Sie sind auf Seite 1von 7

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR

EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

1.0 – 1.1 – 1.1.1 – Falta de sinalização Lesões diversas 2 3 3


Adentrar Atropelamento 1.1.2 – Falta de sinaleiro
Veículos ao
Canteiro de
Obras
1.2 – Batida de 1.2.1 – Falta de sinalização Lesões diversas 2 2 3
Veículos 1.2.1 – Falta de sinaleiro

1.3 – 1.3.1 – Condições do terreno Lesões diversas 3 2 6 Designar um responsável em cada frente de trabalho para
Tombamento 1.3.2 – Falta de sinalização acompanhar a entrada dos veículos para descarga no canteiro de
1.3.3 – Falta de sinaleiro obras
Os veículos deverão possuir alarme de ré e estarem com pisca
alerta ligados quando em movimentação
Locais de risco deverão estar devidamente isolados ou sinalizados
2.0 – 2.1 – Prensagens 2.1.1 – Posicionar-se entre Esmagamento 2 2 7 Orientar aos colaboradores a jamais ficarem sob ou entre peças
Descarga de peças quando içadas ou em movimentação, guiando-as através de
Peças 2.1.2 – Deixar membros cordas ou pedaço de madeira, não as tocando ou segurando-as
sob peças suspensas com as mãos

2.2 – 2.2.1 – Amarração Inadequada Esmagamento / 1 1 2


Instabilidade da 2.2.2 – Excesso de Velocidade Lesões
Carga 2.2.3 – Freadas Bruscas

2.3 – Queda com 2.3.1 – Avarias na carroceria Lesões diversas 2 1 3


Diferença de da Carreta
Nível 2.3.2 – Falta de atenção
2.3.3 – Ritmo de trabalho
intenso

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

1/7
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

2.4 – Queda de 2.4.1 – Materiais sendo içados Lesões diversas 1 1 4 Orientar a todos envolvidos na atividade a subir ferramentas ou
Materiais sobre peças sem devida materiais de trabalho através de cordas, não colocando objetos
amarração sobre as peças

2.5 – Batida de 2.5.1 – Falta de instalação de Lesões diversas 1 1 3


Peças cordas guia

2.6 – 2.6.1 – Carga acima da Lesões diversas 1 3 10 Os Operadores devem respeitar sempre a tabela de carga e
Tombamento do capacidade da máquina observar o local de patolamento quanto a interferências na área,
Guindaste 2.6.2 – Terreno Irregular tais como instabilidade do terreno e instalações elétricas.

2.7 – Lesões diversas 2 3 8 Os cabos de aço deverão conter 03 grampos instalados em cada
Rompimento de 2.7.1 – Cabo de aço avariado ponta, serem inspecionados periodicamente e utilizados
Cabos de Aço 2.7.2 – Instalação Errada dos respeitando o limite de capacidade.
Grampos
2.7.3 – Falta de Grampos no
cabo de aço
2.7.4 – Carga acima da
capacidade do cabo

2.8 – Quebra de 2.8.1 – Içamento de peça com Lesões diversas 1 2 6 Orientar aos colaboradores responsáveis por engatar as peças a
Manilhas manilha enroscada no cabo de observarem a capacidade e a posição das manilhas antes e
aço durante o içamento
2.8.2 – Carga acima da
capacidade da manilha

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

2/7
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

3.0 – 3.1 – Respingos 3.1.1 – Cimento Lançado no Lesões no globo 2 1 4 Fornecer, treinar e exigir o uso do óculos de segurança aos
Regularizaçã nos olhos cofre ocular colaboradores envolvidos nesta atividade.
oe
Concretagem
de Blocos

3.2 – Postura 3.2.1 – Uso de ferramentas DORT 2 1 3


Inadequada / manuais Lombalgias
Esforço físico

3.3 – Irritação da 3.3.1 – Exposição ao cimento Dermatites 1 1 3


Pele

4.0 – Engate 4.1 - Prensagens 4.1.1 – Posicionar-se entre Lesões diversas 3 2 7 Orientar aos colaboradores a jamais ficarem sob ou entre peças
e Içamento peças ou sob peças. quando içadas ou em movimentação, guiando-as através de
de Peças 4.1.2 – Deixar membros cordas ou pedaço de madeira, não as tocando ou segurando-as
sob peças suspensas com as mãos
4.1.3 – Segurar ou tocar
peças na movimentação
4.2 – Queda de Lesões diversas 1 3 9 Os Operadores devem respeitar sempre a tabela de carga e
Peças 4.3.1 – Peso da peça superior observar o local de patolamento quanto a interferências na área,
a capacidade do guindaste tais como instabilidade do terreno e instalações elétricas.
4.3.2 – Garras e Dispositivos
mal instalados / Travados
4.3.3 – Moitão e Ganchos sem
Trava

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

3/7
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

4.3 – Batidas de 4.3.1 – Falta de instalação de Lesões diversas 1 1 3


Peças cordas guia

4.4 – 4.4.1 – Carga acima da Lesões diversas 1 3 9 Os Operadores devem respeitar sempre a tabela de carga e
Tombamento do capacidade da máquina observar o local de patolamento quanto a interferências na área,
Guindaste 4.4.2 – Terreno Irregular tais como instabilidade do terreno e instalações elétricas.

4.5 – Lesões diversas 1 3 8 Os cabos de aço deverão conter 03 grampos instalados em cada
Rompimento de 4.5.1 – Cabo de aço avariado ponta, serem inspecionados periodicamente e utilizados
Cabos de Aço 4.5.2 – Instalação Errada dos respeitando o limite de capacidade.
Grampos
4.5.3 – Falta de Grampos no
cabo de aço
4.5.4 – Carga acima da
capacidade do cabo

4.6 – Postura 4.6.1 – Manuseio de Garras DORT 2 1 3


Inadequada / para engate Lombalgias
Esforço físico

4.7 – Escape de 4.7.1 – Içar peças mantendo Lesões diversas 2 2 6 Orientar os colaboradores a observar antes do início do içamento
Garras garras travadas se as garras estão travadas. Sempre deverá ser utilizado cabo de
segurança na montagem com utilização de garras.

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

4/7
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

4.8 – Quebra de 2.8.1 – Içamento de peça com Lesões diversas 1 2 6 Orientar aos colaboradores responsáveis por engatar as peças a
Manilhas manilha enroscada no cabo de observarem a capacidade e a posição das manilhas antes e
aço durante o içamento
2.8.2 – Carga acima da
capacidade da manilha
4.9 – Quedas de 4.9.1 – Condições do terreno 3 1 4 Manter sempre o local de trabalho organizado. Ter atenção em
mesmo nível 4.9.1 – Organização do local toda e qualquer atividade
de trabalho.

5.0 – 5.1 – Queda com 5.1.1 – Iniciar o procedimento Lesões diversas 2 2 8 Antes do início da montagem os montadores deverão instalar
Montagem de diferença de nível de montagem sem instalação linhas de vida, manter seus cintos devidamente ajustados e
Peças de linhas de vida e proteções fixados nas mesmas. Os capacetes devem possuir jugular
coletivas

5.2 - Prensagens Lesões diversas 3 2 7 Orientar aos colaboradores a jamais ficarem sob ou entre peças
5.2.1 – Posicionar-se entre quando içadas ou em movimentação, guiando-as através de
peças ou sob peças. cordas ou pedaço de madeira, não as tocando ou segurando-as
5.2.2 – Deixar membros com as mãos
sob peças suspensas

5.3 – Queda de 5.3.1 – Ferramentas manuais Lesões diversas 1 1 2


Materiais / sendo manuseadas sem estar
Ferramentas presas ao corpo

5.4 – Queda de 5.4.1 – Peso da peça superior Lesões diversas 1 3 9 Os Operadores devem respeitar sempre a tabela de carga e
Peças a capacidade do guindaste observar o local de patolamento quanto a interferências na área,
5.4.2 – Garras e Dispositivos tais como instabilidade do terreno e instalações elétricas.
mal instalados / Travados
5.4.3 – Moitão e Ganchos sem

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

5/7
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

Trava

5.5 – Batidas de 5.5.1 – Falta de instalação de Lesões diversas 1 1 3


Peças corda-guia

5.6 – 5.6.1 – Carga acima da Lesões diversas 1 3 9 Os Operadores devem respeitar sempre a tabela de carga e
Tombamento do capacidade da máquina observar o local de patolamento quanto a interferências na área,
Guindaste 5.6.2 – Terreno Irregular tais como instabilidade do terreno e instalações elétricas.

5.7 – Lesões diversas 1 3 8 Os cabos de aço deverão conter 03 grampos instalados em cada
Rompimento de 5.7.1 – Cabo de aço avariado ponta, serem inspecionados periodicamente e utilizados
Cabos de Aço 5.7.2 – Instalação errada dos respeitando o limite de capacidade.
Grampos
5.7.3 – Falta de Grampos no
cabo de aço
5.7.4 – Carga acima da
capacidade do cabo

5.8 – Postura 5.8.1 – Trabalho com DORT 2 1 3


Inadequada / manuseio de ferramentas Lombalgias
Esforço físico manuais

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

6/7
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO – APR
EMPRESA: CASSOL Pré Fabricados Ltda. SETOR: OBRA EDUARDO GOMES DATA: REVISÃO: 00
ATIVIDADE: MONTAGEM DE ESTRUTURAS PRÉ-FABRICADAS EM CONCRETO EMITENTE: SESMT CASSOL
PASSOS DA
RISCOS AGENTE EFEITOS FREQ. GRAV. RISCO RECOMENDAÇÕES
TAREFA

5.9 – Quebra de 5.9.1 – Içamento de peça com Lesões diversas 1 2 6 Orientar aos colaboradores responsáveis por engatar as peças a
Manilhas manilha enroscada no cabo de observarem a capacidade e a posição das manilhas antes e
aço durante o içamento
5.9.2 – Carga acima da
capacidade da manilha

LEGENDA – CATEGORIA DE FREQUÊNCIA, GRAVIDADE E RISCO:


FREQUÊNCIA GRAVIDADE RISCO = FREQÜÊNCIA X GRAVIDADE
1 Remota 1 Baixa ≤ 3 Aceito
2 Ocasional 2 Moderada De 4 a 11 Justificativa
3 Provável 3 Alta 12 Não Aceito
4 Freqüente

7/7