Sie sind auf Seite 1von 13

Entre o Bem e o

Mal: A ÉTICA

Prof. Abimael F. Silva


Conceitos
Moral: do latim mos, moris,
“costume”, maneira de se
comportar regulada pelo uso;

Ética: do grego ethos, “costume”.


Ética x Moral
Ética = ethos Moral = mos, mores
Princípios Regras para as ações
Universais coletivas
(pressão externa)
(pressão interna)
Reflexão e Valores Hábitos e Costumes
Morada humana Normas sociais
A ética pressupõe análise e reflexão antes
do agir. Toda existência tem o lado da
alteridade, isto é, da dimensão do OUTRO.
Moral

Moral: é o conjunto de regras


que determinam o
comportamento dos indivíduos
em um grupo social;
Ética

Ética: é a reflexão sobre as


noções e princípios que
fundamentam a vida moral.
Valores

Há uma hierarquia a obedecer?


Homem: Um conquistador.
• Dominou a natureza e empreendeu um tremendo avanço
tecnológico;
• Durante todo esse processo evolutivo, foi ele capaz de
transformar a natureza por meio da cultura, e a partir dela
foi criando padrões de conduta.
Caráter Histórico e Social da Moral

O comportamento moral varia de acordo


com o tempo e o lugar;

Varia de acordo com as mudanças


econômicas e sociais e as do mundo do
trabalho;

Toda vez que essas mudanças ocorrem,


mudam-se as normas de comportamento
coletivo.
A Liberdade do Sujeito Moral
O agir humano só é moral se passar
pela livre aceitação consciente das
normas;
A moral exige a adesão íntima do
HOMEM indivíduo;

A moral:
•não se reduz à herança recebida pela
tradição, pois pode ser questionada;
•Há sempre a possibilidade da escolha
individual;
•Mas não pode deixar-se dominar por
completo pelo pensamento
individualista, pois levaria a quebra dos
princípios socialmente construídos.
Quem é o sujeito Moral
•Ser consciente de si e dos outros;
•Ser dotado de vontade;
•Ser responsável;
•Ser livre.

Ele pode ser:

Passivo: deixa-se governar e arrastar por seus impulsos,


inclinações, circunstâncias, pela boa e má sorte, pela opinião e
vontade alheias;

Ativo É ativo e virtuoso, posto controlar internamente seus


impulsos, paixões, discute consigo mesmo, indaga se devem e
como devem ser respeitados ou transgredidos os valores, consulta
sua razão e vontade antes de agir, julga suas próprias intenções e
recusa a violência contra si e contra os outros. É AUTÔNOMO.
ÉTICA APLICADA

É o ramo contemporâneo da filosofia que


nos coloca diante do desafio de deliberar
sobre problemas práticos;

Surgiu a partir dos acontecimentos do


século XX;

Ramos da ética aplicada: bioética; ética


ambiental; e a ética dos negócios.