You are on page 1of 5

BIANCA LEMOS BATISTA

DANIELA SOARES
GIOVANA OLIVEIRA
PRISCILA ROBERTA
WELVIS BATISTA
ESCALA MENSAL
• É a distribuição de todo pessoal, todos os dias do
mês, segundo os turnos de trabalho (M, T, N) e
onde são registradas as folgas, férias e licença
dos funcionários.
• A distribuição dos funcionários deve respeitar a
necessidade dos plantões e da metodologia de
assistência utilizada.
* As folgas devem ser planejadas e previstas.
ESCALA DIÁRIA
• Feita pelo(a) enfermeiro(a)-chefe, de acordo
com a escala mensal
• distribuição do serviço do plantão determinado,
entre os funcionários obedecendo: a função, o
grau de dependência dos pacientes e a
complexidade dos cuidados exigidos.
OBSERVAÇÕES
• evitar deixar folgas de um mês para o outro, pois o
acúmulo de folgas dificulta a elaboração das escalas;
• verificar o dia da última folga do mês anterior, para que
não haja período maior do que sete dias seguidos sem
folga;
• cuidar para que o retorno do funcionário de férias ocorra
em dia útil;
• consultar a escala anterior para verificar o último
plantão noturno em que o funcionário compareceu ao
trabalho no mês;
• checar se há equilíbrio em número e qualificação
profissional do pessoal nos plantões;
• fazer com que a distribuição das folgas dos funcionários,
em domingos e feriados, seja eqüitativa.
REVISÃO DA ESCALA É CONTÍNUA
motivos: demissão, admissão, férias, faltas,
licença para tratamento de saúde, transferência
de local, rodízio de plantões (M,T,N).