Sie sind auf Seite 1von 14

ANATOMIA C

Notas de aula – Mariana Moreira Andrade - 2018.2


Métodos para o estudo da anatomia
• Anatomia regional (anatomia topográfica): contempla a organização do corpo
humano em partes principais/segmentos e suas áreas/regiões, e também reconhece
a organização do corpo em camadas. As principais técnicas associadas a esse
método são: imagens radiológicas e seccionais (anatomia radiológica), dissecação e
técnicas endoscópicas.
• Anatomia de superfície: é a parte da anatomia regional interessada em visualizar,
mentalmente, estruturas que conferem contorno à superfície ou são palpáveis abaixo
dela e, na prática clínica, distinguir achados incomuns ou anormais. O exame físico é
a aplicação clínica da anatomia de superfície. A palpação é uma técnica clínica
associada à observação e à ausculta para examinar o corpo.
• Anatomia clínica (aplicada): enfatiza aspectos da estrutura e da função do corpo
importantes na prática das áreas da saúde. Inclui os métodos regional e sistêmico de
estudo da anatomia e enfatiza a aplicação clínica.
Planos anatômicos
(crânio-caudal)

(axial)
(látero-lateral/ látero-medial)

(sagital)
Cortes
Termos de comparação
• Superior/cranial e inferior/caudal: cima e baixo
• Posterior/dorsal e anterior/ventral: na frente e atrás
• Medial e lateral: próximo e distante do plano médio
• Interno e externo
• Proximal e distal
• Ipsilateral e contralateral: do mesmo lado e do lado oposto

• Termos associados (exemplos):


• Inferomedial: próximo dos pés e do plano mediano
• Superolateral: próximo da cabeça e distante do plano mediano
Tipo Plano Movimento Exemplo/Especificação
− Mandíbula, lábios e língua: protusão
Para frente
Sagital e − Escápula: protação
anterolataral − Mandíbula, lábios e língua: retrusão
Para trás
Deslizamento − Escápula: retração
Para cima Elevação
Longitudinal
Para baixo Depressão
- Pé: flexão dorsal
Redução do ângulo - Pelve/coluna vertebral: anteversão
- Demais: flexão
Latero-lateral
- Pé: flexão plantar
Aumento do ângulo - Pelve/coluna vertebral: retroversão
Angular
- Demais: extensão
- Pelve/coluna vertebral: inclinação para esquerda/direita
Aproximação do plano mediano
Antero- - Demais: adução
posterior - Pelve/coluna vertebral: inclinação para esquerda/direita
Afastamento do plano mediano
- Demais: abdução
- Pelve/coluna vertebral: rotação para esquerda/direita
- Antebraço: pronação
No sentido do plano mediano
- Pé: inversão
- Demais: medial
Rotação Longitudinal
- Pelve/coluna vertebral: rotação para esquerda/direita
- Antebraço: supinação
No sentido contrário ao plano mediano
- Pé: eversão
- Demais: lateral
Latero-lateral
Combinação de todos os movimentos
Circundação e antero- Membros
angulares; descreve um círculo
posterior

Amplitude maior do que a do movimento


Passivo - Articulações sinoviais
normal, possibilitada pelo examinador
Movimentos do polegar
• Oposição (“pinçar”): polpa do polegar se aproxima da
de outro dedo.
• Reposição: retorno do polegar da posição de oposição
para sua posição anatômica.
Divisão do corpo humano
Fatores de variação anatômica
• Idade • Sexo
• Qtd. de gordura na tela subcutânea
• Respiração diagramática x costal
• Grupos populacionais
• Pele negra – queloide
• Biotipos
• Longilíneo – magro, alto, pescoço longo, tórax
achatado anteroposteriormente, membros
longos, estômago em J
• Brevilíneo – atarrancado, baixo, pescoço curto,
tórax de grande diâmetro anteroposterior,
membros curtos, estômago em chifre de
novilho
• Mediolíneos – características intermediárias
Posição anatômica
• Posição ereta/em pé/ortostática/bípede
• Face, palmas e dorsos voltados para frente
• Olhar dirigido para o horizonte
• Membros estendidos
Princípios de construção
• Antimeria: simetria bilateral
• Metameria: superposição, no sentido longitudinal, de segmentos semelhantes
(metâmeros). Ex.: coluna vertebral (vértebras) e caixa torácica (costelas).
• Paquimeria: dois tubos (paquímeros): a) anterior/ventral/visceral; b) posterior/dorsal.
• Estratimeria: divisão em camadas/estratos/telas/túnicas. Ex.: camadas da pele.
• Segmentação: divisão em segmentos cirúrgicos, isto é, que podem ser removidos
cirurgicamente, já que apresentam irrigação independente.