Sie sind auf Seite 1von 22

COMO ELABORAR UM RELATÓRIO DE AULA

PRÁTICA
CAPA

No que diz respeito à capa, a ABNT NBR 14724 diz que é necessário
que ela contenha, obrigatoriamente na ordem a seguir:

1.Nome da instituição (não é obrigatório o uso desse elemento)


2.Nome do autor
3.Título do trabalho
4.Sub-título (também é opcional, usado a critério do autor)
5. cidade onde se localiza a instituição onde será apresentado o
trabalho
7.O ano de entrega
CONTRA-CAPA:

1.Nome do autor
2.Título do trabalho
3. Natureza e o objetivo do trabalho*.
4.Cidade
5.O ano de entrega

*Normalmente se recomenda que essa parte seja colocada em alinhamento


justificado e que se desloque a margem esquerda do parágrafo para a marca de
7,5 centímetros.
Lista de figuras:

Sempre que uma imagem aparece no desenvolvimento do


relatório, ela deve ser identificada por nome específico, travessão
e título. Um exemplo: ”Figura 1 – Mapa demográfico dos bairros
de São Paulo/SP”. A numeração das próximas gravuras segue a
sequência: Figura 2, Figura 3…

Esses itens não precisam constar no sumário, mas podem aparecer


numa listagem à parte, nos mesmos moldes. Trata-se de um
recurso para localizar o material com mais agilidade.
LISTA DE FIGURAS:
Lista de figuras:

Editores de texto, como o Word, têm funcionalidades simples e


eficientes. Uma delas é a ferramenta “inserir legenda”.

Quando todos os materiais gráficos estão assinalados, o software


consegue compilar as legendas e montar um índice
automaticamente. Assim, qualquer alteração posterior na
paginação é atualizada.
Sumário:

Consiste da relação dos capítulos e seções do trabalho na ordem


em que aparecem no relatório. O sumário pode ser apresentado
conforme O seguintes prescrições: - localizado após a folha de
rosto e equipe técnica.- Apresenta para cada capítulo ou seção os
seguintes dados:

a) título do capítulo ou seção com mesmo fraseado;


b) número da página inicial do capítulo ou seção ligado ao título
por uma linha.
Sumário:
Sumário:

Até pouco tempo atrás, produzir o sumário era um dos itens mais
chatos da monografia. Isso porque o estudante precisava olhar
página por página para fazer a organização de maneira manual.

O Microsoft Word permite que o usuário adicione sumários


automáticos aos seus documentos.
Introdução:

O relatório deve ser redigido de forma impessoal, num tempo


verbal passado, e deve indicar com clareza todo o desenvolvimento
do trabalho, todas as observações, conclusões e críticas.

Nessa parte, o aluno deve realizar buscas sobre o conteúdo que


será abordado na aula e criar uma espécie de resumo sobre o
tema. É fundamental a consulta em livros e fontes confiáveis na
internet.
Introdução:

• Lembrar que a introdução não é uma cópia da literatura.


• A introdução não pode ser escrita em tópicos.
• Cuidado com a veracidade da informação obtida!
OBJETIVOS

Descrever o objetivo da prática realizada de forma clara e sucinta.


PROCEDIMENTOS EXPERIMENTAIS - Deverá abordar os materiais
utilizados nas aulas práticas, bem como, os equipamentos. Por exemplo:

• Material utilizado na prática: liga metálica, material compósito.


• Tipo de corpo de prova, geometria, dimensão
• Equipamento usado para a prática: máquina de ensaio, forno,
termopar, cadinho, entre outros.
• Parâmetros para execução da prática: temperatura de ensaio, carga
utilizada, etc..

Além da abordagem sobre os materiais e equipamentos, o


procedimento experimentalutilizado deverá ser descrito na íntegra.
RESULTADOS E DISCUSSÕES

• Os resultados deverão ser apresentados na forma de tabelas,


gráficos e figuras, quando for o caso, seguida de discussão
técnica e crítica sobre os mesmos.

• Qualquer material gráfico que não esteja na forma de tabela é


designado de figura. Qualquer tabela ou figura deve ser
obrigatoriamente, e previamente, citada no texto, além de ser
devidamente numerada em sequencia.
CONCLUSÃO

A partir das relações entre a parte teórica e as atividades feitas no


laboratório, conclua o experimento realizado, de forma concisa,
procurando observar a idéia principal do experimento.

• Conclusão não é uma síntese do que foi feito e também não é a


repetição da discussão.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

• Elemento obrigatório, que consiste na relação das obras


consultadas e citadas no texto, de maneira que permita a
identificação individual de cada uma delas.

• As referências devem ser organizadas conforme aparecem no


texto e utilizando o sistema em ordem alfabética
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS