Sie sind auf Seite 1von 2

CANTO / REGÊNCIA CORAL

PONTOS PARA AS PROVAS ESCRITA E DIDÁTICA:

1. O Canto Coral no período Clássico.


2. Organização e Administração do trabalho em corais.
3. Aspectos de conceituação (tipos) e estruturação do coro.
4. O Ensaio: o comportamento do coro e do regente.
5. A prática vocal no canto coral;
6. Métodos tradicionais para o estudo da técnica vocal;
7. Técnica vocal: diferentes tipos de impostação;
8. O ensino da regência coral nos Cursos Superiores de Música no Brasil;
9. O ensino do Canto nos Cursos Superiores de Música no Brasil;
10. Anatomia e fisiologia humana no estudo do canto;

Bibliografia Sugerida:

GALLO, J. A.; GREAETZER, G.; NARDI, H.; RUSSO, A. El Director de Coro:


Manual para La direcion de coros vocacionales. – Buenos Aires, Argentina: Editora
Ricordi Americana, 1979.

GIBSON, Mark; GREEN, Elizabeth. The Modern Conductor. 7ª Ed. – New Jersey,
USA: Pearson Education, Upper Saddle River, 2004.

LAGO, Sylvio. A Arte da Regência: História, Técnica e Maestros. – São Paulo: ALGOL
Editora, 2008.

MARTINEZ, Emanuel. Regência Coral: Princípios Básicos. – Curitiba: Editora Dom


Bosco, 2000.

ROBINSON, Ray (Ed.). Choral Music: A Norton Historical Anthology. – New York,
USA: W. W. Norton Company, Inc., 1978.

RUDOLF, Max. The Grammar of Conducting: A Comprehensive Guide to Baton


Technique and Interpretation. 3º ed. – Belmont, CA, USA: Wadsworth Group/Schirmer,
1995.

RUTTER, John (Ed.). European Sacred Music. Oxford Choral Classics. – Oxford,
England: Oxford University Press/Music Department, 1996.

SCHERCHEN, Hermann. Handbook of Conducting. – New York, USA: Oxford


University Press, 1989.

WAGNER, Richard. On Conducting. – Charleston, USA: BiblioBazar, 2004.


LE HUCHE, François & ALLALI, André. A Voz: anatomia e fisiologia dos órgãos da
voz e da fala. Artmed. Vol 1. e 2. (3a ed.) Porto Alegre, 2005.

PACHECO, Alberto. O Canto Antigo Italiano: uma análise comparativa dos tratados de
canto de píer Tosi, giambattista Mancini e Manuel P. R. Garcia. Ed: FAPESP, São
Paulo, 2006.

PROVA PRÁTICA

A prova prática será realizada em duas etapas, como segue:

Primeira etapa: prova de canto - constituir-se-á em apresentação púbica de 30 a


40 minutos, obedecendo aos seguintes critérios:

- o repertório eleito para a apresentação deverá contemplar ao menos 3 períodos


distintos da história da música;
- uma das obras deverá ter sido composta nos séculos XX ou XXI;
- o candidato deverá eleger uma das obras desta apresentação e sobre esta
apresentar explanação a respeito de seus aspectos técnicos, performáticos e musicais em
geral.

Candidatos que necessitarem da participação de um pianista acompanhador


devem responsabilizar-se por estes.

Segunda etapa: prova de prática coral – constituir-se-á em ensaio e


apresentação pública de um coro tendo como peça de confronto Ave Verum Corpus (K
618) de W. A. Mozart. Esta prova terá duração de 30 minutos, onde o candidato ficará
livre para desenvolver atividades com o coro, incluindo uma audição da referida obra.
Será disponibilizado um coro para esta prova.