Sie sind auf Seite 1von 11

REFINARIA ABREU E LIMA

OPORTUNIDADES DE EMPREGO E QUALIFICAÇÃO


PROFISSIONAL
Aline Marques da Silva [1]
Brunno Wagner [2]
Grinauria Iva Santos [1]
Herminia Freitas Siqueira Queiroz [1]
Izabel Cristina Santana [1]
Jutlândia Silva Santos [1]

[1]Graduandos- 8º Período de Adm. Empresas - FAESC-Faculdades da Escada


[2]Orientador da Disciplina Gestão Portuária da FAESC- Faculdades da Escada

Resumo
O complexo industrial portuário de Suape-PE, hoje, é sinônimo de crescimento econômico. O
artigo aborda as oportunidades de emprego e renda da Refinaria Abreu e Lima e também dos
bens e serviços oferecidos pelas micros e pequenas empresas que fazem parte do seu
complexo, visando atender a expectativa social de sua área de influência. O artigo busca
analisar os impactos a serem causados no setor econômico local, associando-os às
expectativas dos moradores da área em questão e circunvizinhança. Quais as estratégias
desenvolvidas pelos agentes públicos e privados quanto às ações de qualificação e
requalificação dos trabalhadores para fazer parte desse grande empreendimento. Avaliar que
tipo de profissional é exigido para esse empreendimento, poderemos verificar qual a
qualificação necessária às pessoas que queiram ingressar nessa área e, os cursos disponíveis
para a qualificação profissional.

Palavras-chave: Refinaria, Qualificação Profissional, Emprego.


Abstract
The industrial complex of Port-PE Suape today is synonymous with economic growth. The
article discusses the employment opportunities and income of the Abreu e Lima Refinery and
also goods and services offered by micro and small enterprises that are part of its complex, to
meet the social expectation of its area of influence. The paper analyzes the impacts to be
caused in the local economic sector, linking them to the expectations of the residents of the
area and vicinity. What are the strategies developed by public and private agents on the
actions of training and retraining of workers to participate in this great undertaking. Assess
what kind of training is required for this undertaking, we can see what the necessary skills to
people who want to enter this area, and available courses for professional qualification.

Keywords: Refinery, Vocational Training, Employment.


1 Introdução
O que muitos têm se perguntado é como aproveitar a onda de investimentos que chega
a Pernambuco. A cada dia, investidores de todo o Brasil e do mundo são atraídos para a
região. A proposta deste artigo é mostrar dados sólidos sobre as oportunidades existentes na
Refinaria Abreu e Lima e de algumas empresas contratadas para a sua construção. A
Refinaria Abreu e Lima é o maior empreendimento do complexo. Existe uma grande
expectativa de mudanças na economia local diante deste grande empreendimento,
principalmente no que se refere à geração de emprego e renda (tanto diretamente como
indiretamente).
Este empreendimento tem uma previsão de capacidade para produzir 200.000 barris
de derivados de petróleo por dia. As oportunidades vão desde a terraplenagem, passando pela
montagem do canteiro de obras, das tubulações, das subestações, pela automação e
instrumentação, caldeiraria, até as edificações "extra-muros". Nesse contexto, existe a
preocupação com a qualificação e requalificação profissional da força de trabalho, que de
acordo com Ângela Amaral (2005):

“A qualificação profissional aparece como uma necessidade do capital de


recompor sua rentabilidade e como uma necessidade do campo de trabalho
que, historicamente, defende a bandeira de universalização da educação e a
compreende como estratégia de enfrentamento ao desemprego”.

2 Porto de Suape
A infra-estrutura do Complexo Industrial e Portuário de Suape é um pólo completo
para a realização de negócios industriais e portuários da Região Nordeste, atraindo assim, as
empresas interessadas em negociar os seus produtos na própria região como também exportá-
los para outros países. A localização geográfica contribui bastante para que o Complexo
Industrial e Portuário de Suape tenha capacidade de concentrar e distribuir as cargas, além de
ter a perspectiva de ser um porto internacional concentrador de cargas para toda a América do
Sul.
Suape já possui mais de 60 empresas instaladas ou em fase de implantação, com um
total de US$ 1,7 bilhão em investimento. Essas empresas além de contar com a infra-estrutura
ideal, também contam com incentivos fiscais oferecidos pelo governo estadual e municipal,
gerando muitos empregos e aquecendo a economia da região.
AMANCO
Tel: 2101-9500
Fax: (81) 2101-9531
ESTRADA TDR NORTE, SUAPE, CABO DE SANTO AGOSTINHO/ PE
Cep: 54.590-000
WWW.AMANCO.COM
FABRICAÇÃO DE TUBOS EM PVC PARA INSTALAÇÕES, HIDRÁULICAS,IRRIGAÇÃO
E INFRA - ESTRUTURA
ANDALUZ LOGÍSTICA TRANSPORTES
Tel: 3527-1509
Fax: (81) 3527-1509
RODOVIA PE 60, KM 10, S/ N°, ENGENHO MASSANGANA, SUAPE, IPOJUCA/ PE
Cep: 55.590-000
WWW.ANDALUZTRANSPORTES.COM.BR
TRANSPORTES RODOVIÁRIOS
BRASALPLA
Tel: 3527-4000
Fax: (81) 3527-4005
RODOVIA PE 60, EST 3, ZONA INDUSTRIAL 3 LOTE, 10-A, SUAPE, CABO DE SANTO
AGOSTINHO/ PE
Cep: 54.510-000
WWW.ALPLA.COM
FABRICAÇÃO DE EMBALAGENS DE MATERIAL PLÁSTICO
COMPANHIA BRASILEIRA DE PETRÓLEO IPIRANGA
Tel: 3527-1065
Fax: (81) 3527-4328
RODOVIA PE 60, SUAPE, IPOJUCA/ PE
Cep: 55.590-000
WWW.IPIRANGA.COM.BR
COMERCIO ATACADISTA DE ALCOOL CARBURANTE, BIODIESEL, GASOLINA E
DEMAIS DERIVADOS DE PETROLEO
ESTALEIRO ATLÂNTICO SUL
Tel: 3311-7200
Fax: (81) 3311-7278
ZONA INDUSTRIAL PORTUÁRIA, ILHA DE TATUOCA, SUAPE/ PE
Cep: 55.590-970
WWW.ESTALEIROATLANTICOSUL.COM.BR
CONTRUÇÃO E REPARAÇÃO DE EMBARCAÇÕES E DE PLATAFORMAS OFFSHORE
LIQUIGÁS
Tel: 3311-2100
Fax: (81) 3311-2119
AV PORTUÁRIA, S/N, SUAPE, IPOJUCA/PE
Cep: 55.590-000
WWW.LIQUIGAS.COM.BR
ENGARRAFAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE GLP
MINASGÁS
Tel: 2101-0299
Fax: (81) 2101-0257
AV PORTUÁRIA, S/ N°, SUAPE, IPOJUCA/ PE
Cep: 55.590-972
WWW.MINASGAS.COM.BR
ENGARRAFAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE GLP
PEDREIRA ANHANGUERA S/A EMPRESA DE MINERAÇÃO
Tel: 3515-1509
Fax: (81) 3515-1509
RODOVIA PE 60, SUAPE, IPOJUCA/ PE
Cep: 55.590-000
WWW.PEDREIRAANHANGUERA.COM.BR
PRODUÇÃO DE PEDRA BIRITADA PARA CONSTRUÇÃO
PETROBRAS DISTRIBUIDORA S/A
Tel: 3527-7200
Fax: (81) 3527-1341
RODOVIA PE 60, SUAPE, IPOJUCA/ PE
Cep: 55.590-000
WWW.BR.COM.BR
DISTRIBUIÇÃO DE DERIVADOS DE PETRÓLEO E BIOCOMBUSTÍVEIS
SUAPE TÊXTIL
Tel: (11) 2132-6545
Fax: (11) 2132-6545
RODOVIA PE 60, KM 7,5, SUAPE, CABO DE SANTO AGOSTINHO/ PE
Cep: 54.500-000
WWW.SUAPETEXTIL.COM.BR
PEPRARAÇÃO E FIAÇÃO DE FIBRAS DE ALGODÃO
TERMOPERNAMBUCO S/A
Tel: 3527-6500
Fax: 3527-6565
AVENIDA PORTUÁRIA, SUAPE, IPOJUCA/ PE
Cep: 55.590-972
WWW.TERMOPE.COM.BR
GERAÇÃO DE NERGIA ELÉTRICA

Quadro 1 com endereços e sites de algumas empresas que já estão instaladas em Suape
Fonte:http://www.suape.pe.gov.br/atrativos_empresas_instaladas.asp
3 A Refinaria Abreu e Lima
A Rnest, Refinaria do Nordeste, ou Refinaria Abreu e Lima, está localizada no
município de Ipojuca, será a primeira refinaria de petróleo inteiramente construída com
tecnologia nacional. Será a primeira adaptada a processar 100% de petróleo pesado
com o mínimo de impactos ambientais e produzir combustíveis com teor de enxofre
menor do que o exigido pelos padrões internacionais mais rígidos, que é de 10 ppm de
enxofre.
A refinaria Abreu e Lima produzirá principalmente óleo diesel, o derivado de maior
consumo no País. Cerca de 65% dos derivados ali produzidos serão de óleo diesel, que
utilizará novas tecnologias para produzir até 27% a mais de diesel do que o normal. O
diesel é o derivado de maior importação do Brasil e sua produção no Nordeste
permitirá atender à crescente demanda por derivados na região e o excedente poderá
abastecer ainda o mercado nacional. No começo a capacidade será de processar 200
mil barris por dia de petróleo, utilizando o petróleo pesado do Brasil e também da
Venezuela, países que possuem enormes reservas, atender à crescente demanda por
derivados na região e o excedente poderá abastecer ainda o mercado nacional.

4 Empresas contratadas pela Petrobrás para a Refinaria Abreu e Lima


Em março de 2009, foi assinado, pela Petrobrás, cinco grandes contratos no valor de
R$ 2,89 bilhões, destinados à construção da Refinaria. O contrato de edificações inclui todas
as construções, como prédio administrativo, Centro Integrado de Controle, oficinas de
manutenção e inspeção de equipamentos, almoxarifados e laboratório de qualidade de
produtos. Um desses contratos foi com as empresas EIT e Engevix, no valor de R$
591.324.229,09 e prazo de 638 dias.
Outros dois contratos são para a construção de tanques de armazenamento. O lote I, no
valor de R$527,5 milhões, e prazo de 1115 dias, que irá construir 11 tanques com capacidade
total de 1 milhão de m3 para armazenamento de petróleo, produtos intermediários e produtos
finais. Esse contrato ficou com as empresas Techint, Usiminas e Confab. O lote II, para 63
tanques, com capacidade total de 1 milhão de m3, foi assinado com as empresas Alusa,
Galvão e Tome, com prazo de 1145 dias e valor de R$ 730.750.000,00.
Para os equipamentos elétricos das subestações da refinaria e de assistência técnica em
todas as fases da implantação fazem parte do Contrato Global de Elétrica que foi assinado
com a empresa Orteng. Este contrato, no valor de R$ 269.536.530,12 e prazo de 1260 dias. A
Estação de Tratamento de Água terá capacidade de processamento de 2 mil m3/hora de água
filtrada e 400 ton/hora de água reprocessada para uso industrial. A obra, no valor de R$ 774
milhões e prazo de 819 dias, ficará a cargo das empresas Enfil e Veolia.
1.400.000.000
1.200.000.000
1.000.000.000 Edificações
800.000.000 Tanques
600.000.000 Equip. elétricos
400.000.000
200.000.000 Estação de água
0
investimentos

Gráfico 1 O valor dos investimentos na Refinaria Abreu e Lima por atividades


Fonte:Elaboração a partir de dados no
site::http://www.eaemaquinas.com.br/noticias/negocios/petrobras-assina-contratos-para-a-refinaria-
do-nordeste-11.html

5 Qualificação profissional/Oportunidade de emprego para atender as necessidades da


Refinaria
A questão da qualificação profissional está sempre ligada à teoria do Capital Humano,
teoria essa que, desde os anos 60, vem sendo difundida. A sua ideia de empregabilidade é a
capacidade de um trabalhador se manter empregado. Para isso, o trabalhador precisa saber
melhorar a sua renda ou superar o desemprego, qualificando-se e empenhar-se o bastante para
conseguir um lugar no mercado de trabalho.
No contexto que estamos falando, que é o da Refinaria Abreu e Lima, observa-se que
há um número cada vez maior de trabalhadores que passam por cursos de re/qualificação para
atender a demanda de força de trabalho pela refinaria. Sabemos que existe uma parte da
classe trabalhadora desempregada, integrante da superpopulação, com baixa escolaridade,
pouca capacidade de apreensão que, continuando assim , não terá possibilidade de inserção
nesse mercado de trabalho. Porém, existem ações para a preparação da força de trabalho para
a área em questão, as quais destacamos a forte participação do Sistema (SENAI, SESC,
SENAC, SESI, SEBRAE, SENAR). O SENAI de Pernambuco, em 2005, já possuía uma faixa
de 18 mil a 20 mil alunos nos cursos de qualificação profissional. Agora, em 2010 o SENAI
deve abrir 48,6 mil vagas em seus cursos, com 10 bases de escolas técnicas em nove cidades:
três no Recife e as outras em Paulista, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Garanhuns,
Araripina, Petrolina e Cabo de Santo Agostinho. Também, as universidades estão se
estruturando para fornecer força de trabalho qualificada para a refinaria, como é o caso da
UFPE (Universidade do Estado de Pernambuco) que vem fazendo estudos para abrir mais
curso voltado para o setor de petróleo e gás natural. Segundo reportagem do Jornal do
Comércio (23 de março de 2010) o CEERMA (Centro de Estudos e Ensaios em Risco e
Modelagem Ambiental) inaugurado em agosto de 2009 no campus UFPE, será o único
laboratório do Hemisfério Sul que irá realizar testes em equipamentos usados nos poços de
petróleo. A perspectiva é de que as pesquisas desenvolvidas no laboratório deverão formar,
anualmente, de sete a dez mestres e de três a quatro doutores.
O PNQP (Plano Nacional de Qualificação Profissional) Para atender à necessidade de
pessoal qualificado para o setor de petróleo e gás natural foi estruturado, em 2006, e vem
capacitando, por meio de cursos gratuitos, milhares de profissionais em todos os estados do
País com empreendimentos previstos. Os cursos são de nível básico, médio, técnico e
superior, em mais de 175 categorias profissionais ligadas às atividades do setor de petróleo e
gás. Estão envolvidas cerca de 80 instituições de ensino em 17 estados do Brasil. Como
exemplo temos o Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás
Natural) que tem como objetivo aumentar a competitividade nesta área.
No geral, os cursos vão desde montador de andaime, encarregado de elétrica, de
estrutura, de instrumentação, de montagem mecânica, de pintura e isolamento e de solda,
pedreiro, carpinteiro, armador, encarregado civil, etc.

6 Impacto Econômico em Pernambuco com a Instalação da Refinaria


A Refinaria Abreu e Lima é um dos empreendimentos mais estruturantes em Suape,
esse projeto tem escala mundial, com processamento previsto de 200.000 barris de petróleo
por dia, voltado para a produção de nafta, diesel e GLP, aproveitando a oportunidade de
processar óleo pesado proveniente do Brasil e da Venezuela. O início de suas operações está
previsto para o início de dezembro de 2011, até lá serão criados 10.000 empregos por ano ao
longo de sua construção.
O montante de equipamentos com oportunidades de fornecimento para a fase de
construção da refinaria, a nível nacional, é bem amplo. Podemos citar: reatores, torres de
processo, permutadores, vasos de pressão, formas, compressores, bombas, motores,
ventiladores. Já a nível estadual, as empresas pernambucanas podem fornecer: tubulação,
acessórios de tubulação, válvulas, estruturas metálicas, movimentação de terras, concreto,
ferro de estruturas, painéis elétricos, instrumentos de medição e controle, transformadores,
cabos elétricos.
Com certeza uma refinaria de petróleo implica e dá oportunidades a inúmeras outras
atividades de pequeno, médio e grande porte e com isso a economia de Pernambuco poderá
em muito se beneficiar com o fornecimento de bens e serviços do tipo vigilância, apoio
administrativo, comunicação, lavanderia industrial, uniformes e de extintores de incêndio,
apoio de informática, manutenção predial, locação de veículos e andaimes, tubulares,
manutenção de sistemas de ventilação e ar condicionado, pintura, limpeza, serviços de
refratários e isolamento térmico, manutenção de motores elétricos, manutenção de sistemas
digitais de controle, detalhamento e montagem de pequenos projetos de melhoria nas áreas de
caldeiraria, tubulação, elétrica e instrumentação, alimentação, transporte de pessoal,
manutenção de grandes máquinas, manutenção industrial, movimentação de cargas.
Porém, essas empresas para poderem fornecer seus serviços e produtos, terão que
preencher requisitos como : certificações ISO 9.001, ISO 14.001, atributos SMS, além de
outros atributos técnicos, legais e econômicos específicos, precisam superar desafios
significativos, portanto, tais desafios podem ser superados com a busca de modernização do
parque industrial, com a implementação de programas de qualidade e gestão empresarial,
melhoria de logística, maior articulação com demais fornecedores etc. Então, as empresas
precisam estar preparadas para usufruir as oportunidades que estão surgindo no momento
atual, precisam de infraestrutura.

7 O que fazer para trabalhar em Suape


Existe a expectativa de que as indústrias e empreiteiras do complexo industrial de
suape empreguem 28 mil pessoas nos próximos anos. Para conquistar uma dessas vagas é
preciso investir em capacitação , cadastrar os currículos nas empresas, inscrever-se nas
consultorias recrutadoras de mão de obra e nos órgãos públicos como a Agência do Trabalho
que está recrutando no momento cerca de 630 vagas no setor.
A Pernambuco Construtora está precisando de profissionais de nível superior
(engenheiro) e nível técnico (encarregado de obras). È importante também cadastrar o
currículo no site das consultorias de Pernambuco, pois essas empresas recebem os pedidos das
grandes indústrias e procuram o candidato ideal para a seleção.

8 Vagas por empresa

EMPRESA CARGO Nº VAGAS EXIGÊNCIAS


Refinaria Técnico em tubulação, 110 Curso técnico na área
auxiliar pretendida
administrativo,
armador, montador
deandaime,carpinteiro,
encarregado pedreiro,
Estaleiro Engenheiros, ajudante 250 Curso superior e
industrial médio
RM Eólica Soldador de 168 Nível médio e
MIG,soldador de arco experiência
submerso, caldereiros,
auxiliar de produção,
operador de calandra,
pintor industrial,
jatista, operador de
montagem, técnico de
qualidade, analista de
PCP e técnico de
informática
Fonte: Jornal do Commércio/21 de novembro de 2010.
9 Considerações Finais
Não há dúvidas de que a refinaria terá sustentabilidade econômica, ou seja, a receita
que se pretende obter ultrapassará os custos de produção. Dessa forma são indiscutíveis os
benefícios socioeconômicos que a refinaria trará para a região, introduzindo mais alguns
elementos de dinâmica e de diversificação na economia local, ao gerar empregos diretos,
contratando a maior parte da mão-de-obra . Esses benefícios têm um efeito multiplicador, pois
o que já observamos é que várias empresas estão estimuladas a se instalaram na vizinhança da
refinaria, tanto aquelas que interagirão diretamente com a refinaria (manutenção etc) como as
que interagirão indiretamente via seus funcionários (supermercados, farmácias etc).
A geração de emprego é fato real, porém é necessário as pessoas procurarem
qualificar-se o mais rápido possível para ingressarem nesse novo cenário econômico do estado
de Pernambuco. E, além de tudo isso vale ressaltar que com o aumento da arrecadação os
governos locais poderão dispor de mais recursos para investir em saúde, educação e infra-
estrutura. Em suma, a implantação da refinaria em Pernambuco é de grande importância,
criando alternativas de emprego para a população onde antes, só tinha o corte e cultivo da
cana-de-açúcar como alternativa de trabalho.
10 Referência Bibliográfica

Amaral, Ângela. Qualificação dos trabalhadores e estratégia de hegemonia: o embate de


projetos classistas. Tese (Doutorado em Serviço Social)- Escola de Serviço Social,
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005.

http://www.prominp.com.br/data/pages/8A9548842AD4327C012AD432FEBA0375.htm#10;
acesso 15/11/2010

http://www.unicap.br/neal/artigos/Texto7ProfAbraham.pdf acesso 25/11/2010

http://www.unicap.br/assecom2/boletim/2009/julho/boletim_29.07.2009.html acesso
20/10/2010

http://www.suape.pe.gov.br/ 15/10/2010

http://www.ecoeco.org.br/conteudo/publicacoes/encontros/vii_en/mesa2/trabalhos/uma_avalia
cao_qualitativa_dos_impactos_da_implantacao_de_uma_refinaria.pdf Acesso 30/10/2010

http://www.eaemaquinas.com.br/noticias/negocios/petrobras-assina-contratos-para-a-refinaria-
do-nordeste-11.html acesso em 15/10/2010

http://www.suape.pe.gov.br/atrativos_empresas_instaladas.asp 05/12/2010

www.estudosdotrabalho.org/anais-vii-7-seminario-trabalho-ret-
2010/Francis_Azevedo_e_Angela_Amaral_a_qualificacao_profissional_no_contexto_das_no
vas_oportunidades_em_pernambuco.pdf acesso em 31/10/2010

Jornal do Commércio. Recife, 21 de novembro de 2010, domingo.