Sie sind auf Seite 1von 37

CÂNON BÍBLICO

MINTS
1. A IDEIA CATÓLICA DE CÂNON

• Para os católicos romanos, A Bíblia só é parte da revelação de


Deus.

• A Bíblia, segundo eles, sem a Igreja não é a Palavra completa


de Deus. Que ela necessita da Tradição eclesiástica para
conferir-lhe ao escrito o verdadeiro e completo caráter de
Revelação Divina.
2. A IDEIA REFORMADA DE
CÂNON
1. O Cânon não é produto da decisão da igreja, de
nenhuma igreja.

2. Tudo o que está na Bíblia não foi produto da igreja, senão a


base da decisão da igreja de expressar a consciência de sua
aceitação e reconhecimento do que o Espírito lhe revelou o
que era o Cânon, ou seja, a norma inspirada.
2. A IDEIA REFORMADA DE
CÂNON
• Em outras Palavras, a igreja reformada reconhece que não
a igreja não criou o cânon ela simplesmente reconheceu o
cânon.
SIGNIFICADO DA PALAVRA
CÂNON
1. Cana, regra, vara de medir. (Gl 6:16).
2. Aplicado às Escrituras, o termo designa os livros que se
conformam à regra da inspiração e autoridade divinas. Atanásio
(séc. IV) parece ter sido o primeiro a usar a palavra neste sentido.
São chamados de canônicos, portanto, os livros que foram
inspirados por Deus, os quais compõem as Escrituras
Sagradas — o cânon bíblico.
A IDEIA REFORMADA DE CÂNON
1. Vejamos o que diz o Breve Catecismo de Westminster,
na pergunta e resposta 2:
• PERGUNTA 2. Que regra deu Deus para nos dirigir na
maneira de o glorificar e gozar?
• R. A Palavra de Deus, que se acha nas Escrituras do Velho e do
Novo Testamentos, é a única regra para nos dirigir na maneira de
o glorificar e gozar.
A IDEIA REFORMADA DE CÂNON
Leiamos também:
CFW, capítulo 1, artigos I e IV.
Nesse artigo fica claro o que a CFW diz a respeito da Escritura. Ela
não é da igreja. A igreja não cria o Cânon, a igreja apenas a
reconhece.
A IDEIA REFORMADA DE CÂNON
Vejamos a diferença na página 16 da apostila numa
citação exposta pelo autor.
“Não temos nenhum reparo em admitir que a Santa igreja Católica
Apostólica Romana conserva no acervo de sua doutrina algumas
verdades que só pela leitura da Santa Bíblia não consta haver ensinado
Cristo; pelo menos tal qual a igreja ensina hoje. Por exemplo: sobre as
Indulgências, o Purgatório, A Confissão auricular, etc.”
A IDEIA REFORMADA DE CÂNON
• Ou seja: que entre as verdades de fé que há de crer o bom
cristão (?) há algumas que não figuram no Sagrado Texto;
se bem podem ver-se insinuadas em certas passagens do
mesmo.
A IDEIA REFORMADA DE CÂNON
• Ante esta situação formula-se o leitor uma dupla pergunta:
Qual é a fonte destas verdades (?) chamando-as (ainda que
impropriamente) “extra bíblicas”? É lícito à Igreja Católica
professar uma crença que não se ache contendida clara e
abertamente nas Sagradas Escrituras?
A IDEIA REFORMADA DE CÂNON
• À primeira pergunta respondemos: a Sagrada
Tradição é a fonte de dogmas e verdades da fé que
não encontram-se nas Sagradas Escrituras ...”(pg. 58)”

• Perguntamos o que a Bíblia diz sobre isso?


Vejamos Gálatas 1.6-9.
POR QUE A IGREJA TEVE DE
DETERMINAR O CÂNON?
• 1. Por causa das heresias da época. Um exemplo
disso é a Epístola aos Gálatas.

• 2. Para estabelecer o que era falso do verdadeiro.


• Exemplo do tamanho e do peso do peixe do manual.
POR QUE A IGREJA TEVE DE
DETERMINAR O CÂNON?
• 1. Por causa das heresias da época. Um exemplo
disso é a Epístola aos Gálatas.
• 2. Para estabelecer o que era falso do verdadeiro.
• Exemplo do tamanho e do peso do peixe do manual.
• Vejamos o artigo VIII e X do capítulo 1 da CFW.
COMO SE DECIDIA SE UM LIVRO
FAZIA OU NÃO PARTE DO CÂNON
• a) Inspiração Divina
• b) Apostolicidade no caso do NT, e Profetismo no caso
do AT, que são a garantia da inspiração divina requerida.
• c) Unidade de doutrina, que se deduz dos pontos
anteriores.
• d) Autencidade
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1. Rejeitamos porque o testemunho dos que
estão mais próximos dos livros da Bíblia é que
com o livro de Malaquias o Cânon Bíblico havia
se encerrado.
• Nesse aspecto temos vários testemunhos:
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.1. Macabeus:
• Vejamos uma citação do próprio livro de Macabeus:
• "Demoliram-no, pois, e depuseram as pedras sobre o
monte da Morada conveniente, à espera de que viesse
algum profeta e se pronunciasse a respeito" (l Mac 4.45-
46)”
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.1. Macabeus:
• A lembrança de um profeta credenciado no meio do
povo pertencia ao passado distante, pois o autor
podia falar de um grande sofrimento, “qual não tinha
havido desde o dia em que não mais aparecera um
profeta no meio deles” (l Mac 9.27; 14.41).
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.2. Flavio Josefo:
• “Desde Artaxerxes até os nossos dias foi escrita uma
história completa, mas não foi julgada digna de
crédito igual ao dos registros mais antigos, devido à
falta de sucessão exata dos profetas” (Contra Apião
1:41).
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.2. Flavio Josefo:
• Essa declaração do maior historiador judeu do primeiro
século cristão mostra que os escritos que agora fazem
parte dos “apócrifos”, mas que ele (e muitos dos seus
contemporâneos) não os consideravam dignos “de
crédito igual” ao das obras agora conhecida por nós
como Escrituras do Antigo Testamento.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.3. Os Escritos de Qumran:
• Várias declarações são encontradas, nos Manuscritos
do Mar Morto que não aceitavam os “Apócrifos”.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.3. Os Escritos Neotestamentários:
• Não encontramos no NT nenhum indício que Jesus
tenha discutido com os judeus sobre se os livros dele
era inspirados ou não.
• Por outro lado, nenhum desses livros é citado por
Jesus.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 2. Rejeitamos porque a inclusão dos apócrifos
foi acidental.
• Quando da tradução dos livros hebraicos para o
grego (LXX) acrescentaram 7 livros no Apêndice do
VT.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 3. Rejeitamos porque há várias testemunhas
contra os apócrifos
• Ao longo da história da Igreja vemos que várias
pessoas foram contra a inserção desses livros na
Bíblia.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• Testemunhos
• 1. Flávio Josefo
• 2. Orígenes
• 3. Tertuliano
• 4. Atanásio
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• Testemunhos
• 5. Jerônimo.
• Este menciona ter descoberto Eclesiástico em Hebraico,
mas declara ser sua convicção que a Sabedoria de Salomão
teria sido originalmente composta em Grego e não em
Hebraico, por demonstrar uma eloqüência tipicamente
helenística.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• Testemunhos
• A mais famosa frase de Jerônimo é essa:
• "da mesma maneira pela qual a igreja lê Judite e Tobias e
Macabeus (no culto público) mas não os recebe entre as
Escrituras canônicas, assim também sejam estes dois
livros úteis para a edificação do povo, mas não para
estabelecer as doutrinas da Igreja.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1.4. Por que são livros heréticos
• Essa é sem dúvida a principal razão. Além do mais
existem lendas, e outros erros.
• Vejamos livro a livro os absurdos que aparecem.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• TOBIAS (200 aC):
• Justificação pelas obras - 4:7-11; 12:8
• Mediação dos Santos - 12:12
• Superstições - 6:5, 7-9, 19
• Um anjo engana Tobias e o ensina a mentir 5:1 a 19
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• Vamos dá uma olhada em Tobias 6.1-4
• JUDITE (150 aC):
• É a História de uma heroína viúva e formosa que
salva sua cidade enganando um general inimigo e
decapitando-o. grande heresia é a própria história
onde os fins justificam os meios.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• BARUQUE (100 aC):
• Intercessão pelos mortos – 3.4.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• ECLESIÁSTICO (180 aC):
• Justificação pelas obras - 3:1-3
• Incentiva o ódio aos Samaritanos - 50: 25 e 26
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• SABEDORIA DE SALOMÃO (40 aC):
• O corpo como prisão da alma - 9:15
• Doutrina estranha sobre a origem e o destino da alma
8:19 e 20
• Salvação pela sabedoria - 9:18
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 1 MACABEUS (100 a.C.):
• Este livro trata sobre a história dos 3 irmãos
“Macabeus) que era uma influente familia do período
ínterbíblico (400 a.C. 3 a.D).
• A história é a luta dele contra inimigos dos judeus
visando a preservação do seu povo e terra.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 2 MACABEUS (100 a.C.):
• Este livro um relato similar ao primeiro, cheio de
lendas e prodígios de Judas Macabeu.
• Este livro também apresenta algumas heresias:
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• 2 MACABEUS (100 a.C.):
• A oração pelos mortos - 12:44 – 46
• Culto e missa pelos mortos - 12:43
• O próprio autor não se julga inspirado -15:38-40; 2:25-27
• Intercessão pelos Santos - 7:28 e 15:14
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• Acréscimos ao livro de Daniel:
• Nos livros apócrifos temos três acréscimos ao livro de Daniel.
• 1. O Cântico dos jovens na Fornalha (cap. 3.24-90).
• 2. A história de Suzana (capítulo 13). Aqui conta a lenda de que
Daniel salvou-a de um julgamento fraudulento;
• 3. Bel e o Dragão (capítulo 14). Um acréscimo que falam de
histórias sobre a necessidade da idolatria.
POR QUE OS LIVROS NÃO INSPIRADOS
NÃO SÃO ACEITOS?
• Encontramos nesses livros a heresia do
purgatório:
• b) Sabedoria 3.1-4
• Eles ensinam que o tormento em que o justo está, é o
purgatório que o purifica para entrar na imortalidade.