You are on page 1of 68

Professor James Anthony Falk

9172.4163

A Motivação Humana

O comportamento individual das pessoas

o estudo da motivação humana ;

o estudo da motivação humana;

O Homem é um animal complexo, dotado de necessidades;

Processo contínuo de satisfação de substituição das necessidades;

O administrador deve conhecer as necessidades humanas Compreensão do comportamento humano;

A Motivação Humana • O comportamento individual das pessoas o estudo da motivação humana ; •

A motivação humana

O administrador deve saber utilizar a motivação humana como uma arma

A motivação humana enquanto meio para alcançar uma melhor

qualidade de vida, dentro das organizações.

Hierarquia das Necessidades (A. Maslow)

As necessidades humanas estão dispostas hierarquicamente (importância e diferenciação);

Pirâmide das necessidades (da base para o topo):

Necessidades Primárias

- as fisiológicas(ex: alimentação, sono/repouso, abrigo e desejo sexual)

instintivas e inatas;

Hierarquia das Necessidades (A. Maslow) • As necessidades humanas estão dispostas hierarquicamente (importância e diferenciação); •

- segurança (ex: estabilidade, proteção, fuga) - discriminação, favoritismo ou política administrativa imprevisível são ativadores da insegurança;

Hierarquia das Necessidades (A. Maslow)

Necessidades Secundárias

  • - sociais (ex: associação; participação; aceitação; amizade; afeto; amor)

- a insatisfação destas necessidades conduz à falta de adaptação social e a sentimentos de frustração e solidão;

  • - estima (ex: auto-apreciação; auto-confiança; necessidade de

aprovação social / respeito, status, prestígio e consideração);

- a sua frustração leva a sentimentos de inferioridade, fraqueza, dependência e desamparo;

  • - auto-realização (ex: melhorar o próprio potencial e se auto- desenvolver continuamente)

Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow)

A satisfação de um nível inferior de necessidades é essencial para a revelação de um nível superior no comportamento;

O topo da pirâmide das necessidades não está ao alcance de todos;

A prioridade em satisfazer as necessidades de níveis mais baixos (monopolização do indivíduo);

Cada indivíduo possui uma multiplicidade de motivações / necessidades, interligadas entre si (efeito global e conjunto no organismo);

Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow)

Qualquer comportamento motivado é um canal pelo qual as necessidades podem ser expressas ou satisfeitas;

A possibilidade de insatisfação de certas necessidades torna-se uma ameaça psicológica, ao produzir reações gerais de emergência no comportamento.

A motivação individual:

Estímulos

Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow) • Qualquer comportamento motivado é um canal

Necessidades

individuais

Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow) • Qualquer comportamento motivado é um canal
Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow) • Qualquer comportamento motivado é um canal

Comportamento

Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow)

A criação de um ambiente, criado pela organização, que permita a auto-realização máxima do indivíduo.

Factores Determinantes na Hierarquia das Necessidades

Aspectos da Teoria da Hierarquia das Necessidades (A. Maslow) • A criação de um ambiente, criado

Críticas à Teoria da Hierarquia das Necessidades ( J. Lobos)

Enquanto teoria motivacional, a hierarquia das necessidades apresenta algumas debilidades:

Dificuldade de se articularem as “necessidades básicas”, sob um ponto de vista operacional;

A teoria não considera, de forma adequada, as exceções de comportamento;

Críticas à Teoria da Hierarquia das Necessidades ( J. Lobos) Enquanto teoria motivacional, a hierarquia das

A Teoria de Maslow nunca foi confirmada e , muitas vezes, chegou a ser considerada inválida;

Críticas à Teoria da Hierarquia das Necessidades ( J. Lobos) Enquanto teoria motivacional, a hierarquia das

Porém, é uma teoria bem estruturada e capaz de servir como esquema orientador.

HIERARQUIA DAS NECESSIDADES HUMANAS

Desenvolvida pelo psicólogo Norte-Americano Abraham Maslow

Todo comportamento é motivado por necessidades

As necessidades são variadas e podem ser classificadas em cinco grupos, dispostos em forma de pirâmide

Na base da pirâmide estão as necessidades Fisiológicas, e no seu topo as de Auto-Realização; nem todas as pessoas chegam ao topo

As necessidades se manifestam a partir do nível mais baixo

Um nível superior de necessidades só será alcançado se o imediatamente inferior estiver razoavelmente satisfeito

Cada pessoa possui sempre mais de uma motivação Uma pessoa pode regredir na escala hierárquica de necessidades Necessidades satisfeitas deixam de estimular motivação

TEORIA DOS DOIS FATORES

Desenvolvida pelo Psicólogo Norte-Americano Frederick Herzberg

Existem dois grupos de fatores relacionados com o comportamento de um indivíduo

Os fatores Higiênicos são relacionados com a insatisfação Os fatores Motivacionais, relacionados com a satisfação

O contrário da satisfação não é a insatisfação, mas a não satisfação

Da mesma forma, o contrário da insatisfação não é a satisfação, mas a não insatisfação

Os fatores higiênicos estão relacionados com as necessidades fisiológicas, de segurança e sociais

Os fatores motivacionais relacionam-se com necessidades de estima e auto-realização

PRINCIPAIS FATORES

higiênicos motivacionais •O trabalho em si •Condições de trabalho •Sistema de Administração •Realização •Salário •Reconhecimento •Relações
higiênicos
motivacionais
•O trabalho em si
•Condições de trabalho
•Sistema de Administração
•Realização
•Salário
•Reconhecimento
•Relações com o Supervisor
•Progresso Profissional
•Benefícios e serviços
Sociais
•Responsabilidade

O PAPEL DO ADMINISTRADOR CONFORME AS TEORIAS DE HIERARQUIA DAS NECESSIDADES E DOS DOIS FATORES

Conhecer bem o perfil dos seus colaboradores Identificar necessidades que possam ser utilizadas para desenvolver comportamentos desejados

Suprir as necessidades primárias, ou os fatores higiênicos, como pré-condição para prevenir insatisfação

Estimular necessidades dos níveis mais elevados (Fatores motivacionais)

Focar a motivação em fatores como: reconhecimento, perspectiva de carreira, status, maior delegação de autoridade, atribuição de trabalho interessante e desafiador para os colaboradores, maior liberdade no trabalho, fornecimento de feedback (avaliações freqüentes e sinceras de desempenho), dentre outros; mas tudo isso após satisfazer as necessidades básicas

Teoria

X

e

Y

Desenvolvida por Douglas McGregor, essa teoria analisa dois estilos diferentes de administração.

Segundo McGregor, o comportamento dos administradores está diretamente relacionado à maneira como estes vêem e interpretam o perfil dos seus colaboradores

A Teoria X representa o pensamento da Administração Clássica, e é controladora e diretiva da ação das pessoas

A Teoria Y corresponde à Teoria das Relações Humanas e é democrática e participativa

Os Pressupostos Da Teoria X

Segundo Douglas McGregor,

os administradores da teoria têm um estilo duro e controlador, devido à imagem errônea que fazem de seus subordinados:

As pessoas são preguiçosas e indolentes As pessoas evitam o trabalho As pessoas evitam a responsabilidade, para se sentirem mais seguras As pessoas precisam ser controladas e dirigidas As pessoas são ingênuas e sem iniciativa

No estilo da Teoria x, compete à administração:

Organizar os recursos da empresa no interesse exclusivo de seus objetivos econômicos

Dirigir os esforços das pessoas, incentivá-las e controlá-las para atender as necessidades da empresa

As pessoas devem ser persuadidas, recompensadas, punidas, coagidas e controladas pela administração

O meio de recompensa ou de punição deve ser a remuneração, uma vez que as pessoas são primariamente motivadas por interesses econômicos

Os pressupostos da Teoria Y

segundo Mc Gregor a Teoria Y se fundamenta nas seguintes concepções sobre as pessoas:

As pessoas são esforçadas e gostam de ter o que fazer O trabalho é uma atividade tão natural como brincar ou descansar As pessoas procuram e aceitam responsabilidades e desafios As pessoas podem ser automotivadas e autodirigidas As pessoas são criativas e competentes

Segundo a Teoria Y a administração deve desempenhar os seguintes papéis:

Proporcionar condições para que as pessoas reconheçam e desenvolvam, por si próprias, seu potencial de desenvolvimento, capacidade de assumir responsabilidades, direção de esforços para os objetivos da empresa

A tarefa essencial da administração é criar as condições organizacionais e métodos operacionais que possibilitem às pessoas atingir melhor seus objetivos pessoais, dirigindo seus esforços para os objetivos organizacionais

Motivação Ciclo Motivacional

EQUILÍBRIO EQUILÍBRIO FRUSTRAÇÃO FRUSTRAÇÃO // ESTÍMULO ESTÍMULO COMPENSAÇÃO COMPENSAÇÃO NECESSIDADE NECESSIDADE BARREIRA BARREIRA TENSÃO TENSÃO SATISFAÇÃO
EQUILÍBRIO
EQUILÍBRIO
FRUSTRAÇÃO FRUSTRAÇÃO //
ESTÍMULO
ESTÍMULO
COMPENSAÇÃO
COMPENSAÇÃO
NECESSIDADE
NECESSIDADE
BARREIRA
BARREIRA
TENSÃO
TENSÃO
SATISFAÇÃO
SATISFAÇÃO
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO
OUOU AÇÃO AÇÃO
MORAL MORAL ALTO ALTO
MORAL
MORAL
ALTO
ALTO

FANATISMO

FANATISMO

EUFORIA

EUFORIA

ATITUDES POSITIVAS

ATITUDES

POSITIVAS

SATISFAÇÃO

SATISFAÇÃO

OTIMISMO

OTIMISMO

COOPERAÇÃO

COOPERAÇÃO

IDENTIFICAÇÃO

IDENTIFICAÇÃO

ATITUDES NEGATIVAS

ATITUDES

NEGATIVAS

INSATISFAÇÃO

INSATISFAÇÃO

PESSIMISMO

PESSIMISMO

–Motivação e Atitude

OPOSIÇÃO

OPOSIÇÃO

VONTADE

VONTADE

DISPERSÃO

DISPERSÃO

AGRESSÃO

AGRESSÃO

MORAL MORAL BAIXO BAIXO
MORAL
MORAL
BAIXO
BAIXO

OO enriquecimento

enriquecimento vertical

vertical ee horizontal

horizontal

Carga Vertical (maior profundidade)

Carga Horizontal (maior amplitude)

Incluir o

 

pré-trabalho

O O enriquecimento vertical e e horizontal Carga Vertical (maior profundidade) Carga Horizontal (maior amplitude) Incluir

Atribuir

responsabilidades

mais elevadas

   
O O enriquecimento vertical e e horizontal Carga Vertical (maior profundidade) Carga Horizontal (maior amplitude) Incluir
   
 

Para enriquecer o

     

cargo, deve-se

Incluir o

rearranjar os

rearranjar os trabalho

trabalho

seus elementos

posterior

   
 
Para enriquecer o cargo, deve-se Incluir o rearranjar os trabalho seus elementos posterior Automatizar ou atribuir
 

Automatizar ou

 

atribuir as

tarefas mais

simples a outros

AsAs funções

funções básicas

básicas dada organização

organização

Função econômica: Equilíbrio Produzir bens ou serviços externo Organização Industrial Função social: Equilíbrio Dar satisfações aos
Função econômica:
Equilíbrio
Produzir bens ou serviços
externo
Organização
Industrial
Função social:
Equilíbrio
Dar satisfações aos
seus participantes
interno

AsAs teorias

teorias sobre

sobre liderança.

liderança.

Teorias de Traços

 

Características marcantes

de Personalidade

  • de personalidade possuídas

pelo Líder

   

Maneiras e estilos de

Teorias sobre

Estilos de Liderança

  • comportamento adotados

pelo Líder

   

Teorias Situacionais

 

Adequação do comportamento

de Liderança

  • do Líder às circunstâncias

da situação e dos liderados

   

Os três

Os

três estilos

estilos dede liderança

liderança

Autocrática Democrática Liberal (laissez-faire) Autocrática Democrática Liberal (laissez-faire) As diretrizes são debatidas Há liberdade total para
Autocrática
Democrática
Liberal (laissez-faire)
Autocrática
Democrática
Liberal (laissez-faire)
As diretrizes são debatidas
Há liberdade total para as
As diretrizes são debatidas
Há liberdade total para as
O líder fixa as diretrizes,
O líder fixa as diretrizes,
decididas pelo grupo,
decisões grupais ou individuais,
decididas pelo grupo,
decisões grupais ou individuais,
sem qualquer
sem qualquer
estimulado e assistido
e mínima participação do líder.
estimulado e assistido
e mínima participação do líder.
participação do grupo
participação do grupo
pelo líder.
pelo líder.
O grupo esboça as
O grupo esboça as
O líder determina as
O líder determina as
providências para atingir o
A participação do líder é
providências para atingir o
A participação do líder é
providência para execução
providência para execução
alvo e pede conselhos ao
limitada apresentando apenas
alvo e pede conselhos ao
limitada apresentando apenas
das tarefas, na medida em
das tarefas, na medida em
líder, que sugere
sugestões quando solicitado a
líder, que sugere
sugestões quando solicitado a
que se tornam necessárias
que se tornam necessárias
alternativas para o
fazê-las.
alternativas para o
fazê-las.
e de modo imprevisível
e de modo imprevisível
grupo escolher.
grupo escolher.
para o grupo
para o grupo
A divisão do trabalho fica a
A divisão do trabalho fica a
critério do grupo e cada
A divisão do trabalho e escolha
critério do grupo e cada
A divisão do trabalho e escolha
O líder determina a tarefa
O líder determina a tarefa
membro tem liberdade de
dos colegas fica totalmente a
membro tem liberdade de
dos colegas fica totalmente a
que cada um deve executar
que cada um deve executar
escolher seus colegas de
cargo do grupo. Absoluta falta
escolher seus colegas de
cargo do grupo. Absoluta falta
e os colegas de trabalho
e os colegas de trabalho
trabalho.
de participação do líder.
trabalho.
de participação do líder.
O líder procura ser um membro
O líder procura ser um membro
O líder é dominador e é
O líder é dominador e é
normal do grupo, em espírito.
O líder não avalia o grupo nem
normal do grupo, em espírito.
O líder não avalia o grupo nem
“pessoal” nos elogios e
“pessoal” nos elogios e
O líder é objetivo e limita-se
controla os acontecimentos.
O líder é objetivo e limita-se
controla os acontecimentos.
críticas ao trabalho
críticas ao trabalho
aos fatos nas críticas e
Apenas comenta as atividades
aos fatos nas críticas e
Apenas comenta as atividades
de cada membro.
de cada membro.
elogios.
quando perguntado.
elogios.
quando perguntado.

Forças que condicionam os

padrões de liderança.

Forças na Situação

Tipo de empresa e seus valores e tradições. Eficiência do grupo de subordinados. Problema a ser resolvido. Tempo disponível para resolvê-lo.

 
Forças que condicionam os padrões de liderança. Forças na Situação Tipo de empresa e seus valores
 

Estilo de Liderança

 
 

a ser Adotado

Estilo de Liderança a ser Adotado Forças no Gerente Forças nos Subordinados Valores pessoais do gerente.
Estilo de Liderança a ser Adotado Forças no Gerente Forças nos Subordinados Valores pessoais do gerente.

Forças no Gerente

   

Forças nos Subordinados

Valores pessoais do gerente. Suas convicções pessoais. Confiança nos subordinados. Inclinações sobre como liderar. Tolerância para a ambigüidade.

Necessidade de autonomia. Desejo de assumir responsabilidade Tolerância quanto a incerteza. Sua compreensão do problema. Conhecimentos e experiência. Desejo de participar das decisões.

   

Comparação

Comparação entre

entre aa Teoria

Teoria Clássica

Clássica ee aa

Teoria das

Teoria

das Relações

Relações Humanas

Humanas

Comparação entre a a Teoria Clássica e e a a Teoria das Teoria das Relações Relações

Trata a organização como máquina.

Trata a organização como máquina.

Enfatiza Enfatiza as as tarefas tarefas ou ou a a tecnologia. tecnologia.

Inspirada Inspirada em em sistemas sistemas de de engenharia. engenharia.

Autoridade Autoridade centralizada. centralizada.

Linhas Linhas claras claras de de autoridade. autoridade.

Especialização Especialização e e competência competência técnica. técnica.

Acentuada Acentuada divisão divisão do do trabalho. trabalho.

Confiança Confiança nas nas regras regras e e regulamentos. regulamentos.

Clara Clara separação separação entre entre linha linha e e staff. staff.

 
 

Trata Trata a a organização organização como como grupos grupos humanos. humanos.

Enfatiza Enfatiza as as pessoas pessoas e e grupos grupos sociais. sociais.

Inspirada Inspirada em em sistemas sistemas de de psicologia. psicologia.

Delegação Delegação de de autoridade. autoridade.

Autonomia Autonomia dos dos empregados. empregados.

Confiança Confiança e e abertura. abertura.

Ênfase Ênfase nas nas relações relações entre entre pessoas. pessoas.

Confiança Confiança nas nas pessoas. pessoas.

Dinâmica Dinâmica grupal grupal e e interpessoal. interpessoal.

   

Apreciação Crítica

Apreciação

Crítica dada Teoria

Teoria

das Relações

das

Relações Humanas

Humanas

• Oposição cerrada à Teoria Clássica. • Oposição cerrada à Teoria Clássica. • Inadequada visualização dos
• Oposição cerrada à Teoria Clássica.
• Oposição cerrada à Teoria Clássica.
• Inadequada visualização dos problemas de relações industriais.
• Inadequada visualização dos problemas de relações industriais.
• Concepção ingênua e romântica do operário.
• Concepção ingênua e romântica do operário.
• Limitação do campo experimental.
• Limitação do campo experimental.
• Parcialidade das conclusões.
• Parcialidade das conclusões.
• Ênfase nos grupos informais.
• Ênfase nos grupos informais.
• Enfoque manipulativo das relações humanas.
• Enfoque manipulativo das relações humanas.

O Modelo de Organização (Likert)

Variáveis Causais

•Estrutura

organizacional

•Controles

•Políticas

•Liderança

O Modelo de Organização (Likert) Variáveis Causais •Estrutura organizacional •Controles •Políticas •Liderança Variáveis Intervenientes Atitudes, motivações

Variáveis

Intervenientes

Atitudes, motivações

e percepções de

todos os membros

O Modelo de Organização (Likert) Variáveis Causais •Estrutura organizacional •Controles •Políticas •Liderança Variáveis Intervenientes Atitudes, motivações

Variáveis

Resultantes

•Produtividade

•Lucros

•Custos

As variáveis intervenientes dependem, em grande

parte, das variáveis causais e têm influência nas

variáveis de resultado final

Sistemas de Administração

Likert propõe uma classificação de sistemas

administrativos, definindo quatro perfis organizacionais.

Em função das variáveis processo decisório, sistema de

comunicação, relacionamento interpessoal e sistema de

recompensas e punições, distinguem-se os seguintes

sistemas administrativos:

  • a) Sistema 1: “Autoritário Coercitivo” (ou Autoritário

Explorador)

  • b) Sistema 2: “Autoritário Benevolente” (ou

Autoritário Paternalista)

  • c) Sistema 3: “Consultivo”

  • d) Sistema 4: “Participativo” (ou Participação por

Grupos)

Sistemas de Administração Variáveis Autoritário- Autoritário- Consultivo Participativo principais Coercitivo Benevolente Totalmente centralizado na cúpula Centralizado
Sistemas de Administração
Variáveis
Autoritário-
Autoritário-
Consultivo
Participativo
principais
Coercitivo
Benevolente
Totalmente
centralizado na
cúpula
Centralizado na
cúpula mas
permitindo
diminuta
delegação de
caráter rotineiro
Consulta aos
níveis
inferiores,
permitindo
participação e
delegação
Totalmente
delegado e
descentralizado.
Nível institucional
define políticas e
controla resultados
Bastante
precário. Apenas
comunicações
verticais
descendentes
carregando
ordens
Relativamente
precário,
prevalecendo
comunicações
descendentes sobre
os ascendentes
Procura-se
facilitar o fluxo
no sentido
vertical
(descendente e
ascendente) e
horizontal
Sistemas de
comunicação
eficientes são
fundamentais para
o sucesso da
empresa
Sistema de
Processo
Comunicações
Decisório
Sistemas de Administração Variáveis Autoritário- Autoritário- Consultivo Participativo principais Coercitivo Benevolente Provocam desconfiança. Organização informal é
Sistemas de Administração
Variáveis
Autoritário-
Autoritário-
Consultivo
Participativo
principais
Coercitivo
Benevolente
Provocam
desconfiança.
Organização
informal é vedada e
considerada
prejudicial. Cargos
e tarefas confinam
as pessoas
São toleradas, com
certa
condescendência.
Organização informal
incipiente e
considerada como
uma ameaça à
empresa
Certa confiança
nas pessoas e nas
suas relações. A
empresa procura
facilitar o
desenvolvimento
de uma
organização
informal sadia
Trabalho
realizado em
equipas.
Formação de
grupos torna-se
importante.
Confiança mútua,
participação e
envolvimento
grupal intensos
Ênfase em
punições e
medidas
disciplinares.
Obediência estrita
aos regulamentos
internos. Raras
recompensas (de
cunho
estritamente
salarial)
Ênfase em
punições e
medidas
disciplinares mas
com menor
arbitrariedade.
Recompensas
salariais mais
freqüentes.
Recompensas
sociais são raras
Ênfase nas
recompensas
materiais
(principalmente
salários).
Recompensas
sociais
ocasionais.
Raras punições
ou castigos.
Ênfase nas
recompensas
sociais.
Recompensas
materiais e salariais
freqüentes.
Punições são raras
e, quando ocorrem,
são definidas pelos
grupos.
Sistemas de
Relações
Recompensas e
Interpessoais
Punições

Teoria Y

PARTICIPATIVO

Teoria Y PARTICIPATIVO Teoria X AUTORITÁRIO
   
 
Teoria Y PARTICIPATIVO Teoria X AUTORITÁRIO

Teoria X

AUTORITÁRIO

1 2 3 4
1
2
3
4

Sistema

Quanto mais próximo do Sistema 4 estiver situado o

estilo de administração, tanto maior será a probabilidade

de haver alta produtividade, boas relações no trabalho e

elevada rentabilidade.

Sistema 1

  • Produz resultados desejados a curto prazo e desvantagens a longo prazo

Sistema 4

  • Não produz rentabilidade a curto prazo mas conduz a uma lenta, firme e elevada rentabilidade

Perguntas

Perguntas para

para reflexão

reflexão sobre

sobre aa teoria

teoria dada Relações

Relações Humanas

Humanas

1- Que fatores básicos deram origem ao movimento da Relações Humanas (RH)?

2- Quais os objetivos da 1ª, 2ª e 3ª fases da Experiência de Hawthorne (EH)?

3- Qual foi a conclusão dos pesquisadores sobre a primeira fase da EH?

4- Qual a conclusão de Elton Mayo sobre a segunda fase da EH?

5-- Qual foi a conclusão da terceira fase da EH e a conclusão geral?

6- Quais as origens e como a organização informal se manifesta?

7 – A teoria das Relações Humanas teoriza que os métodos de trabalho e a lógica

organizacional avisam o que e quais as decorrências da teoria?

8- Como explica a Hierarquia das necessidades de Maslow?

9- Quais as três tipos de liderança apresentada e as diversas teorias sobre ela?

10- Qual a crítica apresentada à Teoria das Relações Humanas?

11- Qual a Teoria de Dois Fatores de Herzberg e o papel do administrador?

12- Qual a Teoria de McGregor sobre as pessoas na organização?

13- Como é o Ciclo Motivacional e o enriquecimento de cargos?

14-Compara a Teoria Clássica e a Teoria RH.

15- Como é o modelo de organização de Likert?