Sie sind auf Seite 1von 17

Escola Secundária de Sebastião da Gama

Noções de Fiscalidade

UFCD 0567
• Fernanda Morais
• Luana Silva
• Carlos Silva
Não há restituição do Imposto consiste numa Prestação em
prestação dinheiro.
imposto devido.
pecuniária,
Imposto pago em
Imposição
definitiva, prestações, sem
da taxa de unilateral, que haja
imposto contraprestação.
pelo Estado coativa,
e/ou outros sem carácter de sansão,
entes
públicos. estabelecida por lei,
a favor do Estado ou
Não têm carácter
de outros entes públicos, de penalização
com vista à cobertura pela prática de
acto ilícito.
das despesas públicas.
TAXAS
São prestações:
COIMAS • Coativas e
• Sanções Patrimoniais; pecuniárias;
• Coativas e • Bilaterais
MULTAS pecuniárias;
• Carácter punitivo;
Ex: O contribuinte
paga, mas recebe,
imediatamente , a
• Sanções Patrimoniais • De actos ilícitos de
prestação de um
• Coactivas e natureza
serviço.
pecuniárias; administrativa.
• Carácter punitivo; Ex: Falta de
• De actos ilícitos de pagamento de
natureza criminal. impostos.
Ex: Não parar no
STOP.
QUANTO AO ASPECTO ECONÓMICO:

• São os que incidem sobre o


rendimento ou património.
• Ex: IRS, IRC, IMT, IMI.
Impostos
Directos

• Incidem sobre o consumo ou


despesa.
• Ex: IVA, IT -imposto especial
Impostos sobre o tabaco.
Indirectos
QUANTO AO SUJEIRO ACTIVO:

Impostos Estaduais
•São os impostos cujo sujeito
activo é o Estado.
Impostos Não estaduais
•São os impostos cujo sujeito
activo não é o Estado.
•Ex: Câmara Local
QUANTO À SUA INCIDÊNCIA:

Não considera Têm em conta as situações


condições pessoais, pessoais, económicas e
económicas e familiares familiares dos
dos contribuintes. contribuintes.
Ex: IVA Ex: IRS
QUANTO AO CÁLCULO DO MONTANTE DA PRESTAÇÃO PECUNIÁRIA:

Taxa aumenta à medida


que a matéria colectável
aumenta.
São impostos de taxa fixa.
Ex:IRS
Ex: IVA

Impostos regressivos
Taxa diminui à medida que
a matéria colectável
aumenta.
(Não ocorre em Portugal)
QUANTO AO PERÍODO DE TEMPO DE SUA INCIDÊNCIA:

Obrigação
Periódicos
Única
Quando os factos ou
situações não se repetem
O pagamento se processa com
periodicamente. carácter de periodicidade,
mas ocasional ou
esporadicamente

IRS,IRC,IVA IMT
A finalidade da tributação dos
impostos pode ser:
Fiscal Extrafiscal
O Estado cobra impostos Tais impostos não têm
com a finalidade de obter como finalidade a
receitas públicas para obtenção de receitas para
cobrir as despesas cobrir despesas públicas,
públicas. neste caso, o principal
Ponto de vista quantitativo objectivo é a protecção
sócio-ecónomica.
Ex: Taxa de impostos
alfandegários.
Incidência
O quê Quem

Lançamento
Como Porquê

Liquidação
Quanto

Cobrança
Quando Onde
Sobre o rendimento:

IRS - Sobre pessoas singulares


IRC – Sobre pessoas colectivas
Sobre o consumo:

IVA- Imposto Valor Acrescentado


IA- Imposto Automóvel
IS- Imposto do Selo
Sobre o Património

IMI- Imposto Municipal sobre Imóveis


IMT- Imposto Municipal sobre as
Transmissões Onerosas de Imóveis
ISV – Imposto Sobre Veículos
IUC – Imposto Único de Circulação
Impostos Especiais

IABA- Imposto sobre Álcool e


Bebidas Alcoólicas
IT- Imposto sobre o Tabaco
ISP – Imposto Sobre os Produtos
Petrolíferos e energéticos;