Sie sind auf Seite 1von 32

LETRAMENTO

RACIAL
PRIVILÉGIOS
da branquitude

NÃO É
vida fácil, nascer em berço de ouro, não enfrentar dores, problemas e lutas do cotidiano

NÃO QUER DIZER


que pessoas brancas nunca tiveram traumas e que não tenham passado por uma série de
dificuldades para viver

SIGNIFICA
que entre todas as dificuldades vividas, para parte da população a cor da pele não foi uma
dificuldade A MAIS para ser superada
MAS O QUE É
branquitude?
Branquitude nem sempre é sobre a cor da sua pele
MAS O QUE É
branquitude?

Não é sobre caráter


Nem sobre bondade ou maldade

É sobre PODER
BRANQUITUDE

● ●
● ●



● ●

PRIVILÉGIOS



PACTO
NARCÍSICO
Processo de racialização: o grupo antecede o sujeito e os estereótipos o aprisionam nessa lógica
Branquitude é a negação da prisão da raça pra si e o reforço dessa prisão para o outro.

PACTO NARCÍSICO
Luta pela manutenção do privilégio de nomear o outro
- Possibilidade apenas dada aos brancos
- Medo da racialização branca pelo outro, e não por si mesmo.
Impedir que a nomeação “branco” só circule como desejo
- Medo de que a brancura tenha significados não positivos

Não se “misturar” para se proteger ou misturar


apenas quando se pode ter controle do outro
Adilson Moreira e o Racismo Recreativo

Mecanismo cultural que propaga o racismo, mas


que ao mesmo tempo permite que pessoas
brancas possam manter uma imagem positiva de
si mesmas
Adilson Moreira e o Racismo Recreativo
Adilson Moreira e o Racismo Recreativo

Olhar paternalista que infantiliza o negro e


foca apenas no risco fortalecendo um
essencialismo racial
RESPEITE A OPINIÃO DA
VÍTIMA

Para algumas pessoas, a


polícia não representa
segurança. Se a vítima não te
pediu para fazê-lo, não ligue
para a polícia

FIQUE POR PERTO


DOCUMENTE O INCIDENTE
- Pergunte sobre o que a vítima precisa.
Se for possível documente em vídeo as - Dê água à vítima e a auxilie a se recompor
agressões. Filmagens podem
constranger os agressores e provar que
- Ajude-a a contatar um amigo ou familiar e,
a agressão realmente aconteceu, se for necessário, consentido e possível,
evitando que o relato da vítima seja acompanhe-a até um lugar que a pessoa
reduzido a opinião ou exagero considerar seguro
APOIO INICIATIVAS COMO ESSA AQUI!
Acompanhe, participe, indique e demonstre que reconhece a importância.
Abandone a ideia de que tais conteúdos não são também sobre você ou que
apenas os negros da empresa precisam apoiar, falar sobre e se importar
E NO DIA A DIA DA
ESCOLA?
Esse será o tema de nosso próximo encontro ;)

Até semana que vem!


Dicas de Leitura

❖ “Branquitude: Estudos sobre a Identidade Branca no Brasil”


livro de Lourenço Cardoso e Tânia M. P. Müller
❖ “Entre o Encardido, o Branco e o Branquíssimo: Branquitude
e Hierarquia de Poder na Cidade de São Paulo”
livro de Lia Vainer Schucman

❖ “Psicologia social do racismo: estudos sobre branquitude e


branqueamento no Brasil”
livro de Iray Carone e Cida Bento
❖ “Gente Branca” - Reportagem da UOL: CLIQUE AQUI
❖ “Aqui ninguém é branco”
livro de Liv Sovik