Sie sind auf Seite 1von 4
Junho 2012
Junho 2012

VViiggiiaa ii

Paróquia Nossa Senhora da Conceição do Seixal

Grupo de Jovens - Caminho de Vida

de Jovens - Caminho de Vida www.paroquiadoseixal.blogspot.pt A Paróquia do Seixal, vai promover a realização de

A Paróquia do Seixal, vai promover a realização de um Campo de Férias, de 23 a 29 de Julho, procurando crescer no sentido de comunidade e de comunhão

O projeto visa proporcionar às crianças da nossa terra, um momento de lazer, de diversão, de brincadeira e que as faça crescer como pessoas melhores porque serão a esperança do futuro

Trata-se um projeto da Comunidade Paroquial onde o Grupo de Jovens se integra como monitores e dinamizadores dos dias em que decorrerá o Campo de Férias.

Vimos pedir a toda a comunidade o apoio, antes de mais através da oração e intercessão tendo em vista os bons frutos destes dias, de crescimento, aproximação e encontro com Jesus.

Em termos materiais as necessidades são algumas pedimos que estejam atentos aos apelos que serão feitos ao longo das próximas semanas.

Para algum esclarecimento adicional ou apoio queiram utilizar o mail do grupo

caminho.de.vida@hotmail.com

LLiittuurrggiiaa ddoo mmêêss

Uma forma de caminharmos e nos relacionarmos com Jesus, rezando e meditando

 

Salmo

2ª Leitura

Evangelho

Leitura

03

 

Deut 4, 32-34.

Sal 32, 4-5. 6 e 9. 18- 19. 20 e 22

   

Junho

39-40

Rom 8, 14-17

Mc

28, 16-20

10

 

Gen 3, 9-15

Sal 129, 1-2. 3-4ab. 4c- 6. 7-8

2 Cor 4, 13 5,

Mc

3, 20-35

Junho

 

1

17

     

Sal 91, 2-3. 13-14.

   

Junho

 

Ez 17, 22-2

15-16

2

Cor 5, 6-10

Mc

4, 26-34

     

24

         

Junho

 

Is 49, 1-6

Sal 138, 1-3. 13-14ab.

Act 13, 22-26

Lc 1, 57-66.

NASCIMENTO DE S. JOÃO BAPTISTA SOLENIDADE

14c-15

 

80

29

S. PEDRO E S. PAULO, Apóstolos SOLENIDADE

 

Act 12, 1-11

Sal 33, 2-3. 4-5. 6-7. 8-

2

Tim 4, 6-8.

Mt

16, 13-19

Junho

9

17-18

Mc 4, 26-34

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «O

Naquele tempo, disse Jesus à multidão:

«O reino de Deus é como um homem que lançou a semente à terra. Dorme e levanta-se, noite e dia, enquanto a semente germina e cresce, sem ele saber como. A terra produz por si, primeiro a planta, depois a espiga, por fim o trigo maduro na espiga. E quando o trigo o permite, logo se mete a foice, porque já chegou o tempo da colheita». Jesus dizia ainda: «A que havemos de comparar o reino de Deus? Em que parábola o havemos de apresentar? É como um grão de mostarda, que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes que há sobre a terra; mas, depois de semeado, começa a crescer e torna-se a maior de todas as plantas da horta, estendendo de tal forma os seus ramos que as aves do céu podem abrigar-se à sua sombra». Jesus pregava-lhes a palavra de Deus com muitas parábolas como estas, conforme eram capazes de entender. E não lhes falava senão em parábolas; mas, em particular, tudo explicava aos seus discípulos.

Palavra da salvação.

Queridos Irmãos, esta não é a única vez que Jesus nos fala do Reino de Deus em forma de parábolas, e de certo também não é a única vez que Ele assemelha a Sua Palavra à semente que é lançada à terra. Ora tal como a semente cai na terra, também a Palavra cai no coração dos homens. A semente deve ser regada, cuidada. A Palavra deve ser meditada, rezada. Se a semente, que é pequenina, cresce e se transforma numa espiga, ou se o pequeno grãozinho de mostarda cresce e se torna “a maior de todas as plantas da horta”, depende de nós. Ao lançar a semente o agricultor espera que ela germine que dê frutos. Também assim o é com a Palavra de Deus. Mas bem sabemos que não é igual o número de alimentos que retiramos da terra ao número de sementes que à terra lançámos. Nem são iguais em tamanho os frutos que se colhem, ou as árvores que crescem.

Irmãos, passou já o dia de Pentecostes, passou já o tempo Pascal. Foram sementes lançadas em nós, a Palavra do Senhor ainda deve ressoar nos nossos ouvidos. Se calhar melhor fosse que em vez de nos ouvidos, estivesse a Palavra bem no nosso coração. Guardada, meditada, rezada. Como a semente que é semeada, regada, cuidada. Pois de que vale entrar a Palavra se A encaramos como palavras ou mesmo como ruído? De que vale ouvir o que nos é dito, se não escutamos verdadeiramente? A Páscoa passou, mas continua, é celebrada em cada Domingo, em cada Eucaristia. Jesus presente, vivo, RESSUSCITADO na Hóstia Consagrada! O semeador fez-se semente, o Pregador, fez-se Palavra para habitar no íntimo do nosso coração.

Que saibamos caríssimos, acolher a semente e regá-la, escutar a Palavra e rezá- La e mais, pôr a Palavra de Cristo em prática, pois só quem faz a vontade de Deus é que é irmão, irmã, e Mãe, do Redentor, só esse crescerá e dará muito fruto.

Victor Branco

OO mmêêss ddee JJuunnhhoo nnaa CCoommuunniiddaaddee PPaarrooqquuiiaall 1, e 3 A3 Jovem - Quinta do
OO mmêêss ddee JJuunnhhoo nnaa CCoommuunniiddaaddee PPaarrooqquuiiaall
1, e 3
A3 Jovem
- Quinta do Álamo – Seixal
6
Festa do Perdão – Confissões
21.30
7
Festa do Corpo de Deus-1ª Comunhão
10
Festa da Bíblia – 4º Volume
17
Festa do Compromisso e do Credo
9 e 5º Volumes
Missa 12.00
Missa 10.00
Missa 10.00