Sie sind auf Seite 1von 6
Parte superior do formulário Login: Parte inferior do formulário Consultoria / Serviços ∑ PPRA – Programa
Parte superior do formulário Login: Parte inferior do formulário Consultoria / Serviços ∑ PPRA – Programa
Parte superior do formulário Login: Parte inferior do formulário Consultoria / Serviços ∑ PPRA – Programa

Parte superior do formulário

Login:

 
Login:
 

Parte inferior do formulário

Parte superior do formulário Login: Parte inferior do formulário Consultoria / Serviços ∑ PPRA – Programa

Consultoria / Serviços

PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional

PCMAT – O Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção

PPP – Perfil Profissiográfio Previdenciário

CAT – Comunicado de Acidente de Trabalho

CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

LAUDOS ERGONÔMICOS

EXAMES OCUPACIONAIS – admissão, peródico, retorno ao trabalho, homologação de atestado, demissional

PERICIAS MÉDICAS

OUTRAS NORMAS REGULAMENTADORAS

PPRA – PROGRAMA DE PREVENÇÃO DOS RISCOS AMBIENTAIS (NR 9)

Objetivo: preservação da saúde e da integridade dos colaboradores, através da antecipação,

reconhecimento, avaliação e conseqüente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho.

PCMSO – PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DA SAUDE OCUPACIONAL

Objetivo: Preservar a saúde e a integridade dos trabalhadores, de forma individual e coletiva e,

em função dos resultados das avaliações e do conhecimentos dos riscos ambientais existentes (PPRA), estabelecer medidas preventivas.

PCMAT - O Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção - PCMAT, instituído pela NR-18 do MTE e exigível desde 1995, é um programa gerencial que complementa o PPRA, específico para as atividades relacionadas à indústria da construção. Decompõe o gerenciamento dos riscos a cada etapa da obra. É obrigatório a partir de 20 trabalhadores por obra.

PPP – PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO

É um documento individual do colaborador, que reunirá informações administrativas, ambientais e de monitoração biológica sobre suas condições de trabalho, a fim de que ele possa ter um

histórico sobre sua vida profissional, e com este documento será mais fácil comprovar à Previdência Social as condições para sua habilitação a benefícios e serviços previdenciários.

LAUDOS ERGONÔMICOS (NR – 17)

A ergonomia tem alguns objetivos básicos que são: possibilitar o conforto ao indivíduo e proporcionar a prevenção de acidentes e do aparecimento de patologias específicas para determinado tipo de trabalho. Além da segurança, satisfação e o bem estar dos trabalhadores no seu relacionamento com sistemas produtivos. A eficiência virá como resultado

EXAMES OCUPACIONAIS (Admissional, Periódico, Retorno ao Trabalho, Mudança de Função, Homologação de Atestado, Demissional)

Através da anamnese, exame clínico e/ou interpretando os resultados de exames complementares, realiza o controle das condições de saúde dos colaboradores e a detecção dos prováveis danos em decorrência do trabalho que executam, procurando desta forma instruir a administração da empresa para possíveis mudanças de atividades e assegurar a continuidade

operacional e a produtividade.

CAT – Comunicado de Acidente de Trabalho

A Comunicação de Acidente de Trabalho – CAT é o documento que registra o acidente do trabalho, a ocorrência ou o agravamento de doença ocupacional, mesmo que não tenha sido determinado o afastamento do trabalho, sendo seu registro fundamental para a geração de análises estatísticas que avaliam o grau de acidentabilidade existente nas empresas e para a adoção das medidas preventivas e repressivas cabíveis.

CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

A organização da CIPA é obrigatória nos locais de trabalho seja qual for sua característica - comercial, industrial, bancária, com ou sem fins lucrativos, filantrópica ou educativa e empresas

públicas - desde que tenham o mínimo legal de 20 empregados considerando o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) de cada empresa. A CIPA é composta por representantes titulares do empregador e dos empregados e seu número de participantes deve obedecer às proporções mínimas na NR –5. As empresas com numero de funcionários abaixo do número mínimo, não tem obrigatoriedade de manter a CIPA, mas a administração deverá designar um responsável pelo cumprimento das atribuições desta NR, devendo o empregador promover seu treinamento para tal fim, conforme o disposto no item 5.21 da NR-5.

PERICIAS MÉDICAS OUTRAS NORMAS REGULAMENTADORAS

histórico sobre sua vida profissional, e com este documento será mais fácil comprovar à Previdência SocialO que são Normas Regulamentadoras? São normas relativas à segurança e medicina do trabalho, aprovadas pela Portaria no 3.214, de 8 de junho de 1978 e que devem, obrigatoriamente, ser cumpridas pelas empresas privadas e públicas que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho-CLT. 2. O que é PPRA? O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, instituído pela NR-09 do MTE e exigível desde 1995, é um programa gerencial elaborado pela empresa, que deve abranger todos os seus trabalhadores. Contém as seguintes informações: - antecipação e reconhecimento dos riscos; - cronograma de melhorias com prioridades e metas; - avaliação dos riscos; - medidas de controle utilizadas; - monitoramento da exposição; - registro e divulgação dos dados. 3. Qual o Objetivo do PPRA? Estabelecer uma metodologia que garanta a preservação da saúde e integridade dos trabalhadores frente aos riscos dos ambientes de trabalho. 4. O que é PCMSO? O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO, instituído pela NR-07 do MTE e exigível desde 1995, é um programa de controle médico de saúde Ocupacional, " id="pdf-obj-1-26" src="pdf-obj-1-26.jpg">

Perguntas frenqüentes

  • 1. O que são Normas Regulamentadoras? São normas relativas à segurança e medicina do trabalho, aprovadas pela Portaria no 3.214, de 8 de junho de 1978 e que devem, obrigatoriamente, ser cumpridas pelas empresas privadas e públicas que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho-CLT.

  • 2. O que é PPRA? O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, instituído pela NR-09 do MTE e exigível desde 1995, é um programa gerencial elaborado pela empresa, que deve abranger todos os seus trabalhadores. Contém as seguintes informações:

    • - antecipação e reconhecimento dos riscos;

    • - cronograma de melhorias com prioridades e metas;

    • - avaliação dos riscos;

    • - medidas de controle utilizadas;

    • - monitoramento da exposição;

    • - registro e divulgação dos dados.

  • 3. Qual o Objetivo do PPRA? Estabelecer uma metodologia que garanta a preservação da saúde e integridade dos trabalhadores frente aos riscos dos ambientes de trabalho.

  • 4. O que é PCMSO? O Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional - PCMSO, instituído pela NR-07 do MTE e exigível desde 1995, é um programa de controle médico de saúde Ocupacional,

  • com visão individual e coletiva que traz todo um instrumental clínico-epidemiológico. Tem como objetivo atuar na prevenção, no rastreamento e no diagnóstico precoce, também constatando doenças profissionais e danos irreversíveis à saúde. Para cada trabalhador realiza e controla os exames obrigatórios – admissional, periódico, de retorno, de mudança de função e demissional ..

    • 5. Qual o objetivo do PCMSO? Preservar a saúde e a integridade dos trabalhadores, de forma individual e coletiva e, em função dos resultados das avaliações e do conhecimento dos riscos ambientais existentes (PPRA), estabelecer medidas preventivas

    • 6. O que deve ser feito primeiro: PPRA ou PCMSO? Embora a NR-7 e a NR-9 não citem qual programa deve ser desenvolvido primeiro, é altamente recomendável que o PPRA seja desenvolvido antes do PCMSO, pois o PPRA fornecerá ao médico coordenador do PCMSO informações importantes sobre a existência e dose de exposição de riscos ambientais a que os funcionários estão submetidos, permitindo a correta monitoração dos eventuais problemas à saúde dos colaboradores.

    • 7. O que são riscos ambientais? Para efeitos do PPRA, os riscos ambientais são os agentes físicos, químicos, biológicos e ergonômicos existentes nos ambientes de trabalho que, em função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, são capazes de causar danos à saúde dos trabalhadores.

    • 8. Na prática, que agentes de riscos são estes? Agentes físicos: ruído, vibrações, pressões anormais, temperaturas extremas, radiações ionizantes e radiações não ionizantes, bem como o infra-som e ultra-som. Agentes químicos: poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases, vapores, produtos químicos, absorvidos pelo organismo humano por via respiratória, através da pele ou por ingestão; Agentes Biológicos: bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus, entre outros; Agentes Ergonômicos: postura inadequada, esforço físico, movimentos repetitivos, entre outros.

    • 9. Quem está obrigado a fazer o PPRA? A elaboração e implementação do PPRA é obrigatória a todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, não importando o grau de risco ou a quantidade de empregados. Assim, tanto uma grande empresa como um micro empresa, todos estão obrigados a ter PPRA, cada um com sua característica e complexidade diferentes.

    A empresa pode ser multada pelo fiscal do trabalho da Delegacia Regional do Trabalho. Além disso, a saúde do trabalhador pode ficar exposta desnecessariamente e o empregador pode responder a procedimentos criminais e de indenização civil. 11. Fiscalização e penalidades. (Capítulo V da Título II da CLT e Portaria 3214/78 - NR 28 )

    A autoridade competente para executar a fiscalização sobre Segurança e Saúde no Trabalho é o Agente de Inspeção do Trabalho do MTb ou seja, Engenheiro de Segurança do Trabalho; Médico do Trabalho; Fiscais do Trabalho; Assistente Sociais e Agente de Higiene e Segurança do Trabalho. Ao Agente de Higiene e Segurança do Trabalho é vetada a emissão do auto de infração. As multas serão graduadas (UFIR) em função do número de empregados da empresa e do índice da infração de acordo com a NR 28 - Anexo I.

    9.1.1 - Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade da elaboração e implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados, do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais -

    PPRA, (

    ...

    )

    --- Multa: de 1.129 a 2.471 UFIR

    9.2.1.1 - Deverá ser efetuada, sempre que necessário e pelo menos uma vez ao ano,

    uma análise global do PPRA para avaliação do seu desenvolvimento ( 1.129 a 2.471 UFIR

    ...

    ) --- Multa: de

    9.3.3 - O reconhecimento dos riscos ambientais deverá conter os seguintes itens, quando aplicáveis:

    • a) a sua identificação; --- Multa: de 1.691 a 3.718 UFIR

    Quando o Agente de Inspeção do Trabalho constatar grave e iminente risco à saúde e/ou

    integridade física do trabalhador o estabelecimento, setor, máquina ou equipamento será interditado. Esse procedimento será, posteriormente, ratificado pela autoridade regional competente.

    OBS: VALORES PARA EMPRESAS COM NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS ENTRE 1 E 500. 13. Qual o valor das multas referentes ao PCMSO? 7.3.1, alínea a:

    • a) Compete ao empregador:

    garantir a elaboração e implemantação do PCMSO (

    ...

    )

    --- Multa: de 676 a 1.646 UFIR

    • b) 7.4.1, alínea c: O PCMSO de incluir, entre outros, a realização obrigatória dos

    seguintes exames médicos:

    • a) admissional --- Multa: de 1.015 a 2.471 UFIR

    • b) periódico --- Multa: de 1.015 a 2.471 UFIR

    • c) de retorno ao trabalho --- Multa: de 1.015 a 2.471 UFIR

    • d) de mudança de função --- Multa: de 1.015 a 2.471 UFIR

    • e) demissional --- Multa: de 1.015 a 2.471 UFIR

    7.4.6 - O PCMSO deverá obedecer a um planejamento em que estejam previstas as

    ações de saúde a serem executadas durante o ano, ( 14. Multas na Reincidência.

    ...

    )

    --- Multa: de 676 a 1.646 UFIR

    Em caso de reincidência, embaraço ou resistência à fiscalização, emprego de artifício para fraudar a lei, a multa será no valor máximo, em UFIR:

    a)Não cumprimento das normas de Segurança no Trabalho: 6.304 UFIR b)Não cumprimento das normas de Medicina do Trabalho: 3.782 UFIR 15. Quais os tipos de exames ocupacionais e quando são realizados?

    Admissional: é realizado antes de o empregado ser contratado pela empresa, para se estabelecer as condições de saúde do funcionário neste momento, e evitar que futuramente alegue alguma doença pré-existente. Periódico: é realizado anualmente na empresa, e se faz indispensável para identificação de alterações na saúde do funcionário quando comparadas a exames anteriores. Mudança de Função: deve ser realizado sempre que o trabalhador ficar exposto a riscos ambientais diferentes em relação à função anterior. Retorno ao Trabalho: é realizado quando o funcionário ficar afastado do trabalho por mais de quinze dias, em licença médica/tratamento de saúde. Demissional: é realizado na demissão e visa documentar as condições de saúde do funcionário neste momento. É necessário para que futuramente não alegue que foi demitido com problemas de saúde, causados pelo seu trabalho.

    São exames realizados em laboratório que complementam as informações que o médico precisa para decidir sobre a aptidão da pessoa que se submete a eles. São exemplo de exames complementares. • Glicemia • Hemograma • Parcial de Urina • Audiometria • Espirometria, entre outros.

    É o Atestado de Saúde Ocupacional. Um documento que geralmente são três vias iguais, sendo uma para a Empresa, um para o Funcionário e uma para Arquivo do Médico do Trabalho, onde consta o resultado do exame ocupacional e complementar. O resultado poderá ser: Apto para a função, Apto para a função com restrições, Inapto temporariamente ou Inapto para a função.

    O PCMSO e o PPRA, bem como os Atestados (ASOs) deverão ficar no estabelecimento para o qual foi elaborado, à disposição imediata da fiscalização, mas esses documentos não devem ser somente “guardados” à espera dos agentes de fiscalização, eles devem ser constantemente lidos e consultados para que suas metas e objetivos sejam plenamente alcançados.

    Os programas devem ser guardados, no mínimo, por 20 (vinte) anos, e isto também abrange os Atestados de Saúde Ocupacional (ASO).

    20. Tendo várias filiais, é necessário um PPRA e PCMSO para todas elas? Sim, porque estes programas dizem respeito ao trabalhador e seu ambiente de trabalho. Desta forma, um funcionário pode estar exposto a riscos ocupacionais importantes numa das sedes e estes serem inexistentes em outra. 21. E onde devo guardar os programas? Pode ser no escritório central? Como dito anteriormente, os programas bem como os ASOs, deverão ficar no estabelecimento para o qual foi elaborado, à disposição imediata da fiscalização 22. O que é PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário? Pra que serve?

    O Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP, conforme modelo instituído pelo INSS, é um documento histórico-laboral pessoal do trabalhador, com propósitos previdenciários para obtenção de informações relativas à fiscalização do gerenciamento de riscos e existência de agentes nocivos no ambiente de trabalho. O PPP organiza e individualiza as informações contidas em diversos setores da empresa ao longo dos anos, que em alguns documentos se apresentam de forma coletiva. É composto de três seções: uma administrativa, outra ambiental e outra biológica. O PPP serve para comprovação da efetiva exposição do segurado aos agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física, servindo de base para a concessão de aposentadorias especiais e benefícios por incapacidade motivado por doenças ocupacionais e ainda para orientar programas de reabilitação profissional.

    • - Empresa empregadora, no caso de empregado;

    • - Cooperativa de trabalho ou de produção, no caso de cooperado filiado;

    • - Órgão Gestor de Mão de Obra – OGMO, no caso de trabalhador avulso portuário; e

    • - Sindicato da Categoria, no caso de trabalhador avulso não portuário.

    Conforme o Regulamento da Previdência Social, aprovado pelo Decreto 3048/99, com a nova redação dada pelos Decretos 4862/03 e 4882/03 em seu artigo 283, o valor da multa será a partir de R$- 991,03. As infrações podem ser cumulativas. Estes valores poderão ser diminuídos ou majorados, constatada a existência de atenuantes ou agravantes, não podendo ultrapassar R$- 99.102,12 (Valores em vigor desde 01/06/2003 conforme Portaria MPS nº. 727, de 30.5.2003).

    25. O que é CIPA? Qual seu objetivo? CIPA significa Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. Seu objetivo é "observar e

    relatar as condições de risco nos ambientes de trabalho e solicitar medidas para reduzir "

    até eliminar os riscos existentes e/ou neutralizar os mesmos

    Sua missão é, portanto,

    ... a preservação da saúde e integridade física dos trabalhadores e de todos os que interagem com a empresa (aqueles que prestam serviço para a empresa).

    A organização da CIPA é obrigatória nos locais de trabalho seja qual for sua característica - comercial, industrial, bancária, com ou sem fins lucrativos, filantrópica ou educativa e empresas públicas - desde que tenham o mínimo legal de 20 empregados considerando o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) de cada empresa. A CIPA é composta por representantes titulares do empregador e dos empregados e seu número de participantes deve obedecer às proporções mínimas na NR

    –5.

    As empresas com numero de funcionários abaixo do número mínimo, não tem obrigatoriedade de manter a CIPA, mas a administração deverá designar um responsável

    pelo cumprimento das atribuições desta NR, devendo o empregador promover seu treinamento para tal fim, conforme o disposto no item 5.21 da NR-5.

    • Normas Regulamentadoras

    vidasaudepr.com.br - Direitos reservados (43)3523-2587

    Sistema Desenvolvido por: http://www.abusarweb.com.br (43)3524-6066

    pelo cumprimento das atribuições desta NR, devendo o empregador promover seu treinamento para tal fim, conformeHome | Atendimento | Trabalhe Conosco | Localização | Serviços | Links / Parceiros vidasaudepr.com.br - Direitos reservados (43)3523-2587 Sistema Desenvolvido por: http://www.abusarweb.com.br (43)3524-6066 " id="pdf-obj-5-26" src="pdf-obj-5-26.jpg">