Sie sind auf Seite 1von 24

DO ABONO SALARIAL

1 - Q63373 ( TRT 2R (SP) - 2009 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Juiz / Direito do Trabalho / Suspensão e
Interrupção no contrato de trabalho; Abono salarial; )

São considerados motivos justificados para abono de faltas ao serviço, sem prejuízo do salário ou aplicação
de outra punição:

• a) O afastamento por 03 (três) dias consecutivos, em caso de falecimento de cônjuge, ascendente,


descendente e irmão.

• b) O afastamento por 01 (um) dia a cada 06 (seis) meses de trabalho, em caso de doação voluntaria
de sangue devidamente comprovada.

• c) O afastamento nos dias em que estiver comprovadamente realizando provas de exame vestibular
para ingresso em estabelecimento de ensino superior.

• d) As horas em que o empregado compareceu como parte na Justiça do Trabalho, limitado ao período
de 05 (cinco) horas visto que, nos termos do artigo 813 da CLT as audiências não poderão ultrapassar
este tempo.

• e) O tempo em que o empregado, na qualidade representante de entidade sindical, estiver


participando de reunião oficial da Organização Internacional do Trabalho - OIT, desde que não exceda
30 (trinta) dias.

2 - Q43846 ( CESPE - 2010 - Caixa - Técnico Bancário - Administrativo / Direito do Trabalho / Abono
salarial; )

No que diz respeito ao abono salarial e ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), assinale a opção correta.

• a) O abono salarial corresponde a, no máximo, quatro salários mínimos.

• b) O FAT, vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego, é destinado ao custeio do Programa de


Seguro-Desemprego, ao pagamento do abono salarial e ao financiamento de programas de
desenvolvimento econômico.

• c) Empregados que tenham percebido, de empregadores que contribuem para o Programa de


Integração Social (PIS) ou para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP),
até cinco salários mínimos médios de remuneração mensal no período trabalhado e que tenham
exercido atividade remunerada pelo menos durante trinta dias no ano-base têm assegurado o direito à
percepção do abono salarial.

• d) Empregados que estejam cadastrados há pelo menos três anos no Fundo de Participação PIS-
PASEP ou no Cadastro Nacional do Trabalhador têm assegurado o direito à percepção do abono
salarial.

• e) Bancos privados ou oficiais federais podem proceder ao pagamento das despesas relativas ao
abono salarial, conforme normas definidas pelos gestores do FAT.

3 - Q23869 ( CESPE - 2008 - MTE - Agente Administrativo / Direito do Trabalho / Seguro desemprego;
Abono salarial; )

Julgue os itens a seguir, acerca do abono salarial e do segurodesemprego.

O valor referente ao abono salarial corresponde ao valor de um salário mínimo vigente na época do
pagamento.

• ( ) Certo ( ) Errado

4 - Q23870 ( CESPE - 2008 - MTE - Agente Administrativo / Direito do Trabalho / Seguro desemprego;
Abono salarial; )
Uma das condições para que o trabalhador receba o abono salarial é o cadastramento, há pelo menos cinco
anos, no fundo de participação PIS-PASEP ou no cadastro nacional do trabalhador.

• ( ) Certo ( ) Errado

GABARITOS:

1-C 2-B 3-C 4-C

DAS FÉRIAS

1 - Q82475 ( TRT 14R - 2008 - TRT - 14ª Região (RO e AC) - Juiz - Prova 1 / Direito do Trabalho / Férias; )

Consideradas as proposições abaixo, assinale a alternativa correta:

I. Representam intervalos intrajornadas não remunerados: uma hora até duas horas, no trabalho contínuo
cuja duração exceda de seis horas; quinze minutos, no trabalho contínuo que ultrapassar quatro horas e não
exceder de seis horas; dez minutos a cada noventa minutos trabalhados, em serviços permanentes de
mecanografia, datilografia, escrituração ou cálculo; vinte minutos a cada três horas consecutivas de trabalho
em minas de subsolo.

II. Trabalho sob regime de tempo parcial é aquele cuja duração não exceda a metade da jornada de quarenta
e quatro horas semanais, sendo que um dos seus efeitos é a proporcionalidade salarial.

III. Não terá direito a férias, o empregado que tiver percebido da Previdência Social prestações de acidente
de trabalho ou de auxílio-doença por mais de seis meses, mesmo que descontínuos.

IV. Não se computam no cálculo do valor das férias as parcelas de adicional de insalubridade quando o
respectivo pagamento é suspenso, no curso do período aquisitivo, por força de alteração nas condições de
trabalho do empregado.

• a) Apenas a proposição III é verdadeira.

• b) Apenas as proposições I e III são verdadeiras.

• c) Apenas a proposição I e IV são verdadeiras.

• d) Todas as proposições são verdadeiras.

• e) Todas proposições são falsas.

2 - Q82550 ( FCC - 2010 - TRT - 22ª Região (PI) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Quanto ao direito às férias, é correto afirmar:

• a) Após cada período de dez meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a
férias de trinta dias corridos, quando não houver faltado ao serviço mais de cinco vezes.

• b) Todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias, sem prejuízo da
remuneração.

• c) Após cada período de doze meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a
férias de 18 dias corridos quando houver tido sete faltas injustificadas.

• d) Após cada período de doze meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a
férias de vinte dias corridos, quando não houver faltado ao serviço mais de cinco vezes.

• e) Após cada período de dez meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a
férias de trinta dias úteis, quando não houver faltado ao serviço mais de cinco vezes.
3 - Q82446 ( FCC - 2010 - TRT - 12ª Região (SC) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Fabiano e José são empregados da empresa FJ. Durante o período aquisitivo de férias, Fabiano teve 4 faltas
injustificadas e José teve 22 faltas injustificadas. Nestes casos, de acordo com a Consolidação das Leis do
Trabalho, Fabiano e José terão, respectivamente, direito de gozo de

• a) 24 e 15 dias corridos de férias.

• b) 30 e 24 dias corridos de férias.

• c) 30 e 18 dias corridos de férias.

• d) 30 e 12 dias corridos de férias.

• e) 28 e 18 dias corridos de férias.

4 - Q82375 ( FCC - 2010 - TRT - 12ª Região (SC) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

Marta e Mario são empregados da empresa Z e trabalham no mesmo setor. Considerando que Marta e Mario
são casados, eles

• a) não terão direito a gozar férias no mesmo período, uma vez que a época de concessão das férias
será a que melhor consulte os interesses do empregador.

• b) terão direito a gozar férias no mesmo período, se assim o desejarem, independentemente de


resultar ou não prejuízo para o serviço em razão do direito que lhes é resguardado pela Constituição
Federal brasileira.

• c) terão direito a gozar férias no mesmo período, se assim o desejarem e se disto não resultar
prejuízo para o serviço.

• d) terão direito a gozar férias no mesmo período somente se requererem com antecedência mínima de
noventa dias antes de expirado o período aquisitivo de férias, bem como se houver previsão contratual
neste sentido.

• e) terão direito a gozar férias no mesmo período somente se requererem dentro de cento e vinte dias
contados da expiração do período aquisitivo de férias, bem como se houver previsão contratual neste
sentido.

5 - Q82382 ( FCC - 2010 - TRT - 12ª Região (SC) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

A respeito do abono de férias, analise:

I. Deverá ser requerido até quinze dias antes do término do período aquisitivo.

II. Tratando-se de férias coletivas, a concessão do abono de férias depende de requerimento individual,
independentemente de acordo coletivo entre o empregador e o sindicato representativo da respectiva
categoria profissional.

III. As disposições previstas na Consolidação das Leis do Trabalho referentes ao abono de férias aplicamse
aos empregados sob o regime de tempo parcial.

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, está correto o que consta APENAS em

• a) I e III.

• b) II.

• c) I e II.
• d) II e III.

• e) I.

7 - Q81932 ( FCC - 2010 - PGM-PI - Procurador Municipal - Prova tipo 3 / Direito do Trabalho / Férias; )

As férias

• a) serão remuneradas sem incidência do adicional extraordinário e noturno, não servido estes como
base de cálculo de sua remuneração.

• b) coletivas devem ser comunicadas ao órgão local do Ministério do Trabalho e Emprego, com a
antecedência mínima de 60 dias, com a menção das datas de início e fim.

• c) dos maiores de 50 anos poderão ser concedidas em dois períodos, sendo que um deles não poderá
ser inferior a 15 dias corridos.

• d) vencidas, na ruptura contratual, incidirão em benefício do obreiro, qualquer que seja a causa de
extinção do contrato de trabalho, inclusive havendo justa causa obreira.

• e) coletivas não poderão ser gozadas em dois períodos, sendo obrigatoriamente gozadas em 30 dias
corridos.

8 - Q81933 ( FCC - 2010 - PGM-PI - Procurador Municipal - Prova tipo 3 / Direito do Trabalho / Férias; )

Maria, antes de completar o período aquisitivo de doze meses de suas férias, teve seu contrato individual de
trabalho rescindido sem justa causa pela empresa empregadora. Neste caso, Maria

• a) terá direito ao pagamento de 2/3 da remuneração das férias proporcionais ao período trabalhado.

• b) terá direito ao pagamento de 1/3 da remuneração das férias proporcionais ao período trabalhado.

• c) não terá direito ao pagamento da remuneração das férias proporcionais.

• d) terá direito ao pagamento de 50% da remuneração das férias proporcionais ao período trabalhado.

• e) terá direito ao pagamento da remuneração das férias proporcionais.

9 - Q80019 ( FCC - 2010 - TRT - 22ª Região (PI) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Maria foi contratada em fevereiro de 2010 pela empresa X para exercer a função de secretária. Em dezembro
do mesmo ano, preenchendo os requisitos legais, a empresa concederá férias coletivas a todos os seus
empregados.

Diante da situação, Maria

• a) gozará, na oportunidade, férias proporcionais, iniciando- se, então, novo período aquisitivo.

• b) gozará, na oportunidade, férias integrais.

• c) poderá gozar, na oportunidade, férias proporcionais, contudo, não será iniciado novo período
aquisitivo.

• d) não poderá gozar dessas férias coletivas, tendo em vista estar empregada por período inferior a 12
meses.

• e) poderá gozar, na oportunidade, férias integrais, contudo, não será iniciado novo período aquisitivo.
10 - Q79971 ( FCC - 2010 - TRT - 22ª Região (PI) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; )

Simone é empregada da empresa COPAS e recebe gratificação semestral; Janina é empregada da empresa
OURO e recebe adicional de periculosidade; e Nair é empregada do restaurante ESPADAS e recebe gorjeta
cobrada diretamente na nota de serviço. Nestes casos, incorporam- se ao cálculo das férias as verbas
recebidas por

• a) Simone, Janina e Nair.

• b) Simone e Janina, apenas.

• c) Janina e Nair, apenas.

• d) Janina, apenas.

• e) Nair, apenas.

GABARITOS:

1-A 2-B 3-C 4-C 5-E 6-X 7-D 8-E 9-A 10 - C

11 - Q79972 ( FCC - 2010 - TRT - 22ª Região (PI) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Extinção do contrato de trabalho; Férias; )

Milena, Angelina, Bartolomeu e Caio eram empregados da empresa BOM DIA. Em virtude de corte de verbas,
os quatro funcionários foram dispensados sem justa causa. Quando da dispensa, Milena laborava para a
empresa há cinco meses; Angelina há dez meses; Bartolomeu há cinco anos e oito meses; e Caio há sete
anos e dois meses. Nestes casos, com a extinção do contrato de trabalho, fará jus ao pagamento da
remuneração das férias proporcionais

• a) Milena, Angelina, Bartolomeu e Caio.

• b) Angelina, Bartolomeu e Caio, apenas.

• c) Bartolomeu e Caio, apenas.

• d) Caio, apenas.

• e) Bartolomeu, apenas.

12 - Q79384 ( FCC - 2010 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista Judiciário - Execução de Mandados / Direito
do Trabalho / Férias; )

A empresa A pretende conceder férias coletivas no mês de fevereiro para um determinado setor específico.
Neste caso, a empresa A

• a) não poderá concedê-las, tendo em vista que é vedada a concessão de férias coletivas apenas para
um setor da empresa.

• b) poderá concedê-las, desde que não seja por período inferior a dez dias corridos.

• c) não poderá concedê-las, tendo em vista que é vedada a concessão de férias coletivas no mês de
fevereiro.

• d) poderá concedê-las, desde que seja obrigatoriamente por período de trinta dias corridos.

• e) poderá concedê-las, desde que não seja por período inferior a quinze dias corridos.
13 - Q78863 ( FCC - 2010 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

Violeta laborava por dois anos e seis meses para a empresa Flor, quando a mesma começou a não pagar seu
salário mensal. Ajuizou reclamação trabalhista requerendo a extinção do contrato de trabalho por culpa
exclusiva da empresa Flor, bem como, requerendo, dentre outras verbas, suas férias vencidas. Considerando
que Violeta permaneceu trabalhando durante o curso de sua reclamação trabalhista, em regra, as férias
vencidas serão calculadas com base na remuneração devida para Violeta

• a) quando da sua contratação, acrescidas de 50%.

• b) na época da reclamação, acrescidas de 50%.

• c) quando as férias deveriam ter sido gozadas e em dobro.

• d) quando as férias deveriam ter sido gozadas, acrescidas de 50%.

• e) na época da reclamação e em dobro.

14 - Q74972 ( CESGRANRIO - 2010 - EPE - Advogado / Direito do Trabalho / Férias; )

A empresa X, ao pagar as férias proporcionais ao Sr. João, alegou que não pagaria o acréscimo do terço
constituicional porque o mesmo não havia concluído o período aquisitivo de um ano de trabalho contínuo.
Analisando o caso, de acordo com a orientação do T.S.T., deve-se considerar que:

• a) somente as férias gozadas, na vigência da CF/1988, sujeitam- se ao acréscimo do terço previsto no


art. 7o, XVII.

• b) somente as férias integrais e gozadas, na vigência da CF/1988, sujeitam-se ao acréscimo do terço


previsto no art. 7o, XVII.

• c) somente o pagamento das férias integrais, gozadas ou não, na vigência da CF/1988, sujeita-se ao
acréscimo do terço previsto no art. 7o, XVII.

• d) o pagamento das férias, integrais ou proporcionais, gozadas ou não, mesmo antes da vigência da
CF/1988, sujeita-se ao acréscimo do terço previsto no art. 7o, XVII.

• e) o pagamento das férias, integrais ou proporcionais, gozadas ou não, na vigência da CF/1988,


sujeita-se ao acréscimo do terço previsto no art. 7o, XVII.

15 - Q64923 ( CESPE - 2010 - DPU - Defensor Público / Direito do Trabalho / Férias; )

Acerca do que dispõem a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a jurisprudência a respeito das férias,
julgue os itens que se seguem.

O cálculo da remuneração das férias do tarefeiro deve ser realizado com base na média da produção do
período aquisitivo, garantida a observância do valor da remuneração da tarefa na data da concessão.

• ( ) Certo ( ) Errado

16 - Q64924 ( CESPE - 2010 - DPU - Defensor Público / Direito do Trabalho / Férias; )

A indenização por férias não concedidas em tempo oportuno deve ser calculada com base na remuneração
devida ao empregado na época de eventual reclamação ou, se for o caso, quando da extinção do contrato.

• ( ) Certo ( ) Errado

17 - Q63381 ( TRT 2R (SP) - 2009 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Juiz / Direito do Trabalho / Férias; )

Sobre as férias anuais remuneradas, está correta afirmar que:


• a) Quando o salário for pago por hora com jornadas variáveis, apurar-se-á a média dos últimos três
meses do período aquisitivo, aplicando-se o valor do salário na data da concessão das férias.

• b) Os adicionais por trabalho extraordinário, noturno, insalubre ou perigoso serão computados no


salário que servirá de base de cálculo da remuneração de férias.

• c) Quando o salário for pago por percentagem, comissão ou viagem, apurar-se-á a média percebida
pelo empregado nos últimos seis meses que procederam à concessão das férias.

• d) Caso reste ultrapassado o período concessivo sem o efetivo usufruto do período de férias
respectivo, cabe ao empregador optar pelo pagamento em dobro da respectiva remuneração sem o
afastamento do empregado ou o pagamento de forma simples com o afastamento do empregado pelo
dobro do período de descanso a que teria jus.

• e) É faculdade do empregador a escolha da época de concessão das férias, bem como a conversão de
10 dias do período de férias em abono pecuniário.

18 - Q62747 ( FCC - 2010 - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Com relação às férias, é certo que

• a) somente em casos excepcionais serão concedidas em dois períodos, um dos quais não poderá ser
inferior a 10 dias corridos.

• b) após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho o empregado terá direito a
férias de 18 dias corridos, quando houver tido de 6 a 14 faltas injustificadas.

• c) após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho o empregado terá direito a
férias de 25 dias corridos, quando houver tido de 15 a 20 faltas injustificadas.

• d) a concessão das férias será participada, por escrito, ao empregado, com antecedência de, no
mínimo, 45 dias. Desta participação o interessado dará recibo.

• e) o adicional por trabalho extraordinário não será computado no salário que servirá de base ao
cálculo da remuneração das férias, em razão da natureza indenizatória deste adicional.

19 - Q62151 ( TRT 21R (RN) - 2010 - TRT - 21ª Região (RN) - Juiz - Caderno 1 / Direito do Trabalho /
Férias; )

Antônio foi admitido em 10.04.2000 para exercer a função de vendedor na empresa Casa dos Tecidos Ltda.
Pediu demissão do emprego em 13.09.2009, uma vez que conseguiu um outro emprego, que teve início no
mesmo dia do pedido de demissão. Considerando-se esses fatos, é correto afirmar:

• a) Antônio faz jus a 08/12 de 13° salário proporcional e a 05/12 de férias proporcionais;

• b) Antônio faz jus a 09/12 de 13° salário proporcional e a 06/12 de férias proporcionais;

• c) Antônio faz jus a 09/12 de 13° salário proporcional e a 07/12 de férias proporcionais;

• d) Antônio faz jus a 08/12 de 13° salário proporcional e a 06/12 de férias proporcionais;

• e) Antônio faz jus a 09/12 de 13° salário proporcional e a 05/12 de férias proporcionais.

20 - Q60248 ( CESPE - 2010 - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) - Juiz - Parte I / Direito do Trabalho / Férias; )

Em cada uma das opções abaixo, é apresentada uma situação hipotética relativa a férias, seguida de uma
assertiva a ser julgada.

Assinale a opção que apresenta a assertiva correta.


• a) Lucas, nascido no dia 25/7/1958, trabalha como engenheiro em uma construtora desde 11/3/1996.
Nessa situação, Lucas pode, no ano de 2010, gozar férias de dois períodos de quinze dias cada um.

• b) O período concessivo de férias a que José tinha direito iniciouse no dia 28/4/2009, com final em
27/4/2010. O empregador concedeu-lhe férias de trinta dias de 1.º /4/2010 a 30/4/2010.
Nessa situação, José terá direito à percepção de vinte e sete dias de forma simples e três dias de
forma dobrada, acrescidos os trinta dias de um terço.

• c) Carla, nascida no dia 14/4/1992, foi contratada, no dia 17/5/2008, para prestar serviço como
auxiliar de escritório. Quando completou doze meses de trabalho, ela cursava o último ano do ensino
fundamental. O calendário escolar da entidade de ensino frequentada pela empregada indicava férias
entre 1.º /7/2009 e 30/7/2009 e entre 15/12/2009 e 31/1/2010.
Nessa situação, Carla poderia ter exigido de seu empregador que as férias do trabalho coincidissem
com as férias escolares de julho de 2009.

• d) Márcio, engenheiro, e Marina, arquiteta, são casados, e trabalham na mesma empresa há mais de
quinze anos. O casal tem um filho de doze e outro de dez anos de idade. Nessa situação, é assegurado
a Márcio e Marina o direito de tirar férias no mesmo período, o qual, considerando-se a idade dos
filhos, deve, necessariamente, coincidir com as férias escolares.

• e) Lauro, que trabalha em jornada em tempo parcial desde 22/4/2009 e cumpre regime de dezoito
horas semanais, não teve nenhuma falta injustificada durante o período aquisitivo de férias. Nessa
situação, Lauro tem direito ao gozo de somente dezoito dias de férias.

GABARITOS:

11 - A 12 - B 13 - E 14 - E 15 - C 16 - C 17 - B 18 - A 19 - A 20 - B

21 - Q59108 ( FCC - 2010 - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Remuneração e salário; Férias; Adicionais; )

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, com relação à remuneração e ao abono de férias, é
correto afirmar:

• a) Na remuneração das férias, quando o salário for pago por hora com jornadas variáveis, apurar-se-á
a média do período aquisitivo, aplicando-se o valor do salário na data da concessão das férias.

• b) O abono de férias deverá ser requerido até trinta dias antes do término do período aquisitivo.

• c) O pagamento da remuneração das férias será efetuado até cinco dias antes do início do respectivo
período.

• d) Quando o salário for pago por percentagem, comissão ou viagem, apurar-se-á a média percebida
pelo empregado nos três meses que precederem a concessão das férias.

• e) Os adicionais por trabalho noturno, insalubre ou perigoso não serão computados no salário que
servirá de base ao cálculo da remuneração das férias por expressa disposição legal.

22 - Q56941 ( AOCP - 2004 - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Juiz - 1ª Prova - 1ª Etapa / Direito do Trabalho /
Férias; )

Analise a proposição a seguir e assinale a alternativa correta:


O abono de férias deverá ser requerido:

• a) até 6 (seis) meses antes do término do período aquisitivo

• b) até 30 (trinta) dias antes do término do período aquisitivo

• c) até 15 (quinze) dias antes do término do período aquisitivo

• d) a qualquer tempo por ser direito do trabalhador


• e) até 15 (quinze) dias antes do início de gozo das férias, em qualquer hipótese

23 - Q56264 ( TRT 8R - 2005 - TRT - 8ª Região (PA e AP) - Juiz - Prova 1 - 1ª etapa / Direito do Trabalho /
Férias; Jornada de trabalho; Adicionais; )

Marque a alternativa certa:

• a) Ajustado o regime de tempo parcial e estabelecido que a jornada será de 4 horas, assegurado está
o intervalo mínimo de 15 minutos.

• b) É permitida a negociação coletiva dos dias destinados à licença gestante.

• c) O empregador é obrigado a conceder férias conjuntas a todos os membros de uma mesma família.

• d) O eletricitário que fizer jus ao adicional de periculosidade, segundo jurisprudência pacífica do


Tribunal Superior do Trabalho, deve recebê-lo sobre a totalidade de sua remuneração e independente
do tempo de exposição.

• e) No uso do poder disciplinar é permitido ao empregador rebaixar o empregado para outra função.

24 - Q55478 ( FAE - 2006 - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Juiz - 1ª Prova - 1ª Etapa / Direito do Trabalho /
Férias; )

Considere as proposições abaixo formuladas e assinale a alternativa correta:

I. A Convenção nº 132 da Organização Internacional do Trabalho - OIT, ratificada pelo Brasil, estabelece que
a duração das férias não poderá ser inferior a 3 semanas de trabalho, por ano de serviço, e que os feriados,
quer se situem ou não dentro do período de férias anuais, não podem ser computados como parte do período
mínimo de férias anuais previsto na mesma Convenção.

II. Um empregado admitido em 01/02/05 e despedido sem justo motivo no dia 31/03/06, nesta data afastado
de suas funções, receberá de seu empregador, por ocasião do acerto rescisório, além de um período integral
de férias, férias proporcionais à razão de 2/12 avos. As férias integrais e proporcionais devem ser acrescidas
de 1/3, na forma da Constituição Federal.

III. O empregador deverá comunicar a concessão das férias com antecedência mínima de 30 dias, em regra
escolhendo a época de concessão de acordo com seus interesses, e pagando a remuneração correspondente
até 2 dias antes do início do período.

IV. Todo empregado tem direito anualmente ao gozo de um período de 30 dias de férias, sem prejuízo da
remuneração, sendo facultado ao empregado, inclusive ao empregado sob o regime de tempo parcial,
converter 1/3 do período de férias a que tiver direito em abono pecuniário, no valor da remuneração que lhe
seria devida nos dias correspondentes.

• a) apenas I e III estão corretas

• b) apenas I e IV estão corretas

• c) apenas III e IV estão corretas

• d) apenas IV está correta

• e) todas estão corretas

25 - Q54142 ( FCC - 2006 - TRT - 6ª Região (PE) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Ao completar doze meses de trabalho, o empregado terá direito a férias que serão concedidas

• a) no dia seguinte àquele em que se completou o período aquisitivo.


• b) na época em que for mais conveniente para o empregado.

• c) na época em que for mais conveniente para o empregador, dentro do período concessivo.

• d) preferencialmente nos meses de julho ou janeiro, observado o período concessivo.

• e) sempre de uma só vez, proibido o fracionamento.

26 - Q53260 ( CESPE - 2008 - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; Trabalho noturno; Contrato Individual de Trabalho: Generalidades;
)

Assinale a opção correta, a respeito de férias, contrato individual de trabalho e trabalho noturno.

• a) A indenização pelo não-deferimento das férias no tempo oportuno será calculada com base na
remuneração devida ao empregado na época da reclamação ou, se for o caso, na da extinção do
contrato.

• b) Reconhecida a culpa recíproca na rescisão do contrato de trabalho (art. 484 da CLT), o empregado
tem direito a 50% do valor do aviso prévio e do décimo terceiro salário, não lhe sendo devidas férias
proporcionais.

• c) As faltas ou ausências decorrentes de acidente do trabalho são consideradas para os efeitos de


duração de férias e cálculo da gratificação natalina.

• d) A transferência para o período diurno de trabalho não implica a perda do direito ao adicional
noturno.

• e) Após cada período de 12 meses de vigência de contrato de trabalho, o empregado terá direito a
férias de 12 dias consecutivos, quando houver tido de 15 a 23 faltas.

27 - Q53332 ( FCC - 2006 - TRT - 6ª Região (PE) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

O empregado contratado sob a modalidade do regime de tempo parcial, que trabalha 18 (dezoito) horas por
semana, tem direito a férias de

• a) 12 (doze) dias.

• b) 14 (quatorze) dias.

• c) 16 (dezesseis) dias.

• d) 24 (vinte e quatro) dias.

• e) 30 (trinta) dias.

28 - Q49409 ( FCC - 2009 - TRT - 16ª REGIÃO (MA) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Extinção do contrato de trabalho; Férias; )

O empregado que se demite sem antes completar doze meses de serviço

• a) só tem direito a férias proporcionais se houver previsão em convenção coletiva da categoria ou


acordo normativo.

• b) tem direito a férias proporcionais.

• c) não tem direito a férias proporcionais em nenhuma hipótese.

• d) tem direito a férias proporcionais reduzida da metade.

• e) só tem direito a férias proporcionais se houver dispositivo contratual específico.


29 - Q48108 ( VUNESP - 2008 - DPE - MS - Defensor Público / Direito do Trabalho / Férias; )

Acerca das férias, assinale a alternativa correta.

• a) Quando o empregador não respeita o período concessivo de férias e impede a fruição no prazo
regular, fica obrigado a concedê-las em dobro, ampliando o período de descanso do trabalhador.

• b) As férias dos trabalhadores de idade superior a 50 (cinqüenta) anos de idade sujeitam-se a um


regime especial, no qual há um acréscimo remuneratório superior ao dos trabalhadores mais jovens.

• c) Com a promulgação, vigência e eficácia da Convenção 132 da Organização Internacional do


Trabalho, houve modificações quanto à contagem dos dias e fracionamento das férias.

• d) Considerando que dizem respeito à saúde do trabalhador, as férias constituem um direito que não
se sujeita a prescrição, admitindo a cobrança a qualquer tempo.

30 - Q47295 ( CESPE - 2009 - SECONT-ES - Auditor do Estado – Direito / Direito do Trabalho / Férias; )

A respeito dos aspectos relacionados ao direito do trabalho, julgue


os itens a seguir.

Na cessação do contrato de trabalho, após doze meses de serviço, o empregado, desde que não seja demitido
por justa causa, tem direito à remuneração relativa ao período incompleto de férias, nos termos da CLT, na

proporção de por mês de serviço ou fração superior a quatorze dias.

• ( ) Certo ( ) Errado

GABARITOS:

21 - A 22 - C 23 - D 24 - A 25 - C 26 - A 27 - B 28 - B 29 - C 30 - C

31 - Q47564 ( FCC - 2009 - TRT - 7ª Região (CE) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

Com relação às férias é INCORRETO afirmar:

• a) Somente em casos excepcionais serão as férias concedidas em dois períodos, um dos quais não
poderá ser inferior a dez dias corridos.

• b) Quando o salário for pago por tarefa tomar-se-á por base a média da produção no período
aquisitivo do direito a férias, aplicando-se o valor da remuneração da tarefa na data da concessão das
férias.

• c) Em regra, se o empregado recebe utilidades, devem estas fazer parte da remuneração das férias.

• d) Após cada período de doze meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a
vinte e quatro dias corridos de férias, quando houver tido de seis a catorze faltas injustificadas.

• e) As gratificações anuais, semestrais, ou trimestrais integram o cálculo da remuneração das férias.

32 - Q46331 ( CESPE - 2008 - PGE-CE - Procurador de Estado / Direito do Trabalho / Férias; )

Acerca das férias em direito do trabalho, segundo a Constituição Federal, a CLT e jurisprudência sumulada e
consolidada do TST, julgue os itens a seguir.

I A aquisição do direito às férias ocorre a cada ano de vigência do contrato de trabalho, sem ocasionar perda
do direito à remuneração correspondente.
II A concessão das férias deve ocorrer nos doze meses subseqüentes à data em que o empregado tiver
adquirido o direito, sendo a época definida pelo empregador, conforme seu interesse, ressalvado o direito de
membros da mesma família gozarem férias no mesmo período, se assim desejarem e disso não resultar
prejuízo para o serviço, e o direito do empregado estudante de ter coincididas suas férias do trabalho com o
período de férias escolares.
III O empregador deverá pagar em dobro a remuneração do período de férias sempre que elas forem
concedidas após o período concessivo regular.
IV As férias devem ser remuneradas com adicional de, pelo menos, um terço do valor do salário normal,
inclusive sobre a parcela que eventualmente for convertida em pecúnia.
V A prescrição do direito de reclamar a concessão das férias ou o pagamento da respectiva remuneração ou
adicional é contada do término do período aquisitivo ou, se for o caso, da cessação do contrato de trabalho.

A quantidade de itens certos é igual a

• a) 1.

• b) 2.

• c) 3.

• d) 4.

• e) 5.

34 - Q33658 ( CESPE - 2008 - DPE - CE - Defensor Público / Direito do Trabalho / Férias; )

Um empregado foi convocado para prestar serviço militar obrigatório. Em virtude do serviço militar, o referido
empregado ausentou-se do trabalho por 12 meses consecutivos. Em face dessa situação e à luz da CLT,
julgue os itens a seguir.

Na hipótese considerada, se comparecer ao estabelecimento no qual preste serviços dentro de 90 dias da


data em que se verificar a sua baixa, o empregado terá o tempo de serviço prestado anteriormente à
apresentação para o serviço militar obrigatório computado no período aquisitivo de férias.

• ( ) Certo ( ) Errado

35 - Q33200 ( CESPE - 2010 - AGU - Procurador / Direito do Trabalho / Férias; )

A respeito de férias, julgue os seguintes itens.

É assegurada ao empregado, para efeito da aquisição do direito a férias, a contagem do tempo de trabalho
anterior à sua apresentação para serviço militar obrigatório no período aquisitivo, desde que ele compareça
ao estabelecimento, no máximo, trinta dias após a data em que se verificar a respectiva baixa.

• ( ) Certo ( ) Errado

36 - Q33201 ( CESPE - 2010 - AGU - Procurador / Direito do Trabalho / Férias; )

É facultado ao empregado sob o regime parcial converter um terço do período de férias a que tiver direito em
abono pecuniário, no valor da remuneração que lhe seria devida nos dias correspondentes.

• ( ) Certo ( ) Errado

37 - Q31387 ( INSTITUTO CIDADES - 2008 - TRT - 1ª REGIÃO (RJ) - Juiz - 1ª Fase - 2ª Etapa / Direito do
Trabalho / Férias; )

No que se refere às férias, é incorreto dizer que:

• a) A remuneração das férias, ainda quando devida após a cessação do contrato de trabalho, terá
natureza salarial, para os fins de inscrição junto à massa falida.

• b) O empregado doméstico terá direito a férias anuais de 30 (trinta) dias com, pelo menos, 1/3 (um
terço) a mais que o salário normal, após cada período de 12 (doze) meses de trabalho prestado à
mesma pessoa ou família.
• c) Em razão da importância do descanso anual, durante as férias o empregado não poderá prestar
serviço a outro empregador, sob pena de ser considerado ato de insubordinação.

• d) O tripulante que, por determinação do armador, for transferido para o serviço de outro, terá
computado, para o efeito de gozo de férias, o tempo de serviço prestado ao primeiro, ficando obrigado
a concedê-las o armador em cujo serviço ele se encontrar na época de gozá-las.

• e) A concessão das férias será participada, por escrito, ao empregado, com antecedência de, no
mínimo, 30 (trinta) dias. Dessa participação o empregado dará recibo.

38 - Q29871 ( ESAF - 2010 - MTE - Auditor Fiscal do Trabalho - Prova 2 / Direito do Trabalho / Férias;
Salário Mínimo; )

Assinale a opção correta.

• a) Para o cálculo das férias, deve ser considerada a média dos salários fi xos apurada durante o
período aquisitivo, com integração, também, pela média duodecimal, de outras parcelas de caráter
salarial recebidas habitualmente.

• b) Pode-se considerar "salário normativo" tanto o menor parâmetro (valor) defi nido para certa
categoria profi ssional, por meio de sentença normativa ou de convenção ou de acordo coletivo de
trabalho, como a equivalência de remuneração entre o trabalhador temporário e os empregados da
mesma categoria da empresa tomadora dos serviços temporários.

• c) São características do salário o caráter alimentar e forfetário, a disponibilidade relativa, a


irrenunciabilidade, a periodicidade, a intermitência, a tendência à determinação autônoma e a pós-
numeração.

• d) Tanto no cálculo das férias como da gratifi cação natalina, deve ser considerada a integração, pela
média, das gorjetas, porquanto, embora pagas por terceiros, compõem a remuneração do trabalhador.

• e) O décimo terceiro salário é direito de todo empregado, incluindo os trabalhadores domésticos e os


rurícolas, mas não é devido no caso dos safristas informalmente contratados e na hipótese de rescisão
contratual por culpa recíproca.

39 - Q29872 ( ESAF - 2010 - MTE - Auditor Fiscal do Trabalho - Prova 2 / Direito do Trabalho / Alterações no
contrato de trabalho; FGTS; Férias; )

Assinale a opção incorreta.

• a) O trabalhador transferido, por ato unilateral do empregador, para local mais distante de sua
residência, tem direito a suplemento salarial correspondente ao acréscimo da despesa de transporte.

• b) Observado o princípio protetivo, na hipótese de coexistência de dois regulamentos da empresa,


cujas cláusulas revoguem ou alterem vantagens deferidas, o empregado poderá optar, com efeitos ex
nunc, por um deles, mas sua desistência será retratável, acaso se comprove que a escolha ocorreu
sobre normas menos favoráveis.

• c) As faltas ou ausências decorrentes de acidente do trabalho não são consideradas para os efeitos de
duração de férias, salvo se o trabalhador tiver percebido da Previdência Social prestações de acidente
do trabalho ou de auxílio doença por mais de seis meses, embora descontínuos.

• d) A remuneração percebida pelo empregado à época da propositura da ação na Justiça do Trabalho


serve de base de cálculo para as férias não concedidas no tempo oportuno.

• e) A contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) incide sobre a remuneração
mensal devida ao empregado, inclusive adicionais eventuais.

40 - Q29873 ( ESAF - 2010 - MTE - Auditor Fiscal do Trabalho - Prova 2 / Direito do Trabalho / Férias; )

Acerca do instituto das férias, é correto afi rmar:


• a) a depender da livre conveniência do empregador e da necessidade do trabalho, serão as férias
concedidas em dois períodos, um dos quais não poderá ser inferior a 10 (dez) dias corridos.

• b) o abono de férias concedido na forma da lei, bem como o decorrente de cláusula do contrato de
trabalho, do regulamento empresarial, de convenção ou acordo coletivo de trabalho integrarão a
remuneração do empregado, independentemente do valor e para todos os fi ns.

• c) independentemente do tempo de serviço, havendo cessação do contrato de trabalho, qualquer que


seja sua causa, será devido ao empregado a remuneração em dobro correspondente ao período de
férias cujo direito tenha adquirido.

• d) a concessão das férias suspende o contrato de trabalho, de forma que o período respectivo não é
computado como tempo de serviço.

• e) poderão ser concedidas férias coletivas a todos os empregados de uma empresa ou de


determinados estabelecimentos ou setores, e os empregados contratados há menos de 12 (doze)
meses gozarão, na oportunidade, férias proporcionais, iniciando-se, então, novo período aquisitivo.

GABARITOS:

31 - E 32 - D 33 - E 34 - C 35 - E 36 - E 37 - C 38 - D 39 - B 40 - E

41 - Q29590 ( CESPE - 2007 - Petrobrás - Advogado / Direito do Trabalho / Férias; )

Julgue os itens subseqüentes, tendo como referência a legislação


e a jurisprudência.

O empregado contratado no Brasil para prestar serviços no exterior pela empregadora, após dois anos de
permanência no exterior, tem direito a gozar anualmente férias no Brasil, correndo por conta da empresa
empregadora o custeio de sua viagem, da do cônjuge e da dos demais dependentes que com ele residam.

• ( ) Certo ( ) Errado

42 - Q27546 ( CESPE - 2010 - EMBASA - Analista de Saneamento - Advogado / Direito do Trabalho / Férias;
)

Quanto a remuneração, proteção ao trabalho e férias, julgue os itens seguintes em conformidade com a
Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a jurisprudência do TST.

As férias serão concedidas por ato do empregador nos doze meses subsequentes à data em que o empregado
tiver adquirido o direito, devendo a época da concessão ser a que melhor atenda os interesses do empregado

• ( ) Certo ( ) Errado

43 - Q25091 ( FCC - 2008 - TRT - 18ª Região (GO) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Samanta, João e Diego são empregados da empresa GGG na modalidade de regime de tempo parcial com
jornada semanal, respectivamente, de vinte horas, oito horas e vinte e cinco horas. De acordo com a
Consolidação das Leis do Trabalho, após cada período de doze meses de vigência do contrato de trabalho, o
gozo de dezoito dias de férias caberá legalmente apenas a

• a) Diego e Samanta.

• b) Samanta.

• c) João.

• d) Diego.

• e) Diego e João.
44 - Q25191 ( FCC - 2008 - TRT - 19ª Região (AL) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

No curso do período aquisitivo de férias, Maria recebeu auxílio doença por sete meses descontínuos. Neste
caso, de acordo com a CLT, Maria

• a) terá direito a 24 dias corridos de férias.

• b) terá direito normalmente ao gozo de 30 dias de férias.

• c) não terá direito a férias.

• d) terá direito a 18 dias corridos de férias.

• e) terá direito a 15 dias corridos de férias.

45 - Q24987 ( FCC - 2003 - TRT - 21ª Região (RN) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Com relação às férias coletivas, é correto afirmar que

• a) os empregados admitidos há menos de 12 meses gozarão de férias proporcionais, iniciando-se novo


período aquisitivo.

• b) poderão ser concedidas somente em um único período, independentemente de sexo e idade.

• c) dispensam a comunicação ao Ministério do Trabalho, por haver previsão legal.

• d) é possível a concessão pelo prazo de oito dias corridos.

• e) a concessão deve estar prevista em acordo ou convenção coletiva de trabalho.

46 - Q24922 ( FCC - 2003 - TRT - 21ª Região (RN) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Um empregado, depois de ter trabalhado durante dois anos e seis meses para o mesmo empregador, sem ter
tirado férias, pede demissão. Nesta hipótese, o empregado deverá receber, além de outras verbas,

• a) férias em dobro relativas ao primeiro período aquisi- tivo, férias simples relativas ao segundo
período aquisitivo e férias proporcionais de 6/12.

• b) dois períodos de férias simples e férias proporcionais de 6/12.

• c) dois períodos de férias em dobro e férias proporcionais de 6/12.

• d) somente dois períodos de férias simples, tendo em vista que as férias proporcionais não são
devidas no pedido de demissão.

• e) férias simples relativas ao segundo período aquisitivo e férias proporcionais de 6/12, sendo que o
primeiro período aquisitivo já está alcançado pela prescrição.

47 - Q24858 ( FCC - 2004 - TRT - 22ª Região (PI) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

A época da concessão das férias será a que melhor atenda aos interesses do

• a) empregado.

• b) empregado estudante, entre 18 e 21 anos.

• c) empregado casado.
• d) empregado maior de 50 anos. .

• e) empregador.

48 - Q24158 ( FCC - 2004 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Empregado admitido em 10/02/2003 e que faltou 8 (oito) dias ao serviço, injustificadamente, terá direito a
férias de

• a) 22 dias corridos, a partir de 10/02/2004.

• b) 24 dias corridos, que deverão ser gozados entre 10/02/2004 e 09/02/2005, segundo o interesse do
empregado.

• c) 24 dias corridos, que deverão ser gozados entre 10/02/2004 e 09/02/2005, segundo o interesse do
empregador.

• d) 25 dias corridos, que deverão ser gozados nos meses de janeiro ou de julho.

• e) 25 dias corridos, que deverão ser gozados até 31 de dezembro de 2005.

49 - Q24159 ( FCC - 2004 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

A concessão de férias coletivas aos empregados admitidos há menos de doze meses

• a) deve estar prevista em acordo ou convenção coletiva de trabalho.

• b) é permitida apenas nos meses de dezembro e janeiro.

• c) dispensa comunicação ao Ministério do Trabalho.

• d) dá início ao novo período aquisitivo.

• e) é permitida por período inferior a 10 (dez) dias.

50 - Q24094 ( FCC - 2008 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

NÃO comporá a remuneração das férias

• a) o adicional noturno pago com habitualidade.

• b) as comissões.

• c) o salário-prêmio.

• d) as gorjetas.

• e) o vale-transporte.

GABARITOS:

41 - C 42 - E 43 - D 44 - C 45 - A 46 - A 47 - E 48 - C 49 - D 50 - E

51 - Q23080 ( FCC - 2009 - TRT - 3ª Região (MG) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; )

Não terá direito ao gozo das férias anuais remuneradas, segundo o regramento da Consolidação das Leis do
Trabalho, o
• a) empregado que faltar ao serviço, no período aquisitivo, sem justificativa, por 12 dias.

• b) trabalhador autônomo.

• c) empregado que gozar de benefício previdenciário por mais de 5 meses, ainda que descontínuos.

• d) empregado que, no período concessivo, faltar sem justificativa mais do que 32 dias.

• e) trabalhador que cometer falta grave no período aqui- sitivo, ainda que não venha a ser demitido no
período concessivo.

52 - Q23038 ( FCC - 2009 - TRT - 3ª Região (MG) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do Trabalho
/ Férias; )

Nas férias coletivas, o trabalhador que ainda não tiver cumprido o período aquisitivo integral

• a) poderá negar-se ao gozo das férias.

• b) não gozará das férias, mantendo-se no trabalho ou à disposição do empregador.

• c) não receberá o valor das férias, embora descanse o período todo.

• d) receberá o valor das férias, mas haverá de compensá-lo, quando vier a complementar o período
aquisitivo.

• e) gozará das férias coletivas, iniciando-se um novo período aquisitivo imediatamente após o término
dos dias de descanso.

53 - Q19474 ( CESPE - 2009 - TRT - 17ª Região (ES) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; )

Julgue os próximos itens, a respeito do direito do trabalho.

O empregado pode vender o período integral de férias e receber o valor correspondente.

• ( ) Certo ( ) Errado

54 - Q19475 ( CESPE - 2009 - TRT - 17ª Região (ES) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; )

O empregado não pode prestar serviços com registro na carteira de trabalho a outro empregador durante o
período de gozo das férias.

• ( ) Certo ( ) Errado

56 - Q19406 ( CESPE - 2009 - TRT - 17ª Região (ES) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; Suspensão e Interrupção no contrato de trabalho; )

Julgue os itens a seguir, a respeito do direito do trabalho.

As férias são exemplo típico de suspensão do contrato de trabalho.

• ( ) Certo ( ) Errado

57 - Q17922 ( CESPE - 2009 - TRT - 17ª Região (ES) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

No que se refere ao direito do trabalho, julgue os itens seguintes.

O período de gozo de férias pode ser fracionado, mas o fracionamento não pode ser inferior a 15 dias
corridos.
• ( ) Certo ( ) Errado

59 - Q18034 ( CESPE - 2009 - TRT - 17ª Região (ES) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

A respeito do direito do trabalho, julgue os itens a seguir.

Inadmite-se o fracionamento das férias aos menores de 18 anos e aos maiores de 50 anos de idade.

• ( ) Certo ( ) Errado

60 - Q18035 ( CESPE - 2009 - TRT - 17ª Região (ES) - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do
Trabalho / Férias; )

A conversão de um terço do período de férias em dinheiro depende da concordância expressa do empregador.

• ( ) Certo ( ) Errado

GABARITOS:

51 - B 52 - E 53 - E 54 - E 55 - E 56 - E 57 - E 58 - E 59 - C 60 - E

61 - Q16202 ( FCC - 2009 - TRT - 7ª Região (CE) - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; Direito sociais dos trabalhadores; Trabalhador Rural; )

Considere as assertivas abaixo a respeito do empregado rural.

I. O empregado rural que labora na lavoura possui o horário noturno de trabalho das vinte horas de um dia às
quatro horas do dia seguinte.

II. As férias do rurícola são de trinta dias úteis, havendo norma legal específica neste sentido.

III. É devido a licença maternidade, com duração de cento e vinte dias, à trabalhadora rural.

IV. O empregado rural possui direito ao salário-família em igualdade de condições com o trabalhador urbano.

É correto o que se afirma APENAS em

• a) III e IV.

• b) I e IV.

• c) I, III e IV.

• d) II e III.

• e) II, III e IV.

62 - Q15542 ( FCC - 2009 - TRT - 7ª Região (CE) - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do
Trabalho / Férias; )

Quanto às férias, é correto afirmar que

• a) os membros de uma família que trabalharem no mesmo estabelecimento ou empresa terão direito
à gozar férias no mesmo período, se assim o desejarem e se disto não resultar prejuízo para o serviço.

• b) serão sempre concedidas no período determinado pelo empregado.

• c) aos menores de dezesseis anos e aos maiores de quarenta e cinco, serão sempre concedidas por
ato do empregador, em um só período, nos doze meses subsequentes à data em que o empregado
tiver adquirido o direito.
• d) todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias, sendo esse período
descontado de sua remuneração, proporcionalmente aos dias de férias gozados.

• e) é facultado ao empregado converter dois terços do período de férias a que tiver direito em abono
pecuniário, no valor da remuneração que lhe seria devida nos dias correspondentes.

63 - Q15145 ( FCC - 2009 - TRT - 15ª Região - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; )

Com relação às férias é correto afirmar:

• a) São computadas como tempo de serviço do obreiro as férias gozadas e indenizadas.

• b) Somente em casos excepcionais serão as férias concedidas em dois períodos, sendo que um dos
quais não poderá ser inferior a quinze dias.

• c) Terá direito a férias o empregado que no curso do período aquisitivo deixar o emprego e for
readmitido noventa dias após à sua saída.

• d) O empregado que faltar dez vezes ao serviço injustificadamente dentro de um período de doze
meses terá direito a 24 (vinte e quatro) dias corridos de férias.

• e) Aos maiores de cinquenta anos as férias poderão ser fracionadas em dois períodos, uma vez que a
lei prevê essa possibilidade.

65 - Q14363 ( FCC - 2009 - TRT - 15ª Região - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho
/ Férias; )

Maria iniciou o gozo de suas férias ainda no período concessivo, mas terminou após o referido período. Neste
caso,

• a) Marta terá direito a uma indenização equivalente ao valor do seu último salário, em razão da
infração administrativa cometida pela empresa.

• b) como Marta iniciou o gozo de suas férias no período concessivo, todos os dias serão remunerados
de forma simples.

• c) como Marta terminou o gozo de suas férias após o período concessivo, todos os dias serão
remunerados em dobro.

• d) os dias de férias gozadas após o período concessivo deverão ser remunerados em dobro.

• e) Marta terá direito a uma indenização equivalente ao valor do seu último salário, em razão da
infração legal cometida pela empresa.

66 - Q12742 ( FCC - 2009 - TRT - 16ª REGIÃO (MA) - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de
Mandados / Direito do Trabalho / Férias; )

Com relação as férias é INCORRETO afirmar que:

• a) As férias coletivas poderão ser fracionadas em dois períodos por ano, sendo que cada um deles não
poderá ser inferior a quinze dias corridos.

• b) A indenização pelo não-deferimento das férias no tempo oportuno será calculada com base na
remuneração devida ao empregado na época da reclamação ou, se for o caso, na da extinção do
contrato.

• c) O empregador não precisa consultar os empregados sobre a data em que as férias coletivas serão
concedidas.

• d) O empregador terá que comunicar ao órgão local do Ministério do Trabalho, com antecedência
mínima de quinze dias, as datas de início e fim das férias coletivas.
• e) Os trabalhadores menores de dezoito anos e maiores de cinquenta têm direito de gozar as férias de
uma só vez.

67 - Q12503 ( FCC - 2009 - TRT - 15ª Região - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho
/ Férias; )

Mario foi contratado para exercer as funções de balconista na loja das Margaridas. Após quatro anos da
contratação foi dispensado sem justa causa. Mario ajuizou reclamação trabalhista requerendo indenização
pelas últimas duas férias que não lhe foram concedidas no prazo legal. A indenização pelo não deferimento
das férias no tempo oportuno será calculada com base na remuneração devida ao empregado

• a) na época de sua contratação.

• b) na época da extinção do contrato.

• c) no primeiro dia do período legal de concessão de cada férias vencidas.

• d) no último dia do período aquisitivo de cada férias vencidas.

• e) no último dia do período legal de concessão de cada férias vencidas.

68 - Q12437 ( FCC - 2009 - TRT - 15ª Região - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do Trabalho /
Férias; Intervalos Inter e Intrajornada; )

Considere as seguintes assertivas a respeito do intervalo intrajornada:

I. Nos serviços permanentes de mecanografia a cada período de 90 minutos de trabalho consecutivo


corresponderá um repouso de 10 minutos deduzidos da duração normal de trabalho.

II. A concessão de um intervalo para repouso ou alimentação de no mínimo 1 hora para trabalho contínuo,
cuja duração exceda de 6 horas diárias, é considerado um intervalo não remunerado.

III. Quando a duração do trabalho ultrapassar quatro horas diárias e não exceder seis horas é obrigatório a
concessão de um intervalo para repouso e alimentação de no mínimo 30 minutos.

IV. Se o empregado labora quatro horas diárias, a empregadora não será obrigada a conceder o intervalo
intrajornada.

Está correto o que se afirma SOMENTE em

• a) II e IV.

• b) I, II e IV.

• c) II, III e IV.

• d) I, II e III.

• e) I e III.

69 - Q12442 ( FCC - 2009 - TRT - 15ª Região - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do Trabalho /
Férias; )

Considere as seguintes assertivas a respeito das férias coletivas:

I. As férias coletivas constituem liberalidade do empregador, a qual poderá atingir a totalidade dos
empregados, ou de determinado estabelecimento ou setor da empresa.

II. As férias coletivas poderão ser fracionadas em no máximo três períodos por ano, sob pena de incorrer nas
cominações legais, além de multa administrativa.

III. O Ministério do Trabalho e os sindicatos da categoria profissional serão comunicados das datas de início e
término das férias coletivas com antecedência mínima de trinta dias.
IV. Os empregados admitidos há menos de doze meses gozarão, na época das férias coletivas, de férias
proporcionais, iniciando-se então novo período aquisitivo do direito às férias.

Está correto o que se afirma SOMENTE em

• a) I, II e III.

• b) I, III e IV.

• c) I e IV.

• d) III e IV.

• e) I e III.

70 - Q8571 ( CESPE - 2008 - PGE-PB - Procurador de Estado / Direito do Trabalho / Férias; )

No que se refere ao direito a férias, assinale a opção correta.

• a) Após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho, a empregada terá direito a
férias em proporção conforme a quantidade de faltas que haja tido no período, não se considerando
falta ao serviço a ausência da empregada durante o período de licença-maternidade.

• b) O período das férias será computado como tempo de serviço acrescido de um terço.

• c) A época da concessão das férias será a que melhor atenda aos interesses do empregado, inclusive,
para fazê-las coincidir com férias da família ou com as férias escolares, quando for estudante.

• d) O empregado deve perceber, durante as férias, a remuneração média que lhe houver sido paga
durante o período aquisitivo pertinente.

• e) A prescrição do direito de o empregado reclamar a concessão das férias ou o pagamento da


respectiva remuneração é contado do término do período aquisitivo ou, se for o caso, da cessação do
contrato de trabalho.

GABARITOS:

61 - A 62 - A 63 - D 64 - D 65 - D 66 - A 67 - B 68 - A 69 - C 70 - A

71 - Q5027 ( CESPE - 2007 - TRT-9R - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho /
Férias; Prescrição e Decadência; )

Acerca da prescrição, decadência, renúncia e transação em Direito do Trabalho, julgue os itens subseqüentes.

A prescrição qüinqüenal do direito de reclamar o gozo de férias ou a respectiva indenização é contada do


término do período concessivo, observado o biênio posterior à rescisão do contrato de trabalho.

• ( ) Certo ( ) Errado

72 - Q4572 ( FCC - 2006 - TRT-4R - Analista Judiciário - Área Judiciária / Direito do Trabalho / Férias;
Prescrição e Decadência; )

O prazo prescricional do direito de reclamar o pagamento de férias não concedidas, para um empregado
admitido em 02/01/2004, referente ao período aquisitivo de 2005/2006, tem início em

• a) 02 de janeiro de 2005.

• b) 31 de dezembro de 2005.
• c) 02 de janeiro de 2006.

• d) 31 de dezembro de 2006.

• e) 02 de janeiro de 2007.

73 - Q2186 ( ESAF - 2006 - MTE - Auditor Fiscal do Trabalho - Prova 2 / Direito do Trabalho / Férias; )

Relativamente às férias, é correto afirmar que:

• a) a obtenção da média de comissões que integram a remuneração do trabalhador prescinde da


correção monetária.

• b) durante o período correspondente, o empregado substituto fará jus ao salário contratual do


substituído.

• c) mesmo que indenizadas, devem ser computadas para cálculo do FGTS, o qual observa todo o
montante percebido pelo empregado no mês de referência.

• d) rompido o contrato de trabalho, as vencidas devem ser remuneradas de forma indenizada,


observando-se a evolução salarial do trabalhador durante o período aquisitivo.

• e) salvo nos casos de demissão por justa causa ou pedido de demissão, são devidas de forma
proporcional, com o acréscimo do 1/3 constitucional, mesmo que o pacto não tenha perdurado por
período superior a 12 meses.

74 - Q1360 ( FCC - 2006 - TRT-20R - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho / Férias;
)

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, em relação às férias é correto afirmar que

• a) as ausências motivadas por acidente do trabalho, em regra, são descontáveis do período aquisitivo
de férias.

• b) o período das férias não será computado, para todos os efeitos, como tempo de serviço.

• c) o empregado que tiver 4 faltas injustificadas durante o período aquisitivo terá direito de gozar 24
dias corridos de férias.

• d) o adicional noturno será computado no salário que servirá de base ao cálculo da remuneração das
férias.

• e) aos menores de 18 anos e aos maiores de 50 anos de idade, as férias poderão ser concedidas em 2
períodos, um dos quais não poderá ser inferior a 10 dias corridos.

75 - Q1424 ( FCC - 2006 - TRT-20R - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de Mandados / Direito
do Trabalho / Férias; )

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho, em relação às Férias, é correto afirmar que

• a) o empregado que tiver de 5 a 14 faltas injustificadas durante o período aquisitivo terá direito de
gozar 18 dias corridos de férias.

• b) o empregado que, no curso do período aquisitivo, deixar o emprego e não for readmitido dentro
dos 60 dias subseqüentes à sua saída não terá direito a férias.

• c) sempre que as férias forem concedidas após o período concessivo deverão, em regra, ser pagas
com acréscimo de 50%.

• d) as férias, em qualquer hipótese, poderão ser concedidas em 2 períodos, porém, um deles não
poderá ser inferior a 7 dias corridos.
• e) a concessão das férias será participada, por escrito ou verbalmente, ao empregado, com
antecedência de, no mínimo, 15 dias.

76 - Q1070 ( FCC - 2006 - TRT-24R - Analista Judiciário - Área Judiciária - Execução de Mandados / Direito
do Trabalho / Férias; )

Durante o período aquisitivo de férias, determinado empregado possuiu 20 faltas injustificadas. Neste caso,
ele

• a) terá direito a 12 dias corridos de férias.

• b) terá direito a 18 dias corridos de férias.

• c) terá direito a 24 dias corridos de férias.

• d) terá direito a 30 dias corridos de férias.

• e) não terá direito as férias.

77 - Q1022 ( FCC - 2006 - TRT-4R - Analista Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho / Férias;
)

O empregado que, durante o período aquisitivo ao direito a férias, faltou injustificadamente a 5 (cinco) dias
de trabalho, tendo se ausentado, também, em outros 2 (dois) dias para prestar exame vestibular, terá direito
a férias de

• a) 30 (trinta) dias corridos.

• b) 25 (vinte e cinco) dias corridos.

• c) 24 (vinte e quatro) dias corridos.

• d) 23 (vinte e três) dias corridos.

• e) 21 (vinte e um) dias corridos.

78 - Q164 ( FCC - 2007 - TRT-23R - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho / Férias; )

Após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a férias de

• a) 28 dias corridos, quando houver tido de 6 a 14 faltas injustificadas.

• b) 24 dias corridos, quando houver tido de 6 a 14 faltas injustificadas.

• c) 18 dias corridos quando houver tido de 6 a 14 faltas injustificadas.

• d) 18 dias corridos quando houver tido de 24 a 32 faltas injustificadas.

• e) 15 dias corridos quando houver tido de 24 a 32 faltas injustificadas.

79 - Q167 ( FCC - 2007 - TRT-23R - Técnico Judiciário - Área Administrativa / Direito do Trabalho / Férias; )

Considere as assertivas a respeito das férias coletivas.

I. Em regra, as férias coletivas poderão ser concedidas em dois períodos anuais, desde que nenhum deles
seja inferior a 10 dias corridos.

II. Os empregados contratados há menos de 12 meses gozarão, na oportunidade, férias proporcionais,


iniciando-se, então, novo período aquisitivo.

III. O empregador comunicará ao órgão local do Ministério do Trabalho, com antecedência mínima de 10 dias,
datas de início e fim das férias coletivas.
IV. Quando o número de empregados contemplados com as férias coletivas for superior a 200, a empresa
poderá promover, mediante carimbo, a anotação da concessão das férias.

Está correto o que se afirma APENAS em

• a) I e IV.

• b) I, II e III.

• c) I e II.

• d) II, III e IV.

• e) II e III.

GABARITOS:

71 - C 72 - E 73 - B 74 - D 75 - B 76 - B 77 - A 78 - B 79 - C