Sie sind auf Seite 1von 9

Filo Porifera – Esponjas

Biologia
Características gerais
• Sem tecidos verdadeiros (Ablásticos);
• Aquáticos: maioria marinhos ou dulcícolas;
• Vivem em colônias ou isoladamente, de maneira séssil.
• Simetria: maioria assimétrico ou radial;
• Filtradores
O oxigênio, o gás carbônico e as excretas entram nas
células ou saem delas por difusão.
Estrutura dos poríferos
• Óstio: são poros que entra a água;
• Átrio ou espondiocela: cavidade interna que passa a água;
• Ósculo: abertura maior sobre o corpo, oposta à base.

Sistema aquífero: é unidirecional.


Óstio -> átrio -> ósculo
Tipos de células
• Porócito: célula com poro;

• Pinacócitos: revestimento externo.

• Coanócitos: revestimento interno;


- Composto por um colarinho de vilosidades e um flagelo;
- Local que fica circulando a água;
- Captura os nutrientes;
- Realiza a digestão intracelular;
- Encaminha os nutrientes para os amebócitos.
- Meso-hilo: material gelatinoso que
fica entre o pinacócito e coanócito;

- Espicula: esqueleto formado por


calcário ou sílica;

- Amebócito: célula totipotente


Arqueócitos: distribuição de
nutrientes, produz gametas e produz
gêmulas;
Esclerócitos: forma as espiculas;
Espongiócitos: produz as espongina.
Reprodução
Assexuada
• Regeneração
• Brotamento: broto externo;
• Gemulação: broto.
Sexuada
• Maioria monóica (hermafroditas) ou
dióica;
• Desenvolvimento indireto.
Classificação
Classes
• Calcarea: espículas de calcário, apenas marinhas.

• Demospongiae: fibras de esponginas, marinha e


dulcícola.

• Hexactinela: esponja de vidro – constituída


espicula de sílica, apenas marinhas