Sie sind auf Seite 1von 3
EDUCAÇÃO SEXUAL

EDUCAÇÃO SEXUAL

Sexualidade

A OMS - Organização Mundial de Saúde - definiusexualidadecomo uma energia que encontra a sua expressão física,psicológica e social no desejo de contacto, ternura e às vezesamor.

 

O desenvolvimento da sexualidade acontece durante toda

avida do indivíduo e depende da pessoa, das suas características genéticas, dasinteracções ambientais, condições socioculturais e outras,conhecendo diferentes etapas fisiológicas: infância, adolescência, idade adulta e senilidade.

Na adolescência aparecem os caracteres sexuais secundários e tornam-se mais evidentes os comportamentos sexuais, tanto a nível biológico como a nível sócio-afectivo.

 

Caracteres sexuais secundários masculinos

   

Mudança na voz.

A OMS - Organização Mundial de Saúde - definiu sexualidade como uma energia que encontra a
A OMS - Organização Mundial de Saúde - definiu sexualidade como uma energia que encontra a

Desenvolvimento corporal por aumento da

massa muscular.

Aumento do

tamanho do pénis e dos testículos.

Poluções nocturnas.

Aparecimento do

acne.

Aparecimento de

pêlos nos órgãos genitais,

 

axilas, etc. Maior secreção da

 

hormona testosterona

   
Caracteres sexuais secundários femininos  Alargamento das ancas. Maior acumulação de gordura no tecido adiposo. 
Caracteres sexuais
secundários femininos
Alargamento das
ancas. Maior acumulação
de gordura no tecido
adiposo.
 Desenvolvimento
dos seios e das ancas.
 Menstruação
mensal.
Aparecimento do
acne.
Aparecimento de
pêlos nos órgãos genitais,
axilas, etc.
Maior produção da
hormona estrogénio e
progesterona.
As alterações corporais são vivenciadas de forma diferente, de
jovem para jovem. Podem aparecer sentimentos de vergonha, timidez,
pudor e até ansiedade, nomeadamente em casa, junto dos pais e dos
irmãos, e na escola, junto dos colegas e das colegas.
Por
outro
lado
as
hormonas
que
são
responsáveis
por
estas
modificações, produzem um acentuado aumento do desejo sexual e
das sensações eróticas. É a partir desta fase que se vai desenvolver a
resposta sexual adulta.
As relações entre os dois sexos também vão sofrer alterações
importantes. É frequente professores e pais relatarem situações de
afastamento e mesmo hostilidade entre rapazes e raparigas na escola, em
casa ou em grupos de amigos.
Outra manifestação é a constituição de grupos e de espaços
ferozmente mono-sexuais (proibição absoluta dos rapazes entrarem nos
grupos das raparigas e vice-versa). É como se houvesse um período em
que se torna interiormente muito importante mostrar claramente, a si
mesmo e aos outros, que se pertence a um sexo bem definido, com
características muito específicas e opostas ao outro sexo.
Existe um misto de hostilidade e de jogo de provocação e sedução.
Há um não querer e querer, um não precisar e precisar, um não gostar e
gostar.
Outro comportamento importante em alguns dos rapazes e raparigas
pré-adolescentes é a masturbação que funciona como uma descoberta do
corpo e de novas sensações. Pode ser vivida com um misto de prazer e de

curiosidade, mas também com muitas dúvidas ou culpabilidades, dados os comentários negativos ou o silêncio dos adultos sobre este assunto.

Esporadicamente, alguns adolescentes podem envolver-se em relações sexuais. Este não é, no entanto, um comportamento muito frequente nesta fase de desenvolvimento.

No entanto, estes comportamentos não são generalizados, o que quer dizer que as fantasias ou preocupações ligadas à sexualidade não sejam uma característica comum.

Queres saber mais? Consulta

curiosidade, mas também com muitas dúvidas ou culpabilidades, dados os comentários negativos ou o silêncio doswww.sexualidades.com Início da página Página da Escola Secundária de Tondela " id="pdf-obj-2-13" src="pdf-obj-2-13.jpg">

Início da página