Sie sind auf Seite 1von 2

PROJETO DE LEI Nº 2269/2009

EMENTA:

DISPÕE SOBRE AS INSTALAÇÕES ESPORTIVAS, PERTENCENTES AO GOVERNO DO ESTADO, SEREM ADAPTADAS PARA O USO DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS Autor(es): Deputado MARCELO SIMAO

A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLVE:

Art. 1º - Toda a instalação do Governo do Estado do Rio de Janeiro, destinados a prática de esportes, será sempre que possível adequada para uso também dos portadores de necessidades especiais, que tenham deficiências físicas e/ou sensoriais.

Art. 2º - Os órgãos competentes fixarão horários exclusivos de uso das instalações dispostos no artigo anterior para os portadores de necessidades especiais, que tenham deficiências físicas e/ou sensoriais.

Art. 3º - As despesas decorrentes da execução da presente Lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.

Art. 4º – O Poder Executivo baixará os Atos que se fizerem necessário a sua regulamentação.

Art. 5º – Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Plenário Barbosa Lima Sobrinho, em 13 de maio de 2009

Deputado MARCELO SIMÃO

JUSTIFICATIVA Inicialmente, convém lembrar que em nada estamos ferindo competência constitucional com este nosso Projeto de Lei, uma vez que

a própria Constituição Federal determina a obrigação do Estado em

proteger e integrar socialmente as pessoas portadoras de deficiências.

A Constituição, no seu artigo 24, inciso XIV, é clara ao afirmar:

“Artigo 24- Compete à União, aos Estados, e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:

XIV- proteção e integração social das pessoas portadoras de deficiência.

E a nossa proposta visa, através da prática do esporte, permitir a integração social das pessoas portadoras de deficiência.

Acabamos de acompanhar, em 2007, os jogos conhecidos como “Parapan”. Tratam-se dos jogos Pan-Americanos exclusivos para as pessoas portadoras de deficiências físicas e/ou sensoriais. O Brasil obteve um excelente resultado.

Esses jogos mostram, não só aos habitantes das Américas, mas como ao Mundo, que a prática do esporte pode fazer das pessoas portadoras de deficiências mais saudáveis, com maior “garra” e determinação para vencerem as dificuldades rotineiras.

Nos depoimentos dos atletas participantes, é possível observarmos o quanto se sentem felizes por estarem nas competições, por poderem praticar esportes, e, ainda, o quanto se sentem seguros e confiantes com a possibilidade de realizarem essas atividades.

Dessa maneira, entendemos que todas as instalações, que forem possíveis serem adaptado, do Governo do Estado do Rio de Janeiro

destinado para as práticas esportivas, deve ser adequado também para

o uso pelas pessoas portadoras de necessidades especiais que tenham

deficiências físicas e/ou sensoriais. E, ainda, que essas pessoas possam ter, nesses locais, horários diferenciados para uso dos mesmos.

Assim, diante do exposto, contamos, uma vez mais, com o indispensável apoio de nossos nobres pares para a aprovação desta importante propositura.