You are on page 1of 27

Hidrologia Básica

Eng °Cláudio Gomes do Nascimento


Bibliografia
 Hidrologia Aplicada
Carlos Eduardo M. Tucci

 Hidrologia – Ciência e Aplicação


Carlos Eduardo M. Tucci – ABRH

 Hidrologia Aplicada
Carlos Eduardo M. Tucci

 Engenharia Hidrológica
ABRH

 Hidrologia e Recursos Hídricos


Antonio Marozzi Righetto
Bacia de Drenagem
 Processo de urbanização
•área impermeabilizada
•tempo de concentração
Tempo de Concentração (Tc)
Tempo necessário para que toda a área da bacia contribua para o
escoamento superficial na seção de saída. Os fatores que
influenciam o Tc de uma dada bacia são:

 Forma da bacia.
 Declividade média da bacia.

 Tipo de cobertura vegetal.

 Comprimento e declividade do curso principal e afluentes.

 Distância horizontal entre o ponto mais afastado bacia e sua saída.

 Condições do solo em que a bacia se encontra no inicio da chuva.


Dados Hidrometeorológicos
 Estações Climatológicas
 Estações Pluviométricas
 Estações Fluviométricas
 Radar meteorológico
 Sensoriamento Remoto
Estações Climatológicas
 Actinógrafo
 Heliógrafo
 Geotermômetro ou termógrafo de solo
 Termômetro de máxima e mínima e termógrafos
 Psicrômetro
 Higrômetro
 Barômetro
 Anemômetro de canecas
 Anemógrafo Universal
 Pluviômetro, Pluviógrafo
 Evaporímetro
 Anemômetro de Piche
 Evapotranspirômetro
Estações Pluviométricas
 Precipitações diárias (pluviômetros)
 Intensidade das chuvas (pluviógrafo)

Área de Drenagem (ha) Número Mínimo de Estações Pluviométricas


1
12-40 2
40-80 3
80-200 1 a cada 40 ha
200-1000 1 a cada 100 ha
1000-2000 1 a cada 250 ha
>2000 1 a cada 750 ha
Estações Fluviométricas
 Níveis d´água
réguas limnimétricas
limnígrafos
Radar Meteorológico
Sensoriamento Remoto
Visível Vapor d´água Infravermelho
Banco de Dados - SP
 www.sigrh.sp.gov.br
Estatísticas

 Aleatoriedade das variáveis hidrológicas


Período de Retorno
 Inverso da probabilidade excedente
o inverso do período de retorno (1/T) é a probabilidade de um evento ser
igualado ou superado em um ano qualquer
 Probabilidade de ocorrência
é o intervalo médio de ocorrência (em anos) entre eventos que
igualam ou superam uma dada magnitude

Tipo de Obra Tipo de Ocupação da Área T (anos)


Microdrenagem Residencial 2
Comercial 5
Áreas com edifícios de serviços ao público 5
Aeroportos 2-5
Áreas comerciais e artérias de tráfego 5-10

Macrodrenagem Áreas residenciais e comerciais 50-100


Áreas de importância específica 500
Exemplo
Exemplo

1 260,4 450
2 222
0,05 260,4
3 206,1
0,10 222
4 206 400
0,15 206,1
5 197,5
0,20 206
6 192,5 350
0,25 197,5
7 177,8
0,30 192,5
8 174,5
0,35 177,8 300
9 167,7
i (mm)

0,40 174,5 y = 36,757Ln(x) + 143,21


10 164,4
0,45 167,7
11 163,9 250
0,50 164,4
12 162,3
0,55 163,9
13 158,7
0,60 162,3 200
14 157,2
0,65 158,7
15 155
0,70 157,2
16 154,5 150
0,75 155
17 153,5
0,80 154,5
18 152,6 100
0,85 153,5
19 145,6 1 10 100 1000
0,90 152,6
20 138,1
0,95 145,6 Tr
21 134,8
1,00 138,1
22 133,7
Equações IDF

 Fornecem a intensidade pluviométrica


(mm/min) ou a altura precipitada (mm) em
função da duração da chuva (t) e do período
de retorno (T)
Exemplos
Método Racional
Área < 2 km2

Q=0,278 C I A

Q: (m3/s)
C: coeficiente de run-off
I: intensidade em mm/h
A: área em km2
Coeficiente de Escoamento

Horner: C=0,364 log t + 0,0042 p - 0,145

•t: tempo de duração da chuva


•p: taxa de impermeabilização
Coeficiente de Escoamento
Intensidade da Chuva

Relações intensidade-duração-freqüência

27,96T 0,112
i
t  15 0,86T 0 , 0144
Duração da Chuva

 para bacias pequenas (até 5 km2) adota-se uma


chuva com duração igual ao tempo de concentração
da bacia

 para bacias maiores usualmente adota-se uma chuva


com duração igual a 24 horas
Duração da Chuva Crítica
1,0
dc=tc
0,8

0,6
dc<tc
0,4

0,2

dc<tc
0,0
0 1 2 3 4 5
Tempo de Concentração

Superfície n (Kerby)
lisa e impermeável 0,02
dura e desnuda 0,1
pasto ralo 0,2
pasto médio 0,4
mata e arbustos 0,6
Exemplo
 Equação da chuva
2000 i em l/s.ha
i  0, 67 t em minutos
t

 Tempo de concentração: 10 minutos


 Área de Drenagem: 0,39 ha
 Taxa de impermeabilização: 80%
Exemplo 1
Q =C IA

 C (tabela) = 0,55
 A = 0,39 ha
 I = 2000/100,67 = 427,5 l/s.ha = 0,428 m3/s.ha

Q=0,55 x 0,428 x 0,39

Q=0,092 m3/s
Exemplo 2
Q=0,278 C I A
i em mm/min
t em minutos

 C (tabela) = 0,55
 A = 0,0039 km2
 T = 10 anos
 I = (29,13·100,181)/(10+15)0,89= 2,51 mm/min = 151,1 mm/h

Q=0,278 x 0,55 x 151,1 x 0,0039

Q=0,090 m3/s