Sie sind auf Seite 1von 89

A palavra ponto vem do

latim “punctus” que


significa, o ponto, o lugar. P
O ponto resulta da
intersecção de duas linhas.
O ponto pode apresentar
diferentes qualidades
expressivas que derivam da
sua dimensão, posição e
organização no plano
Fig. 1

Se de noite, olhares para o céu sem nuvens,


podes observar que o grande espaço da
abóbada celeste
parece salpicada de pontos luminosos: uns
pequenos, outros grandes, uns dispersos,
outros
agrupados - são os astros, que se encontram a
milhares de quilómetros de distância da Terra.
Fig.2

Fig.1 Campo Visual – Superfície limitada em que as


formas se desenvolvem.

Fig.2 Quando no campo visual não existem formas,


 
Observa com atenção, os diferentes aspectos que o ponto poder tomar
dentro do campo visual.

Quanto ao aspecto gráfico os pontos podem estar dispostos:

   Quanto aoAo acaso de pontos que uma superfície contém,


número Ordenados
podem
considerar-se:
Os Pontos servem igualmente para ornamentar uma figura.
Sendo assim eles são divididos em 3 categorias.

Grandeza
Os Pontos servem igualmente para ornamentar uma figura.
Sendo assim eles são divididos em 3 categorias.
Os Pontos servem igualmente para ornamentar uma figura.
Sendo assim eles são divididos em 3 categorias.

Quantidade

Os pontos são
classificados
segundo a:
Os Pontos servem igualmente para ornamentar uma figura.
Sendo assim eles são divididos em 3 categorias.

Os pontos são
classificados
segundo a:
As qualidades
que definem o
ponto enquanto
elemento
plástico são: a
forma, a
dimensão e a
cor. A variação
da forma,
dimensão e cor
dos pontos,
origina uma
infinidade de
composições
pictóricas.
No final do século XIX,
um grupo de artistas
pintava o que observava,
aplicando pequenos
pontos ou manobras de
cor. Como a expressão
principal dos trabalhos
eram os pontos, a este
movimento artístico
chamou-se “pontilhismo”.
• Os pontos de acordo
com o seu
agrupamento e a sua
repetição, podem criar
padrões e texturas Paul Signac,
sugerindo dinamismo e Jovens Provençais Junto a um Poço,
1892
movimento.
As linhas são o prolongamento de um ponto.

Desde os tempos pré-históricos que o homem tem


observado a linha e se serviu dela para transmitir
as suas mensagens.

As pinturas rupestres, as figuras gravadas na rocha,


os gravados em utensílios de cerâmica, comprovam
a sua aplicação desde à muitos, muitos anos atrás.

Mesmo tu... usas nos teus trabalhos a linha,


quando fazes um desenho e até mesmo na escrita
(sucessão de traços e linhas).
Lascaux
A linha é o “rasto”
deixado por um ponto que
se desloca numa direcção
qualquer. É um conjunto
de pontos que
determinam uma forma
ou uma direcção e, por
isso, está relacionada com
a acção e o movimento.
As linhas são todos os
traços, rectas e segmentos
– curtos ou compridos,
finos e grossos, curvos ou
rectos.
Se fizeres um ponto com o bico do lápis sobre um papel e o deslocares
obténs uma linha.

Ao observares o meio envolvente poderás descobrir linhas quer na natureza,


quer em realizaçõeshumanas:

- os nossos cabelos parecem linhas;

-um avião a jacto que cruza o céu, deixa um rasto


de fumo que parece uma linha;

-os carris de ferro por onde os comboios se


deslocam são linhas;

-na praia ao olhares para o mar vês a linha do


horizonte.
Experimenta com uma corda, formas que essa
corda possa adquirir.

Uma corda esticada é uma linha recta.


As linhas podem ser
rectas, curvas e
quebradas. Quando a
direcção é sempre a
mesma, as linhas são
rectas. Neste caso podem
ser verticais, horizontais e
oblíquas. Quando a
direcção varia de uma
forma constante e
contínua, as linhas são
curvas ou onduladas.
Quando a direcção varia
de forma descontínua, as
linhas são quebradas.
Em tudo o que te rodeia poderás encontrar linhas de vários tipos, tais como:
A linha pode funcionar
como ritmo e textura
modeladora,
Linha do horizonte
FIO-DE-PRUMO

Utensílio de
metal pesado,
geralmente de
forma cónica,
suspenso por um
fio, destinado a
verificar a
verticalidade de
qualquer objecto,
e de forma geral,
a direcção da
vertical do lugar.

90º 90º
Procurar linhas rectas e paralelas ...
Procurar linhas rectas perpendiculares...

Vamos agora rever o


que aprendemos! L!
A
R TIC Procurar algumas linhas rectas ...
V E
. ...
...

Tentar encontrar ...


é .
t a
Es

Esta é ........ HORIZONTAL!


Procurar linhas mistas...
Procurar algumas linhas curvas...
Poderás ainda descobrir uma infinidade de linhas em que se calhar nunca
reparaste e que se podem assemelhar a estes tipos:
Em suma, a linha é um meio de representação elementar. Como pudeste
observar, a natureza da linha pode conferir-lhe aspectos diferentes:

confortável, suave, simpática

agressiva
ritmo

as linhas podem ainda sugerir matéria


e também volume
Eis alguns exemplos de trabalhos com o PONTO e a LINHA, utilizando
caneta de feltro preta:

(Trabalhos de Luis Ruivo)

Castelo de Aljezur - linha


Castelo de Aljezur - ponto
Moinho de Aljezur - Moinho de Aljezur - ponto
imagem original

Moinho de Aljezur - linha


Igreja Matriz de Aljezur - linha Igreja Matriz de Aljezur - método de
simplificação através da linha
(Trabalhos de Sílvia Viola)

ponto ponto linha positivo


(saturação)
negativo linha
O Ponto na Arte

Seurat
Klee Kandinsky
Seurat Miró
Van Gogh Picasso
Klee Munch
Van Gogh Vieira da Silva
A Linha na Arte

Picasso
Fernand Léger Fernand Léger
Vieira da Silva
Prof Sandra Sousa Prof. Sandra
Sousa
Prof Sandra Sousa Prof. Sandra
Sousa
Prof Sandra Sousa Prof. Sandra
Sousa
Prof Sandra Sousa Prof. Sandra
Sousa
Prof Sandra Sousa Prof. Sandra
Sousa
Prof Sandra Sousa Prof. Sandra
Sousa
António David

Verwandte Interessen