou auxiliares); e sobre
no local desejado esteja concluída. Em o estabelecimento (CEP e inscrição
caso positivo, é possível dar sequência no imobiliária). Caso seja necessário reescrever
processo digitalmente, prosseguindo para a algum dado, é possível refazer a solicitação.
etapa de Registro na Receita Federal.
O sistema leva poucos minutos para processar
Como acessar: O acesso é feito pelo a análise de viabilidade, indicando se o
Sistema de Registro e Licenciamento resultado foi passível, não passível ou não
de Empresas (RLE — https://rle. executado. Caso tenha sido passível,
empresasimples.gov.br/rle/). No sistema, pode-se prosseguir para a etapa
será preciso realizar um cadastro na seção seguinte.
“Primeiro Acesso”.
Resultado: É esperado o protocolo REDESIM,
Etapas preenchidas: É preciso preencher fundamental para o prosseguimento na etapa de
registro na Receita Federal.

4
2. INSCRIÇÃO NA RECEITA FEDERAL
Objetivo: Ao final desta etapa, é esperado que solicitadas são: “FCPJ” (Ficha Cadastral da
sejam gerados os Números de Recibo e de Pessoa Jurídica); “Quadro de Sócios”;
Identificação, úteis para o processo seguinte “Estado” e “Estado/Município”.
no sistema de registro da Junta Comercial. Após a conclusão do preenchimento, clique
sobre “Verificar Pendências”, na barra superior.
Como acessar: O acesso é feito pelo link Essa seção irá trazer a lista de itens que precisam
“CADSINC”, direcionado dentro do sistema ser inseridos e/ou corrigidos. Os destacados com
RLE, na página seguinte ao acompanhamento ícone amarelo dizem respeito a itens opcionais.
da viabilidade. Já na página ‘Coleta Online’, da Aqueles destacados com ícone vermelho devem,
Receita Federal, selecione a opção “Já possuo obrigatoriamente, ser corrigidos para finalizar a
protocolo de viabilidade”. solicitação.

Etapas preenchidas: As informações Resultado: Seu processo será analisado pela


solicitadas pela Receita Federal variam de acordo Receita Federal e, após deferido, é esperado
com o tipo de atividade econômica e natureza que sejam gerados os Números de Recibo e
jurídica da empresa e estarão destacadas na de Identificação. Em seguida, é possível dar
coluna à esquerda da tela. No geral, as seções continuidade na Junta Comercial.

Página inicial do sistema REDESIM

5
3. REGISTRO NA JUNTA COMERCIAL
Objetivo: Ao final dessa etapa, é esperado que informações sobre os “Sócios”.
sejam gerados o CNPJ e o NIRE. É preciso emitir e pagar os boletos de DARF
e DARE, bem como fazer o upload dos
Como acessar: O acesso é feito pelo site da comprovantes de pagamento. Os documentos
Junta Comercial do Estado de São Paulo necessários para o Contrato Social estão
(JUCESP), clicando no ícone “Via Rápida disponíveis para download, podendo ser
Empresa 2”. Para acessá-lo, é preciso usar o impressos e entregues pessoalmente na
Certificado Digital ou informar o CPF e a senha JUCESP.
do solicitante, já cadastrados no site da Nota
Fiscal Paulista. O acompanhamento do status pode ser
feito pelo mesmo sistema: clique em
Etapas preenchidas: Crie um novo processo “Obter Certidão” para acessar a Certidão
de abertura de empresas e escolha o tipo de Inteiro Teor. É possível prosseguir para o
jurídico disponível. Siga para a Constituição licenciamento, mas é recomendado que antes
(abertura de empresa). Em seguida, confirme seja feito o desbloqueio do CCM.
as “Atividades da Empresa”, informações sobre
o “Estabelecimento”, preencha os números de Resultado: Certidão de Inteiro Teor,
Recibo e de Identificação oriundos da Receita contendo os números de CNPJ e NIRE.
Federal e cadastre os “Dados da empresa” e

Página inicial do sistema Via Rápida Empresa

6
Página inicial do sistema CCM

4. REGISTRO NO MUNICÍPIO
Objetivo: Ao final dessa etapa, é esperado que “Código CNAE”.
o Cadastro de Contribuintes Mobiliários
(CCM) seja desbloqueado. Avalie a necessidade da empresa efetuar o
pagamento de TRSS (Taxa para Resíduos
Como acessar: O acesso é feito pelo Sólidos de Serviços de Saúde) e TFA (Taxa de
endereço https://ccm.prefeitura.sp.gov.br. É Fiscalização de Anúncios). Confirme também
preciso entrar no sistema da Prefeitura com o o quadro societário e quem será o responsável
CNPJ obtido na etapa anterior. pela declaração. Prossiga para a inscrição na
“Senha Web”, emita o protocolo de atendimento
Etapas preenchidas: Vale reforçar que já e agendamento na Praça de Atendimento para a
existe um número de CCM para o seu Cadastro conclusão do processo.
Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), destacado
no campo “CCM Bloqueado”. Para prosseguir Resultado: É esperado que seja emitido
com o desbloqueio, confirme as “Informações um protocolo de atendimento em que
do contribuinte”, “Endereço do constarão informações para o empreendedor
estabelecimento” (preenchendo as prosseguir com o processo presencialmente
informações solicitadas), “Tipo de na Praça de Atendimento.
Unidade” (produtiva ou auxiliar) e

7
5. LICENCIAMENTO
Objetivo: Ao final dessa etapa, é esperado que se Para prosseguir com o preenchimento da
tenha o Auto de Licença de Funcionamento solicitação, dentro do menu “Consultar”,
(caso seja o tipo de atividade econômica que selecione “Licenciamento da Empresa”.
permita a emissão desse documento). Prossiga com o preenchimento do CNPJ e/
ou NIRE e siga com o licenciamento das
Como acessar: O acesso é feito pelo sistema atividades disponíveis.
“RLE” no endereço https://rle.empresasimples.
gov.br/rle/. No sistema, é preciso entrar com o Após a seleção das atividades, é
login de um dos sócios. Porém, para recuperar imprescindível que as declarações que
as informações, é necessário ter em mãos os atestem a responsabilidade dos sócios
números de CNPJ e/ou NIRE obtidos no registro pelas informações prestadas sejam
na Junta Comercial. assinadas e submetidas via sistema.
Ao final do processo, emita a sua Licença pelo
Etapas preenchidas: É possível realizar “Painel de Licenças”.
uma consulta de classificação de risco
anterior ao preenchimento da solicitação Resultado: É esperado que seja emitido
de licenciamento. Para isso, dentro do menu e impresso o Auto de Licença de
“Consultar”, clique em “Regras de Licenciamento Funcionamento (ALF), destacado na página
por Atividade” e selecione a CNAE desejada. seguinte.

Pronto! Sua empresa está


aberta e licenciada!

8
Exemplo de ALF*: PÁGINA 1

Prefeitura da Cidade de São Paulo


Auto de Licença de Funcionamento
DADOS DA LICENÇA

NÚMERO: 20170010000028 DATA DE EMISSÃO: 27/03/2017 09:44:21 DATA DE VALIDADE: 27/03/2018

DADOS DA EMPRESA

CNPJ: 61.408.487/8019-07 NIRE: 61408487801907 CCM: 3.199.836-4


RAZÃO SOCIAL: Donec consequat ipsum

DETALHES DO LOCAL

ENDEREÇO: Rua Nestor Pestana, 87, 13º andar


BAIRRO: Jardim Roschel CEP: 01303-010 CIDADE-UF: São Paulo - SP
PREFEITURA
REGIONAL: Casa Verde ÁREA CONSTRUÍDA: 2500 m²
ÁREA ESTABELECIMENTO: 500 m²

SQL: 123.456.5789-0 (Principal)


ZONA(S):

ZCOR - Zona de Centralidade Polar


SQL: 123.456.5789-1

ZONA(S):

ZCOR-0 - Zona de Esquerdalidade


ZCOR-1 - Zona de Centralidade
ZCOR-2 - Zona de Direitalidade

ATIVIDADES

CNAE: 5611-2/01 - Restaurantes e similares Versão CNAE: 9.9

(...)
GRUPO DE ATIVIDADE NR:
nR1-3: Comércio diversificado de âmbito local: estabelecimentos de venda direta ao consumidor de
produtos relacionados ou não ao uso residencial de âmbito local
ATIVIDADE(S):

Bares, choperias e outros estabelecimentos especializados em bebidas alcoólicas


GRUPO DE ATIVIDADE NR:
nR2-1: Comércio de alimentação de médio porte, com lotação de mais de 100 (cem) e até 500 (quinhentos)
lugares, englobando comércio associado a diversão
DETALHAMENTO

PÁGINA 2
ATIVIDADE(S):
A Prefeitura de São Paulo,
Confeitaria, visando a sorveteria
doceria, integração do processo de licenciamento de empresas no âmbito
municipal, emite a presente Licença de Funcionamento, com as seguintes observações a serem seguidas:
Padaria, panificadora e confeitaria, com ou sem utilização de forno a lenha, Padaria, panificadora
e confeitaria, com ou sem utilização de forno a lenha
DECLARAÇÕES:

Tipo de licença para atividades listadas no art. 6º do Dec. 49.969/2008.


ANÁLISE DE VIABILIDADE
Nome do estabelecimento idêntico ao constante do CCM.
CNAE: 5611-2/01 STATUS DA ANÁLISE: Passível RISCO: Baixo DATA DA ANÁLISE: 22/03/2017
CONDIÇÕES:
RESTRIÇÕES:
O imóvel a ser ocupado pelo estabelecimento dispõe de instalações sanitárias na razão de sua população
e atividade
Uso desenvolvida
residencial não tolerável
Os compartimentos
Necessidade de eregulamentar
ambientes estão posicionados e foram obtidos
os procedimentos pelo adequado
relativos dimensionamento
à obtenção de Autoe de Licença de Funcionamento
corretaatividades
para utilização de materiais e equipamentos, de forma
com características físicasa proporcionar conforto ambiental,
e de funcionamento térmico,
específicas ou exclusivas
Aacústico
via de e proteção contra umidade
circulação e resistência
de pedestres ao fogo ter
deverá nos casos exigidos,
largura nos termos
mínima de da Lei nº (três metros), e ser dotada de
3,00m
11.228 / 92 e legislação complementar.
acesso para pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida
GRUPO DE ATIVIDADE
RESPONSÁVEL NR: nR1-3
PELA SOLICITAÇÃO DE LICENCIAMENTO

RESTRIÇÕES:
Wellington Cabello
RESPONSÁVEL PELO PEDIDO: CPF: 123.456.789-00
A atividade "hospital" somente será permitida em imóveis lindeiros às vias estruturas N3 com
PROCESSO
largura ou6711669065
ADMINISTRATIVO:
maior CÓDIGO
igual a 20,00 metros, não seDEaplicando L Vk hOP8a
AUTENTICIDADE: nesse casoQKc
o Pq8ds
limite de área construída. O
número de vagas para estacionamento para essa atividade será estabelecido mediante análise caso a
caso pelo órgão competente.
GRUPO DE ATIVIDADE NR: nR2-1

RESTRIÇÕES:

Vedada a emissão ou utilização de processos e operações que gerem gases, vapores e/ou material
particulado, LICENÇA: ANEXOS:
exceto fumaça, que possam, mesmo acidentalmente, colocar em risco a saúde, a segurança
e o bem estar da população.
Vibração associada conforme o que vier a ser estabelecido pela legislação ambiental federal,
estadual ou municipal ou por Normas da ABNT, na falta deste a critério do órgão ambiental
9
9
municipal, não devendo os níveis atingidos oferecer riscos à saúde e bem estar da população.

1/2
*Documento incompleto meramente ilustrativo
6. PERGUNTAS FREQUENTES
Qual o  prazo total para finalização do Como serão realizados os processos de
processo de abertura de empresa? abertura das empresas iniciados antes
O prazo pode variar de acordo com do dia 08 de maio?
as respostas, o tempo de interação do Os processos anteriores à implantação
empreendedor com as plataformas e o do sistema devem continuar pelo método
tempo para entrega dos documentos antigo.
solicitados. Caso o empreendedor ou seu
representante utilizem o meio virtual para Municípios localizados na Região
a entrega de documentos e efetuem todos Metropolitana de São Paulo estão
os preenchimentos numa única sequência, integrados a esse sistema?
estima-se que todo o processo leve 7 (sete) Os municípios vizinhos ainda não estarão
dias, no caso de atividades de baixo risco. integrados aos sistemas da REDESIM.
Dessa forma, os processos de registro
Como faço para alterar ou baixar minha nesses locais devem seguir o modelo hoje
empresa? vigente.
Neste primeiro momento, a integração
contará apenas com o processo de A entrada automática do licenciamento
abertura e licenciamento de empresas, não terá algum limite de metragem do
disponibilizando acesso para os atos de estabelecimento? Haverá penalização
alteração de dados ou baixa de empresas. para quem não tiver aprovado o
Para esses casos, solicita-se que utilize os licenciamento?
meios convencionais junto à RFB e à JUCESP; Qualquer empresa aberta pelo RLE (e
finalizando o processo, posteriormente, com sem alteração posterior) poderá realizar
o registro na Prefeitura Municipal. o pedido de licenciamento pelo sistema.
Contudo, a metragem poderá ser fator
Qual é o custo para o cidadão utilizar o determinante do risco da empresa. No
sistema? caso da metragem, há uma restrição de
Por ora, não há custos esperados para o área máxima construída de 1500m² e em
cidadão, além das guias que são pagas à conjunto com 500m² de área utilizada que
JUCESP. Os valores podem ser encontrados será classificado como Alto Risco.
em: http://www.institucional.jucesp.sp.gov.
br/empresas_tabela-precos.php.

10
Será permitido licenciar empresa em Quanto tempo demora para se obter a
imóveis irregulares, sem habite-se ou análise de viabilidade?
planta? A análise de viabilidade ocorrerá
Sim. De acordo com o decreto de nº 57.299, automaticamente após o envio das
artigo 5°: “Para abertura, registro e alteração informações solicitadas. O resultado da
de empresas só poderão ser exigidas as análise retorna após alguns minutos,
informações e declarações relacionadas dependendo da complexidade dos dados
diretamente ao exercício da atividade do da empresa submetidos à verificação.
requerente, dispensando-se, entre outras
já dispensadas pela legislação em vigor, a Qual é a diferença entre área do
exigência de: I – Documento de propriedade estabelecimento e área construída?
ou contrato de locação; II – Comprovação Área do estabelecimento diz respeito à
de regularidade de obrigações tributárias medida, em metros quadrados, que será
referentes ao imóvel onde será instalada utilizada para o exercício das atividades
a sede, filial ou outro estabelecimento; declaradas. Área construída diz respeito à
III – Documentos relativos à regularidade medida, em metros quadrados, de toda a
da edificação, de acordo com a legislação área construída do imóvel.
edilícia, para empreendimentos considerados
de baixo risco. ” Qual é a validade do resultado da
análise de viabilidade do sistema RLE?
O processo de abertura de empresas Há prazo para utilizá-la?
via RLE utiliza a mesma Senha Web da A análise de viabilidade ficará disponível
Prefeitura de São Paulo? e válida para utilização no processo de
Não. Neste primeiro momento o processo de abertura de empresas até 90 dias após
abertura contará não conta com a integração o “aceite do usuário”. Caso o prazo seja
(?)do processo de autenticação, apenas ultrapassado, o usuário deve refazer
com a integração dos sistemas para troca o pedido e passar por nova análise. O
de dados, retirando a necessidade de coleta resultado pode ser diferente, uma vez que
duplicada de informações. Entretanto, para normas e legislações podem ser alteradas,
segunda etapa do projeto isto será revisto, ou seja, o resultado dependerá das regras
facilitando o processo para o interessado. definidas pela legislação vigente.

11
Onde obtenho o licenciamento de minha o sistema precisa de algumas respostas
empresa, que possibilita o início de sua para concluir se ela deve ser classificada
operação? como baixo ou alto risco. Assim, algumas
O licenciamento para empresas de baixo perguntas serão feitas ao empreendedor
risco que tenham obtido resultado passível para que a análise seja concluída e
deve ser feito dentro do sistema RLE. Para o processo de licenciamento tenha
os demais casos, o processo deve ser sequência.
encaminhado presencialmente à Prefeitura
Regional da localidade do empreendimento. Qual é o prazo para a licença ser
emitida?
Posso seguir para a etapa de licenciamento Caso a empresa seja de baixo risco, a
da empresa com o CCM bloqueado? licença é concedida imediatamente após
Sim, é possível seguir as etapas de o envio do documento das declarações de
licenciamento com o CCM bloqueado sem licenciamento do RLE.
gerar nenhum entrave na continuidade
do processo. No entanto, é necessário Como fica o licenciamento de empresas
desbloqueá-lo para que a empresa possa já abertas e que ainda funcionam sem
iniciar atividades em acordo com as o Auto de Licença de Funcionamento
formalidades legais. de baixo risco? Em quais casos serão
necessárias a intervenção de um
Caso a empresa tenha atividades de alto técnico responsável (engenheiro/
e baixo risco(excluir a vírgula) é possível arquiteto)?
licenciar pelo sistema RLE? O módulo de Regularização – que é o
As atividades consideradas de baixo risco licenciamento de empresas já abertas
podem ser licenciadas pelo RLE. Caso tenha fora do sistema – tem sua implantação
interesse em licenciar alguma atividade planejada para os próximos meses. É
de alto risco, deverá percorrer os trâmites importante ressaltar que o módulo já
municipais tradicionais. existe e está em funcionamento no Distrito
Federal há cerca de um ano. Ou seja, sua
O que significa a classificação “risco implantação em São Paulo não dependerá
dependente de informação”? de desenvolvimento de um sistema
Quanto uma atividade econômica pretendida novo, mas de acertos com os órgãos de
de ser exercida é considerada com “risco licenciamento e de integrações com os
dependente de informação”, significa que sistemas de licenciamento de São Paulo.

12
É obrigatório possuir Certificado Digital senha de acesso a um profissional de sua
para acessar o RLE? confiança.
Não. Um dos meios possíveis para acessar
o RLE é via Certificado Digital. No entanto, O que significa dizer que as informações
o sistema também pode ser acessado a providas são auto declaratórias?
partir de um cadastro simples, realizado pelo Informações auto declaratórias são aquelas
cidadão no primeiro acesso ao sistema. em que o cidadão se responsabiliza pela
idoneidade e cumprimento: os órgãos
É permitido usar o RLE apenas para emitirão a licença de acordo com o que é
consulta da análise de viabilidade? declarado e só depois os agentes vistores
Sim. O sistema pode ser utilizado apenas para farão a fiscalização em relação ao que está
a consulta da possibilidade de instalação, efetivamente sendo realizado ante o que foi
sem submeter o processo às próximas previamente declarado.
etapas.

O Microempreendedor Individual (MEI)


também pode utilizar o RLE para abertura,
alteração e baixa de empresas?
Não. Os processos de abertura, alteração
e baixa relativos ao MEI continuam sendo
feitos pelo Portal do Empreendedor, no
site www.portaldoempreendedor.gov.br.

Mesmo quando o contador ou


representante legal preenche a solicitação
é o empreendedor quem assume a
responsabilidade pelas informações
fornecidas?
Sim. O empreendedor cadastrado terá a
declaração concluída e o resultado finalizado
em seu nome, independentemente de quem
a preencheu. Assim, caso prefira que um
contador ou outro representante preencha a
solicitação, certifique-se de conceder a sua

13
COM A PARTICIPAÇÃO DE: