You are on page 1of 6

Prof.

Eduardo Patrício

Matemática

Revisão sobre função do primeiro e segundo


grau!
*Definição de função:

Função é um relação entre dois conjuntos A , B onde A é o domínio(é


onde esta o X da função) e B o contradomínio (é onde está o Y ou imagem
da função)e que para cada elemento do domínio , ou seja , para cada X
existe um ÚNICO valor em Y que está em B(contradomínio).

*Grau de uma função: o grau de um função é o maior expoente do X ,


nunca podendo esse grau ser zero.

Ex.: f(x)= ax +b , esta função é de grau 1 porque o maior expoente no X é o


número 1.

F(x)= f(x) = ax2 + bx + c , esta função é de grau 2 ,porque o maior expoente do X é o número
2.

*Função Afim ou do primeiro grau:


A função do primeiro grau é toda e qualquer função do tipo:

f(x)= ax +b , onde “a e b são coeficiente,ou seja são números reais” e que o


“a” nunca pode ser zero e esta “função do tipo f(x)=ax +b também é
chamada de função afim”.

Pois, se o “a” for igual a “zero” obteremos uma função do tipo:

f(x)= 0x +b => f(x)= b ,onde toda e qualquer função dessa forma é


chamada de função identidade ou constante!

Já se o “b” for igual a zero, obteremos um função do tipo:

f(x)=ax + 0 => f(x)=ax , onde toda função dessa forma é chamada de


“função linear” , pois ela só está relacionada APENAS com o valor de X.

*Gráfico e estudo do sinal de uma função do primeiro


grau:
Para construir-mos o gráfico de uma função do primeiro grau
primeiro temos que obedecer aos seguintes passos:

1º)Verificar a raiz ou zero da função , lembrando que a função de


primeiro grau tem apenas uma raiz.

Para verificar quem é o zero da função basta igualar a função a zero ,ou seja
, chamar f(x) ou Y de zero:

f(x)= 4x+2 , Se f(x)=0 ,então a função ficará :


4x+2=0 , e resolvendo acharemos um valor para X que é justamente o
“zero” ou “raiz da função”.

2º)Verificar o sinal de “a”.

Se o sinal de “a” for positivo, então o gráfico será crescente:

Ex.: f(x)=2x+1 , onde o a=2 e é positivo pois 2 > 0(dois é maior que zero).

Se o sinal de “a” for negativo, então o gráfico será decrescente:

Ex.: f(x)= -5x +2 , onde a =-5 e é negativo pois -5 < 0(menos cinco é menos
que zero).

3º) Iniciar a construção do gráfico.

Temos que ter em mente que o gráfico de uma função do 1º grau é uma
reta obliqua ,ou seja,inclinada.

Ao verificar os dois pontos anteriores basta traçar a reta X e marcar na reta


X o número referente a raiz da função e por esse ponto traçar a reta
crescente ou decrescente dependendo do sinal de “a”

Se tivermos uma função do tipo:

f(x)=2x-4 , seu gráfico será crescente e com raiz no ponto x=2.

Se a função fosse do tipo:

f(x)=-4x+12 , seu gráfico seria decrescente e com raiz no ponto x=3.


Estudo do sinal da função do primeiro grau.

O estudo do sinal nada mais é do que saber onde determinada


função é igua ,maior e menor que zero.

Tomando como exemplo a função f(x)=-4x+12 , que esta no


exemplo acima:

F(x) = 0=> x= a raiz , logo x=3

F(x) > 0 => no intervalo em que os F(x) forem positivos , logo f(x)>0 => x
<3.

F(x) <0 => no intervalo em que os f(x) forem negativos , logo f(x)<0=> x >
3

*Função do quadrática ou do 2º grau.


A função quadrática é toda e qualquer função do tipo:

f(x) = ax2 + bx + c , onde a,b e c são coeficiente ,ou seja ,números reais onde “a” tem que ser
diferente de zero e esta função é chamada de função do 2º grau ou quadrática.

Pois se a =0 , então obteremos uma função do tipo:

F(x)= bx +c , que é um função do primeiro grau.

Já se a = 0 e b=0 , então teremos um função do tipo:

F(x) = f(x) = 0x2 + 0x + c => f(x) = c , onde toda q qualquer função desse tipo é chamada de
função constante.

*Gráfico e estudo do sinal de uma função do 2ºgrau.


Para construir-mos o gráfico de uma função do 2º grau ,basta seguir-mos os seguintes
passos:

1º) Determinar a(s) raíze(s) dessa função:

Para determinar-mos as raízes da função quadrática obedeceremos a uma fórmula ,


denominada fórmula de bhaskara.
*

*Se Δ =0 ,a função só terá uma raiz;

*Se Δ > 0 ,a função terá duas raizes.

*Se Δ <0 , a função não tem raizes reais.

2°)Após achar as raizes calcular o f de três números diferentes das raizes e que
sejam relativamente pequenos.

Ex.: se as raizes achadas forem x’ = -1 e x”=1 , entao calculemos o f de -2,0 e 2 (que


são valores proximos das raizes) e após acharmos os valores basta colocar no grafico
ligando os valores por meio de uma linha pontilhada.

3º) verificar se a função é crescente ou decrescente:

Assim como na função de 1º graus o mesmo faremos na de 2ºgrau , para determinar o


crescimento ou decrescimento da função basta olhar-mos se “a” é positivo ou
negativo.

*Se “a” for positivo , entao a função é crescente e a parabolá tem concavidade para
cima.

*Se “a” for negativo,entao a função é decrescente e a parábola tem concavidade para
baixo.

4º)Construção do gráfico:

Como ja definimos se a função é crescente ou decrescente e ja sabemos as raizes e


mais três valores próximos das raizes basta jogar esses valores no gráfico para a sua
construção,pegando cada valor de X e ligando ao seu correspondente na reta Y.

5º) vértices da parábola.

Basta obedercer a fórmula:

6º) Estudo do sinal.

Se a função tiver duas raízes reias , ou seja, Se Δ > 0.

Uma maneira mais simples de determinar-mos quais seram os intervalos positivos e


negativos de uma determinada função com Se Δ > 0 é olhando parada o sinal de “a”
e após a contrução do grafico dizer com toda certeza que antes da parábola terá o
msm sinal de “a” ,no meio da parabola terá sinal contrario ou oposto ao de “a” e depois
da parábola terá sinal igual ao de “a”.

Neste exemplo o a > 0:


Logo f(x)=0 => x = -1 e x = 1

F(x)>0 => x < -1 e x > 1

F(x) => -1 <x < 1

Se Δ =0 ,entao a função terá uma raiz real:

E o sinal da função será ou totalmente positivo ou totalmente negativo,dependendo do


sinal de “a” , se o sinal de “a” for positivo a função será toda positiva se o sinal de “a”
for negativo a função será toda negativa.

Se a >0 e Δ =0

F(x) =0 => x=2

F(x) > 0 => x=R ,(R= todos os numeros reais).

F(x) < 0 => não vai existir pois para qualquer numero seu resultado será positivo.

Se a < 0 e Δ =0
F(x) =0 => x=2

F(x) > 0 => não vai existir pois para qualquer numero seu resultado será negativo.

F(x) < 0 => x = R ,(R= todos os numeros reais).