Sie sind auf Seite 1von 14

Conteúdo

Teoremas do Momento de Área


Aplicação em Vigas em Balanço e em
Vigas com Carregamentos Simétricos
Diagramas de Momento Fletor por Partes
Problema Resolvido 9.11
Aplicação dos Teoremas do Momento de
Área às Vigas com Carregamentos
Assimétricos
Deflexão Máxima
Aplicação dos Teoremas de Momento de
Área em Vigas Estaticamente
Indeterminadas
Fifth Edition

CHAPTER MECHANICS OF
MATERIALS
Ferdinand P. Beer
E. Russell Johnston, Jr.

9 John T. DeWolf
Deflexões em vigas
David F. Mazurek

Lecture Notes:
J. Walt Oler
Texas Tech University

© 2009 The McGraw-Hill Companies, Inc. All rights reserved.


Teoremas do Momento de Área
• Propriedades geométricas da linha elástica
podem ser usadas para determinar a deflexão e
a inclinação de uma viga.
• Considere uma viga submetida a um
carregamento arbitrário,
d d 2 y M
 2 
dx dx EI
D xD
M
 d   EI
dx
C xC
xD
M
 D  C   EI
dx
xC
• Teorema do primeiro momento de área:
 D C  área sob o diagrama (M/EI)
entre os pontos C e D.
Teoremas do Momento de Área
• Tangentes à linha elástica em P e P’ interceptam
um segmento de comprimento dt na vertical
através de C.
M
dt  x1d  x1 dx
EI
xD
M
tC D   x1 dx = desvio tangencial de C
xC
EI
em relação a D.

• Teorema do segundo momento de área:


O desvio tangencial tC D de C em relação a D é
igual ao primeiro momento em relação a um
eixo vertical através de C da área sob o
diagrama (M/EI), entre C e D.
Aplicação em Vigas em Balanço e em Vigas
com Carregamentos Simétricos
• Viga em balanço – selecionar a tangente em
A como referência.
com θ A  0,
D  D A
yD  t D A

• Viga biapoiada com carregamento simétrico –


selecionar a tangente em C como referência.
com θC  0,
B  B C
yB  t B C
Diagramas de Momento Fletor por Partes
• Determinação da mudança de inclinação e o
desvio tangencial é simplificado se o efeito de
cada carregamento é avaliado separadamente.
• Construir um diagrama (M/EI) separado para
cada carga.
- A mudança de inclinação, D/C, é obtido
pela soma algébrica das áreas sob os
diagramas.
- O desvio tangencial, tD/C ,é obtido pela
soma dos primeiros momentos das áreas em
relação a um eixo vertical através de D.

• Diagrama de momento fletor construído dessa


maneira é dito ser elaborado por partes.
EXEMPLO 9.9
Determine a inclinação e a deflexão na extremidade B da viga
prismática em balanço AB quando ela for carregada conforme mostra a
Fig. 9.48, sabendo que a rigidez à flexão da viga é EI = 10 MN.m2.
EXEMPLO 9.9
Determine a inclinação e a deflexão na extremidade B da viga
prismática em balanço AB quando ela for carregada conforme mostra a
Fig. 9.48, sabendo que a rigidez à flexão da viga é EI = 10 MN.m2.

SOLUÇÃO:
Problema Resolvido 9.11

SOLUÇÃO:
• Determine as reações nos apoios.

• Construção do diagrama de força


cortante e momento fletor, e obtemos
o diagrama (M/EI).

• Tomando a tangente em C como


Para a viga prismática mostrada, referência, avaliar a inclinação e a
determine a inclinação e a deflexão na deflexão na extremidade E.
extremidade E.
Problema Resolvido 9.11

SOLUÇÃO:
• Determine as reações nos apoios.
RB  RD  wa

• Construção do diagrama de força


cortante e momento fletor, e obtemos o
diagrama (M/EI)

wa 2  L  wa 2 L
A1    
2 EI  2  4 EI

1  wa 2  wa 3
A2   a   
3  2 EI  6 EI
Problema Resolvido 9.11
• Inclinação em E:
 E  C   E C  E C

wa 2 L wa 3
 A1  A2   
4 EI 6 EI
wa 2
E   3L  2a 
12 EI
• Deflexão em E:
yE  t E C  tD C
  L  3a    L 
  A1 a    A2     A1 
  4  4    4 
 wa 3 L wa 2 L2 wa 4   wa 2 L2 
       
 4 EI 16 EI 8 EI   16 EI 

wa 3
yE   2L  a 
8EI
Aplicação dos Teoremas do Momento de Área
às Vigas com Carregamentos Assimétricos
• Definir a tangente de referência no apoio A. Avaliar A
determinando o desvio tangencial em B em relação a A.
tB A
A  
L
• A inclinação em outros pontos é encontrada no que
diz respeito à tangente de referência.
D   A  D A

• A deflexão do ponto D é encontrada a partir do


desvio tangencial em D.
EF HB x
 EF  tB A
x L L
x
y D  ED  EF  t D A  tB A
L
Deflexão Máxima
• Deflexão máxima ocorre no ponto K
onde a tangente é horizontal.
tB A
A  
L
K  0   A K A

K A   A

• O ponto K pode ser determinado


medindo uma área sob o diagrama (M/EI)
igual a K/A = -A .

• Obter ymax computando o primeiro


momento com relação ao eixo vertical
através de uma área entre A e K.
Aplicação dos Teoremas de Momento de Área
em Vigas Estaticamente Indeterminadas
• Reações nos apoios de vigas estaticamente
indeterminadas são encontradas através da designação
de uma restrição redundante e tratá-la como uma
força desconhecida que satisfaz uma exigência de
compatibilidade de deslocamento.
• O diagrama (M/EI) é desenhado por partes. Os
desvios resultantes tangencial são sobrepostos e
relacionados pela exigência de compatibilidade.
• Com as reações determinadas, a inclinação e a
deflexão são encontradas a partir do método dos
momentos de áreas.