Sie sind auf Seite 1von 7

Química Analítica

Aula 1 Introdução à Química Analítica. Breve revisão: notação científica, algarismos significativos,
operações com algarismos significativos.

Química Analítica
A Química Analítica é uma ciência usada na identificação e quantificação (em termos
numéricos) dos componentes de uma amostra.

A análise qualitativa revela a identidade (determina se a substância está presente) dos elementos
e compostos de uma amostra. Na análise qualitativa, não interessa saber o quanto da substância
está presente embora deva haver uma quantidade mínima para sua detecção.

A análise quantitativa indica a quantidade de cada substância presente em uma amostra. O


objetivo da análise quantitativa é medir ou quantificar (fornecer um valor numérico para) o analito
em uma amostra. Por exemplo, a química analítica seria usada por uma indústria alimentícia para
medir o teor de proteína, carboidrato e gordura contidos em um produto. Esse tipo de análise
também seria utilizado por um laboratório hospitalar para determinar se um dado medicamento
ministrado a um paciente está dentro da faixa adequada para o tratamento de uma doença.

Os analitos são os componentes de uma amostra a ser determinados.

Outras aplicações da Química Analítica:

Indústrias: amostragem e teste das matérias primas; testes dos intermediários;


monitoramento do produto; monitoramento da qualidade dos efluentes.

Hospitais: Análise de componentes presentes na urina e sangue de pacientes para auxiliar


os médicos em seus diagnósticos; monitoramento das condições dos pacientes.

Saúde pública: controle de alimentos e bebidas de acordo com a legislação vigente; controle
do nível de substâncias tóxicas e cancerígenas no meio ambiente.

Agricultura: Monitoramento dos níveis de nutrientes nos solos; escolha e indicação da


quantidade de fertilizantes a serem aplicados nos solos; monitoramento dos níveis de pesticidas.

Elucidação de crimes.

Classificação dos Métodos Analíticos

Métodos Clássicos (também chamados de métodos de via úmida):

Análises Qualitativas: Os componentes de interesse (analitos) (previamente separados


numa amostra por precipitação, extração ou destilação) são tratados com reagentes específicos,
dando origem a produtos que podem ser identificados através da cor, ponto de fusão e ebulição,
solubilidade em diversos solventes, odor, atividade ótica ou índice de refração.

Metodologia aplicada na análise qualitativa

As reações utilizadas são de: neutralização, óxido-redução, precipitação e complexação.

Tipos de ensaio empregados: reações por via úmida; os principais instrumentos utilizados em uma
análise química úmida são pHmetro e balança analítica.
1
Análises Quantitativas: A quantidade do analito é determinada por gravimetria ou
volumetria.

Métodos Instrumentais:

Métodos eletroanalíticos: envolvem a medida de uma propriedade elétrica relacionada com


o analito (potencial, corrente, resistência, quantidade de carga elétrica).

Métodos espectroscópicos: baseados na medida da interação entre a radiação


eletromagnética e os átomos ou moléculas do analito, ou ainda a produção de radiação pelo
analito.

Algarismos Significativos

O número total de dígitos que podemos usar para relatar um resultado obtido experimentalmente é
conhecido como Algarismos Significativos.

Esse valor pode ser obtido diretamente (por exemplo, a determinação da massa de uma substância
por pesagem, medida do volume de uma solução com uma pipeta) ou indiretamente, a partir dos
valores de outras grandezas medidas (por exemplo, o cálculo da concentração de uma solução a
partir da massa do soluto e do volume da solução).

O valor numérico de qualquer medida representa sempre uma aproximação. Nenhuma medida
física, como massa, comprimento, tempo, volume ou velocidade deve ser entendida como
absolutamente correta.

Por exemplo, quando se lê a escala de uma bureta de 50,00 mL, onde o


nível do líquido na mesma é maior que 30,20 mL e menor que 30,30 mL,
o último algarismo deve ser estimado: 30,2? mL: os três primeiros dígitos
são certos e o último (?) é incerto ou duvidoso.

30,24
⏟ 𝑚𝐿 = 0,03024
⏟ 𝐿
4 𝐴.𝑆. 4 𝐴.𝑆.

Figura: Seção de uma bureta mostrando o nível da solução.

Algarismos significativos de um número referem-se aos dígitos que representam um resultado


experimental, onde apenas o último algarismo é duvidoso (BACCAN et al., 2001).

Quando se faz uma medida em uma balança, por exemplo, os algarismos que representam a massa
do objeto que está sendo pesado são ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS. O último algarismo
representa a incerteza da balança, e consequentemente, na massa medida.

Exemplo 1:
Massa de um objeto obtida em uma balança: 103,7 g → 4 ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS, o último
algarismo é o duvidoso.
O algarismo duvidoso representa a incerteza na medida experimental.
Incerteza da balança usada → ± 0,1 g → a massa apresentada no mostrador pode variar de 0,1 g para
mais ou para menos, ou seja, pode ser observada uma oscilação entre 103,6 e 103,8 g na massa do
objeto.

2
A magnitude de uma grandeza é determinada por meio de instrumentos de medida apropriados;
entretanto, existem instrumentos mais ou menos precisos. Consequentemente, a magnitude de
uma grandeza pode ter valores mais ou menos precisos. Essa precisão é refletida pelo
número de casas decimais que o valor da grandeza contém.

Para determinação da quantidade de ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS em uma medida que


apresenta o número zero:
O zero à esquerda nunca é significativo, ele é usado apenas para expressar a ordem de grandeza.
O zero no meio do número (103,7 g) sempre é significativo.
O zero à direita só é significativo se for resultante de medida experimental, como, por exemplo, a massa
de 105,0 g de um objeto, feita em uma balança com uma precisão de ± 0,1 g (citada anteriormente).

Para conversão de unidades todos os AS devem ser preservados (não esquecer que o algarismo duvidoso
também é significativo).

Exemplo 2:
103,7 𝑔 = 0,1037 𝐾𝑔
103,7 × 10−3 𝐾𝑔
103,7 × 103 𝑚𝑔
103700 𝑚𝑔 ∗

Todos esses valores resultantes da conversão têm o mesmo número de algarismos significativos que a
medida original (103,7 g). Os dois zeros à direita no número *103700 não são significativos, pois não são
resultantes de medidas experimentais, foram introduzidos apenas para conversão de unidades. Da mesma
forma, o zero à esquerda no número 0,1037Kg não é significativo.

22,90 𝑚𝐿 = 0,02290 𝐿
22,90 × 10−3 𝐿

Geralmente, a medida obtida experimentalmente não traz a informação desejada pelo analista.
Com isso, é preciso realizar alguma operação matemática com valores de diferentes grandezas
medidas com instrumentos de diferentes precisões.
O número de algarismos significativos em um resultado calculado deve ser estimado (como
expressar o resultado final da operação matemática sem perdas de algarismos significativos?)

A incerteza no resultado do cálculo deve expressar as incertezas associadas a cada uma das
medidas empregadas.

Não fazemos o arredondamento para o número correto de algarismos significativos até termos
obtido a resposta final do resultado. Isso é feito para evitar erros de arredondamento, que ocorrem
quando um número é arredondado muito cedo em um cálculo.
Se não forem tratados adequadamente, esses erros podem resultar na perda de algarismos
significativos válidos em um resultado calculado.

Um meio de evitar esse tipo de erro consiste em permitir que cada valor do cálculo “carregue” pelo
menos um valor não significativo até o resultado final ser obtido. Esses valores não significativos
adicionais são conhecidos como “dígitos de guarda” (esses dígitos devem estar sublinhados: NÃO
SÃO ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS).

3
Operações:

Adição e Subtração: o resultado deve ser escrito com o mesmo número de casas decimais que
o termo com o menor número de casas decimais.

Exemplo 3:
Calcular a massa molar do cloreto de sódio, 𝑁𝑎𝐶𝑙, a partir das massas atômicas do sódio (22,9898
g/mol) e do cloro (35,453 g/mol).

Solução:
𝑀𝑀(𝑁𝑎𝐶𝑙) = (𝑁𝑎) + (𝐶𝑙)
𝑀𝑀(𝑁𝑎𝐶𝑙) = 35,453 + 22,9898
𝑀𝑀(𝑁𝑎𝐶𝑙) = 58,4428 = 58,44𝟑 g/mol

A massa atômica do cloro possui o menor número de casas decimais (3), portanto, a massa molar do 𝑁𝑎𝐶𝑙
deve ter apenas três casas decimais, ou seja, 58,443 g/mol. Neste caso, a quarta casa decimal do resultado
calculado (8) corresponde a um número maior que 5, assim, o último algarismo significativo é aumentado em
uma unidade.

Regras para o arredondamento de números:

O arredondamento é o procedimento de abandonar os algarismos não significativos no resultado


de um cálculo e de ajustar o último algarismo aceito. Observa-se o primeiro algarismo a ser
eliminado.
 Se o dígito a ser eliminado for 5 ou maior que 5, soma-se uma unidade ao último algarismo
a ser mantido e abandonam-se todos os algarismos à direita deste.
 Se o dígito a ser eliminado for menor do que 5, este será descartado juntamente com todos
os algarismos mais à direita.

Multiplicação e Divisão: o resultado deve ser arredondado para o mesmo número de algarismos
significativos que o do termo com menor número de algarismos significativos.

Exemplo 4:
Calcular o número de mol existente em 0,1906 g de cloreto de sódio (𝑁𝑎𝐶𝑙). A massa molar é dada
no exemplo 3. 𝑀𝑀(𝑁𝑎𝐶𝑙) = 58,4428 = 58,44𝟑 g/mol

Solução:
𝑚
Sabemos que: 𝑛 = 𝑀𝑀

Então:
𝑚
𝑛= =
𝑀𝑀

𝑛 = 0,003261 = 3,261 × 10−3 𝑚𝑜𝑙


A massa do sal (0,1906 g) possui quatro algarismos significativos e a massa molar (58,443 g/mol) apresenta cinco
algarismos significativos, portanto, o resultado deve apresentar apenas quatro algarismos significativos.
O exemplo pode ser resolvido por análise dimensional.

4
Exemplo 5:
Determinação dos algarismos significativos em uma massa molar
O brometo de etídio (𝐶21 𝐻20 𝐵𝑟𝑁3 ) é utilizado em laboratórios de análises para marcar e detectar o
DNA. Calcule a massa molar (g/mol) para esse composto, usando o número correto de algarismos
significativos em sua resposta.

Solução:
As massas atômicas médias de C, H, Br e N são 12,01115, 1,00797, 79,909 e 14,0067 g/mol,
respectivamente.
Usando esses valores e o número conhecido de átomos em uma molécula de brometo de etídio,
pode-se obter a seguinte massa molar para essa substância química:

𝑀𝑀(𝐶21 𝐻20 𝐵𝑟𝑁3 ) = 21. (𝐶) + 20. (𝐻) + (𝐵𝑟) + 3. (𝑁)

Carbono (C) 21 · (12,01115 g/mol)= 252,23415


Hidrogênio (H) 20 · (1,00797 g/mol) = 20,1594
Bromo (Br) 1 · (79,909 g/mol) = 79,909 +
Nitrogênio (N) 3 · (14,0067 g/mol) = 42,0201
394,32265
Massa molar = 394,323 g/mol

Observação: Os números 21, 20, 1 e 3 são números inteiros e, com isso, não são considerados nas regras
das operações → os produtos das massas atômicas e desses inteiros devem ter o mesmo número de
algarismos significativos que as massas atômicas. A massa molar – soma das massas molares dos elementos
que formam a substância – deve ser expressa com o mesmo número de casas decimais que o termo com
menor número de casas decimais.

Notação Científica

A notação científica é uma forma de representação numérica que facilita a indicação de números
grandes ou pequenos.
Na notação científica um número escreve-se na forma 𝑨 × 𝟏𝟎𝒏 , onde 𝑨 é um número não menor do
que 1 e menor do que 10 (1 ≤ 𝑨 < 10) e o expoente 𝒏 (a potência da base 10) é inteiro positivo ou
negativo.
Qualquer número pode ser escrito na notação científica deslocando-se a vírgula decimal até se ter
o número A, não menor do que 1 e maior do que 10:

1. Se a vírgula decimal for deslocada para a esquerda, 𝑨 fica multiplicado por 10𝑛 , onde 𝒏 é o número
de casas deslocadas.
2. Se a vírgula decimal for deslocada para a direita, 𝑨 fica multiplicado por 10−𝑛 , onde 𝒏 é o número de
casas deslocadas.

5
Outro aspecto importante da notação científica é permitir a comparação entre as ordens de
grandeza de dois números. A ordem de grandeza simplesmente varia com a potência de dez, ou
seja, corresponde diretamente à diferença entre as potências. Por exemplo:
 1,40 × 105 é três ordens de grandeza maior que 1,40 × 102 .
 3,70 × 10−5 é quatro ordens de grandeza menor que 3,70 × 10−1 .

Grandezas Físicas e Unidades de Medida


Grandeza Unidade Símbolo
Comprimento (l) metro m
Massa (m) quilograma Kg
Tempo (t) segundos s
Corrente elétrica (i) ampere A
Temperatura termodinâmica (T) Kelvin K
Quantidade de matéria (n) mol mol
Intensidade luminosa (Iv) candela cd

Algumas unidades derivadas do SI:

Grandeza Unidade Símbolo


Área Metro quadrado 𝑚2
Volume Metro cúbico 𝑚3
Velocidade Metro por segundo 𝑚/𝑠
Aceleração Metro por segundo ao quadrado 𝑚/𝑠 2
Força Newton 𝑚
𝑁 (= 𝑘𝑔 )
𝑠2
Energia Joule 𝐽 (= 𝑁 𝑚)
Pressão Pascal 𝑁
𝑃𝑎 (= )
𝑚2

Os múltiplos e submúltiplos das unidades métricas: uma das grandes vantagens do sistema métrico
de unidades é que ele é um sistema decimal. Isto significa que algumas unidades são múltiplas de
outras e se relacionam por potências de 10. Por exemplo, a unidade de comprimento, o quilômetro
(𝐾𝑚) é 103 (ou 1000) vezes maior do que sua unidade básica, o metro (𝑚):
1𝑲𝑚 = 1 × 𝟏𝟎𝟑 𝑚

1𝐿 = 1𝒅𝑚3

A tabela abaixo mostra os prefixos métricos mais usados.

Prefixos do SI:
Prefixo Símbolo Múltiplo Prefixo Símbolo Submúltiplo
Exa E 1018 deci d 10−1
Peta P 1015 centi c 10−2
Giga G 109 mili m 10−3

6
Mega M 106 micro  10−6
Quilo K 103 nano n 10−9
Hecto h 102 pico p 10−12
Deca da 101 femto f 10−15

Exercício 1:
Expressar em notação científica, com três algarismos significativos, as medidas apresentadas a
seguir:
a) 1579400 m  1,58 × 106 𝑚
b) 4032 km  4,03 × 103 𝐾𝑚
c) 0,0003589 kg  3,59 × 10−4 𝐾𝑔
d) 0,058338 s  5,83 × 10−2 𝑠
e) 857,48 N  8,57 × 102 𝑁

Exercício 2:

Dê cada uma das seguintes respostas com o número correto de algarismos significativos:
309,97; 9,92; 30,9.

a) 189,032 + 153,02 – 32,0861

b) (0,93230,184) + 4,8520

c) 0,998 x (18,99840 +12,0107)

Exercício 3: 180,1589 𝑔/𝑚𝑜𝑙


Usando as massas atômicas dadas abaixo, determine a massa molar da glicose (𝐶6 𝐻12 𝑂6).
Expresse sua resposta final utilizando o número correto de algarismos significativos.
C = 12,01115; H = 1,00797; O = 15,9994.