Sie sind auf Seite 1von 33

ESPECTROCOPIA

RAMAN
Nomes: Alessandra Lorenzoni,
Andriely Bersch, Anelise
Bintencourt, Cristiane Ventorini,
Daniela Velasquez
O QUE É ESPECTROSCOPIA RAMAN?

 É uma técnica Fotônica.Na qual permite a


identificação de materiais orgânicos e
inorgânicos em poucos segundos.
 Fornece a informação química e
estrutural do material;
 Sua análise se baseia no exame da luz
dispersada por um material ao incidir com
um feixe de luz monocromática.Esta luz
permite pequenas trocas de freqüência
específicas do material que esta sendo
analisado.
 É de grande importância ressaltarmos que
a espectroscopia Raman leva somente em
consideração o material que esta sendo
analisado, não necessita de nenhum tipo
de preparação nem alteração da
superfície em que vai ser feita a analise.
 A espectroscopia Raman recebe este
nome porque é baseada no efeito Raman:
 Que é o fenômeno inelástico de dispersão
da luz, permitindo o estudo de rotações e
vibrações moleculares.
Ruídos
 Ruído shot
 Ruído gerado pela amostra
 Ruído gerado pela instrumentação
 Ruído computacional
 Ruído gerado por fontes externas
 Veremos diversas aplicações,
dando ênfase a industria
farmacêutica.
APLICAÇÕES DA ESPECTROSCOPIA RAMAN

 Indústria farmacêutica;
 Carbono e diamante;
 Material científico;
 Gemologia, geologia e mineralogia;
 A ciência forense;
 Nanotecnologia;
 Arte e patrimônio;
 Biológicas e biomédicas.
INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

 Fases do produto farmacêutico, design e


processo de produção;
 Fiscalização e controle de processos de
fabricação
INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

A ilustração mostra
imagens de um
comprimido.
CARBONO E DIAMANTE
 Controle de qualidade de Carbono
diamante revestimentos;
 Caracterização da estrutura;
 Quiralidade dos nanotubos de carbono
CARBONO E DIAMANTE
As imagens ilustram o
uso da imagem
Raman para revelar
as mudanças
ocorridas com o
diamante a altas
temperaturas por um
Nitreto de boro
cúbico.
CLASSIFICAÇÃO DE DIAMANTES

As imagens mostram
informações sobre a forma
cristalina, a orientação, a
saliência de defeito e as
densidades dos diamantes.

 Mapa área: 175 μm x 88 μm


 Espectros gerados: 51.200
 Aquisição tempo: 15 minutos
cada
 Associado a microscopia de
varredura
MATERIAL CIENTÍFICO
 Combinação de microscopia eletrônica de
varredura e microRaman.
GEMOLOGIA, GEOLODIA E
MINERALOGIA
 Utilizados para identificar se diamantes
foram tratados artificialmente a alta
temperatura e pressão;
CIÊNCIA FORENSE
 Identificação de substâncias
desconhecidas.
 Técnica não-destrutiva
 A imagem abaixo mostra a distribuição da
contaminação em um comprimido de
ecstasy.
NANOTECNOLOGIA
 Classificar o diâmetro dos nanotubos de
carbono
NANOTUBOS DE CARBONO
ARTE E PATRIMÔNIO
 Compreende os materiais originais (tintas,
pigmentos, lacas, etc) do objeto a ser
restaurado.
 Não é destrutiva
ARTE E PATRIMÔNIO

A imagem mostra
uma das sondas de
fibra a ser utilizada
para identificar gemas
em um artefato.
BIOLÓGICAS E BIOMÉDICAS
 Distinguir entre células cancerosas e pré-
cancerosas e tecidos normais.
 Na imagem abaixo, a análise do tecido
esofágico.
INDUSTRIA ALIMENTÍCIA
 Na descoberta de macro moléculas como:
proteínas, água, carboidratos e lipídios.
 Tem um destacado estudo para proteínas
e estruturas polipeptídicas em seu estado
fisiológico natural.
INDUSTRIA ALIMENTÍCIA
ANALISE DE POLÍMEROS

 Estudo e caracterização de sua


cristalinidade.
Polímero laminado (PS e PMMA)
 Imagem de um polímero
laminado mostrando a
distribuição de PMMA
(vermelho), Epoxi
(verde) e PS (azul)
 Mapa área: 240 μm x
645 μm
 Espectros gerados:
17.200
 Aquisição tempo: 7
minutos
DISTRIBUIÇÃO E CONCENTRAÇÃO DE
COMPONENTES EM 2 LOTES DE UM
MESMO COMPRIMIDO FARMACÊUTICO

 As imagens mostram a distribuição de componentes


farmacêuticos em um comprimido
 Mapa área: 6 mm x 12 mm
 Espectros gerados: 82.000
 Tempo de aquisição: 38 minutos
Comprimido de produção do lote 1 Comprimido de produção do lote 2
IDENTIFICAÇÃO DO NÚMERO DE CAMADAS

 Mapa área: 110 μm x


120 μm
 Espectros gerados:
40.000
 Aquisição tempo: 14
minutos
MICRO IDENTIFICAÇÃO EM BOLACHAS DE SILÍCIO
MICRO IDENTIFICAÇÃO EM BOLACHAS DE SILÍCIO

 Mapa área: 10 μm x 10 μm
 Espectros gerados: 10.000
 Aquisição tempo: 36 minutos
(única análise para ambas as posição

imagens)

largura
SECÇÃO DENTAL
 Imagem de um dente
seccionado,
destacando o esmalte
(verde), dentina (azul)
e áreas de alta
fluorescência
(vermelho)
 Mapa área: 9
milímetros x 16
milímetros
 Espectros gerados:
84.000
 Aquisição tempo: 20
minutos
ANÁLISE DE UM ARENITO

 A imagem mostra a
distribuição de anatásio
(TiO 2) (vermelho),
quartzo (SiO 2) (verde)
e hematita (Fe 2 O 3)
(azul)
 Área da seção: 500 μm
x 320 μm
 Espectros gerados:
67.200
 Aquisição tempo: 20
minutos
LASER DE SILÍCIO CRISTALINO
INDUZINDO FAIXAS
 Imagem do laser de silício cristalino
induzida faixas de substrato amorfo
 Mapa área: 550μm x 550μm
 Espectros gerada: 70,000
 Aquisição tempo: 17 minutos

Ampliação de certa região(~250μm x


250μm) da imagem acima