Sie sind auf Seite 1von 6

Universidade Salgado de Oliveira

Pró-Reitoria Acadêmica
Campus Niterói
Curso de Comunicação Social
Habilitação em Jornalismo

Rap X Mídia:
A Voz da Periferia Carioca no jornal “O Globo”

Por Monique Malheiros Barcellos

Niterói
2º. Semestre/2007
Monique Malheiros Barcellos

Rap X Mídia:
A Voz da Periferia Carioca no jornal “O Globo”

Monografia apresentada à Universidade


Salgado de Oliveira, para conclusão do curso
de graduação em Comunicação Social,
habilitação em Jornalismo, orientada pela Prof.
Danielle Brasiliense

Apresentada em: ____/____/2007 Nota Final: __________

Banca Examinadora

__________________________________________
Orientador
Prof.ª Mestre Danielle Brasiliense

__________________________________________
Professor Parecerista

Niterói
2º Semestre/2007
Dedicado aos familiares e amigos, aos verdadeiros
parceiros de vida, em especial àquele que, em todas as
minhas escolhas foi meu conselheiro, mentor e principal
fonte de inspiração. O presente trabalho é uma homenagem
ao meu saudoso pai Osvaldo, pelo elo de amizade, além da
paternidade. Por todo amor, além de nossas vidas.
Agradeço primeiramente à força suprema da
existência para a concretização desta e outras metas que
estarão por vir, enquanto jornalista e, principalmente, ser
humano. Aos mestres, colegas de classe, trabalho,
especialmente àqueles que, ao longo da trajetória no
campus se tornaram meus parceiros e amigos. À minha
mãe Lina, pelo apoio, perseverança, investimento e
carinho; aos meus familiares, pela paciência, e
especialmente à minha irmã Adriane pelo incentivo e amor
incondicionais. Finalmente, porém não menos importante,
agradeço à minha orientadora Daniele Brasiliense pela
confiança e disponibilidade para dar forma a esta obra
acadêmica.
RESUMO

O presente trabalho é uma reflexão sobre como é a construção da cultura da


periferia, mais especificamente o rap carioca, onde o objetivo é apontar as construções
discursivas sobre o tema; percebendo os destaques e silêncios em torno do mesmo,
nos cadernos culturais, especificamente do jornal “O Globo”.
A escolha de um suplemento do jornal “O Globo” é por conta da sua
abrangência, já que faz parte da maior empresa de comunicação do Brasil, as
ORGANIZAÇÕES GLOBO. Por ser um jornal de classe média e por conta disso, com
grandes chances de promover elitismo e criminalizar articulações sócio-culturais da
periferia, a exemplo do movimento hip-hop.
Nos basearemos em um tipo de pesquisa exploratória, tendo em vista a análise
dos cadernos culturais durante o período de realização do principal evento de hip-hop
da América Latina, o Hutúz durante todo o mês de novembro de 2006. A pesquisa
também partirá da análise qualitativa – através materiais sobre os principais membros
do rap carioca.

Palavras-chave

Rap; Identidades; Mídia


Sumário
Introdução ------------------------------------------------------------------------------------------- 01

I. Hip-Hop e o Advento do Rap ------------------------------------------------------- 07

1.1. As Poderosas Vigas que sustentam o Hip-Hop ---------------------------- 09


1.2. O Grafite ------------------------------------------------------------------------------ 10
1.3. O Rap: DJ, MC e Poesia --------------------------------------------------------- 13
1.3.1. Surgimento do Rap: elos de uma corrente----------------------------- 13
1.4. Break: Protesto e Orgulho em forma de Dança ---------------------------- 16
1.5. Escala Brooklyn - Brasil: “O Mundo Inteiro é o Gueto”-------------------- 18

II. Rap Carioca X Cultura da Mídia: Negociando Territórios --------------- 26

III. A Voz da Periferia Carioca no jornal O Globo ------------------------------ 35

3.1. Análise: Revista “Rio Show” X Prêmio Hutúz de Música -------------- 35


3.2. Rap na Mídia: O silêncio que potencializa o grito ----------------------- 38

Considerações Finais ----------------------------------------------------------------------------46


Glossário --------------------------------------------------------------------------------------------- 48
Anexos ------------------------------------------------------------------------------------------------ 49
Bibliografia ------------------------------------------------------------------------------------------ 52