Sie sind auf Seite 1von 4

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL

E MÉDIO
“ZUMBI DOS PALMARES”

DIREÇÃO
VALDIRE

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA
IVANETE PARRINI DE SOUZA
LEDINILZA FERREIRA LEMES DE ALMEIDA

PROJETO
OFICINA PERMANENTE DE XADREZ

PROFESSORES REALIZADORES
VALDIANA,JUNIOR,MARCELO,
VALDINA E EDSON E OUTROS

2011
OFICINA PERMANENTE DE XADREZ
01 – JUSTIFICATIVA:
O estudo enxadrista já faz parte do currículo de escola
pública dos estados de Minas Gerais, Pernambuco, Brasília, Mato
Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Paraná. O jogo de xadrez é
realmente excelente exercício para o cérebro e exige muito das
emoções. A pessoa adquire um senso muito prático de
organização, concentração e desenvolve de forma muito especial
à memória, além de trabalhar a imaginação, o planejamento e a
paciência.

02 – PÚBLICO ALVO:
Os alunos da escola e a comunidade em geral.

03 – INTRODUÇÃO:
Hoje o uso do computador se tornou uma realidade tanto no
estudo como no aprendizado enxadrístico. Podemos citar o
sucesso que este jogo teve na internet. Existem diversos
endereços onde se pratica o xadrez on-line. É uma oportunidade
única de se aprender a jogar xadrez, pois não é possível cometer
lance errado durante os jogos do ponto de vista das regras. O
aprendizado é geralmente mais rápido e as salas dispõem de
espaços para bate papo, inclusive durante as partidas, o que
possibilita uma grande oportunidade de se trocar experiências.
Logo, se o interessado for adentrar este mundo acompanhado de
alguém que conhece as principais idéias e princípios do xadrez
será, portanto muito proveitoso.

04 – OBJETIVO:
Propiciar o aprendizado rápido e extremamente interativo,
levando o estudante a se familiarizar com o domínio do tempo e
do espaço ocupado e vulnerado pelas peças, além de possibilitar o
estudo da teoria enxadristica, como os finais de partidas e os
elementos estratégicos e táticos, os quais o jogador deverá
dominar para ter sucesso nessa arte.

Desenvolver habilidades cognitivas como a concentração, a


imaginação, a criatividade e a memória, buscando com isso a
valorização da auto estima do aluno que reconhece e se percebe
diferente ao se tornar mais capaz e envolvido com o presente.

05 – METODOLOGIA:
As aulas serão ministradas num lugar com mesas e materiais
apropriados, onde os alunos terão acesso a uma rede de
computadores, onde será instalado um programa de xadrez, para
que os estudantes possam familiarizar-se com as regras iniciais,
como disposição das peças, posição do tabuleiro, bem como o
movimento das peças.

Poderão além das oficinas presenciais, serem marcados


encontros virtuais, em sites especializados em jogo de xadrez,
podendo ocorrer da seguinte forma: os alunos fornecerão seu e-
mail, para receberem as informações necessárias do seu professor
para que ocorram encontros virtuais, cada qual de sua casa ou
acessando a partir da escola e compartilhando desta ferramenta
poderosa, podendo tirar dúvidas e até mesmo mostrar o que
aprendeu com as aulas presenciais.

Logo após esse momento virtual, onde o aprendizado foi


otimizado será organizado atividades presenciais com o
envolvimento de toda a comunidade escolar em torneios,
campeonatos, competições de diversos níveis, podendo inclusive
inscrever os participantes em competições nacionais e
internacionais de xadrez escolar, dependendo do interesse da
instituição e dos valores presentes.

06 – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
(a) Princípios do xadrez:
Domínio das casas centrais.
Mobilidade das peças.
Desenvolvimento das peças.
(b) Os mates elementares:
O Xeque-Mate.
Rei e Dama versus Rei.
Rei e Torre versus Rei.
Rei e dois Bispos versus Rei.
Rei e Cavalo e Bispo versus Rei.
Rei e dois Cavalos.
(c) Os finais de partidas:
Finais de Peões.
Finais de Bispos.
Finais de Cavalos.
Finais de Torres.
Finais de Dama.
Finais mistos.
(d) As partidas Miniaturas:
Explorando os pontos fracos na posição inicial das
peças.
Erro conceitual nas aberturas.
Erro nos princípios do jogo.
Como explorar esses erros.
(e) A planificação do jogo:
As estruturas de peões.
Os peões dobrados.
Os peões isolados.
O estudo da cadeia de peões.
(f) Repertórios de aberturas:
A escolha do repertório de aberturas.
Abertura de defesa levando em conta o estilo
pessoal.

07 – REFERÊNCIAS:
1. Manual de Xadrez, autor: Idel Becker, 22ª ed.
2.Curso Básico de Xadrez.

08 – MATERIAL E CUSTOS/VALORES APROXIMADO:


5 relógios de xadrez R$ 350,00
10 jogos de xadrez R$ 300,00
Mural de xadrez R$ 50,00
Sala de informática