Sie sind auf Seite 1von 116

SISTEMAS

DE
INFORMAÇÃO
INFORMÁTICA

♦ É palavra que se origina do Francês – informatic, vocativo criado


por Philippe Dreyfus, em 1962, a partir francês informer, por
analogia com mathématique, electronique etc.;

♦ Significando: “ciência do verbo que visa ao tratamento da


informação através do uso de equipamentos e procediemntos da
área de processamento de dados”.

♦ Telemática , é a “ciência que trata da manipulação e utilização da


informação através do uso combinado de computador e meios de
telecomunicção – ( De tele(comunicação) + (infor)mática.)”.

Dicionário de Ferreira (1999, p.1110 e 1937).


INFORMAÇÃO
♦ A tecnologia por si só não vale nada para a empresa; o que vale é a informação
gerada por ela, que proporciona melhor atendimento às necessidades dos clientes;

♦ O valor estratégico da informação depende, então da forma em como ela é


utilizada e dos benefícios que traz para a organização;

♦ No cíclo de planejamento, execução e controle do processo de gestão, deve haver


sintonia entre as informações e as informações necessárias à tomada de decisão,
pelos gestores, a fim de proporcionar melhor teor de qualidade à decisão.

♦ O processo decisório está presente na vida de todo ser humano. É através dele que
solucionamos problemas, aproveitamos oportunidades, superamos ameaças e
crises, realizando um desejo ou alcançando uma visão;

♦ “O crescimento da empresa torna cada vez mais crítico o recurso informação,


afastando gestores de alto nível da supervisão direta, tornando a decisão mais
complexa”. Bio ( 1985, p. 17).
Informação

b) Abordagem por atributos (dimensões)

- Dimensão Conteúdo
• Precisão
• Relevância
• Integridade
• Concisão (exposição das idéias em poucas palavras)
• Flexibilidade

- Dimensão Forma
• Clareza
• Detalhe
• Apresentação
• Midia
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
♦ “Abrange as tecnologias de computadores, telecomunicações e
automação de escritório”; Albertin (2002, p. 20)

♦ A definição mais adequada é a de que “TI é tudo aquilo com que


podemos obter, armazenar, tratar, comunicar e disponibilizar as
informações “; McFarlan (1992, p. 1)

♦ “É o conjunto de tecnologias, metodologias e procedimentos que


atuam em coleta, tratamento e disseminação das informação na
organização”. Foina (2001, p. 187)

♦ A TI consome consideráveis recursos físicos, financeiros, humanos


e materiais, necessitando de boas escolhas e aplicações, de forma a
ser útil para os atores que compõem a organização buscando
resultados nos níveis operacionais, táticos e estratégicos.
ESTRATÉGIA - conceitos
♦ “Planos da alta administração para atingir resultados consitentes com as missões e
objetivos da organização”; Wright et al (1992, p. 3)

♦ “A criação de uma posição única e valiosa, envolvendo um conjunto diferente de


atividades”; Michael Porter (1996, p. 68)

♦ Um dos componentes de avaliação do desempenho estratégico é a infra-estrutura,


que, na área da informação, envolve o conjunto de procedimento, de papéis,
estruturas e tecnologias de suporte; Prusak, ( 1994, p. 199)

♦ As atividades da área de tecnologia da informação devem, então,


estar voltada para atender às estratégias organizacionais e os
objetivos de negócio, atuando conjuntamente com as demais áreas
da empresa, com foco nos resultados e na satisfação de seus
clientes.
Sistemas de Informação

Recursos
♦Humanos:

- Programadores
- Analistas
- Gerente
Especialista em telecomunicações /
- Outros:
redes; Administrador de Banco de Dados - BD;
Webmaster (responsável pelos desenvolvimento de trabalhos usados
através da internet).
Sistemas de Informação

Recursos
POR QUE SISTEMA DE INFORMAÇÃO ?
♦ Até recentemente a informação por si só não era considerada um recurso
importante para empresa;

♦ Administração era considerada uma arte pessoal e não uma coordenação global;

♦ Hoje, é amplamente notório que a compreenção dos sistemas de informação é


essencial para os gerentes porque a maioria das empresas precisa deles para
prosperar e sobreviver;

O COMPETITIVO AMBIENTE EMPRESARIAL: (As três principais mudanças)


8. O surgimento e fortalecimento da economia global;

10. Transformação de economias e sociedades industriais em economias baseadas


em serviços, informação e conhecimento;

12. Transformação da empresa.


Ambiente empresarial contemporâneo em mudanças
♦ Globalização:
1) Administração e controle em um mercado global; 2) Concorrência em
mercados mundiais; 3) Grupos de trabalho globais; 4) Sistema de entrega
globais.

♦ Transformações das Economias Industriais:


1) Economias baseadas no conhecimento e na informação;
2) Produtividade; 3) Novos produtos e serviços; 4) Conhecimento: um
ativo central produtivo e estratégico; 5) Concorrência baseada no tempo; 6)
Vida do produto mais curta; 7) Ambiente turbulento; 8) Base do
conhecimento do empregado limitada;

♦ Transformação da empresa:
1) Enxugamento; 2) Descentralização; 3) Flexibilidade; 4) Independência
de localização; 5) Baixos custos de transação e de coordenação; 6) Mais
delegação de poder; 7) Trabalho colaborativo e em equipe.
SISTEMA DE INFORMAÇÃO
♦ “É um conjunto organizado de pessoas, hardware, software, redes
de comunicação e recursos de dados que coleta, transforma e
dissemina informações em uma organização”. (O’ BRIEN, 2001, P. 6)

♦ Um termo mais recentemente utilizado é Engenharia da


Informação: “um conjunto de técnicas para a construção de
estruturas corporativas de dados que apóiem os procedimentos
operacionais, de controle administrativo, de apóio aos processos de
tomada de decisão e a estratégia competitiva da empresa, pelo uso
da informática e de sua tecnologia”. Martin (1990).

♦ O vocábulo informação é originário do latím – informatione e


significa “comunicação ou notícia trazida ao conhecimento de uma
pessoa ou do público”. Dicionário de Ferrira (1999, p. 1109)
SISTEMA DE INFORMAÇÃO 2
♦ “Para determinar em como os sistemas de informação podem
beneficiar os gerentes, precisa-se primeiramente, examinar o que os
gerentes fazem e, de que informação precisam para tomar decisões e
exercer outras funções que requeiram atividades interpessoais, de
informação e decisão; Laudon e Laudon (2001, p. 65)

♦ O sistema de informação desempenha três papeis vitais na empresa:


4. O de suporte aos seus processos e operações,
5. O de suporte à tomada de decisões de seus funcionários e gerentes,
6. O de suporte em suas estratégias, em busca de vantagen competitiva.

O ’Brien (2001, p. 9)

♦ Os sistemas de informação estratégica desempenham o papel de


suporte nas estratégias da empresa , fornecendo informação sobre
produtos, serviços para a vantagem competitiva.
SISTEMA DE INFORMAÇÃO 3
♦ Pode ser definido tecnicamente como um conjunto de
componentes inter-relacionados que coleta (ou recupera), processa
armazena e distribui informação para dar suporte à tomada de
decisão e ao controle da empresa;

♦ Além de apoiar, coordenar e controlar a tomada de decisão, os


sistemas de informação tambem podem ajudar os gerentes e
trabalhadores a analisar problemas, visualizar assuntos complexos
e criar novos produtos;

♦ Os sistemas de informação contêm informação sobre pessoas,


lugares e coisas de interesse dentro da organização ou do ambiente
que a cerca; (LAUDON &LAUDON)
ATIVIDADES BÁSICAS DO SISTEMA DE
INFORMAÇÃO – (entrada processamento e saida)
AMBIENTE
Consumidores Fornecedores
ORGANIZAÇÃO
SISTEMA DE INFORMAÇÃO

Entrada Processamento Saida


Classificar
Organizar
Calcular
Orgãos Concorrentes
Reguladores Avaliação (feedback)

Acionistas
Conceitos Básicos

♦ O que é um SI?
- Dados;
- Transformação;
- Informação;
- É multidisciplinar – abordagens técnicas e comportamentais.

♦ Finalidades:
- Automatização de tarefas rotineiras;
- Diferenciais competitivos;
- Tomada de decisão;
O que é um sistema de informação?

♦ Dados: Fatos brutos que representam eventos isolados,


como transações comerciais ou ocorrências internas em
uma empresa;

♦ Transformação: Operações realizadas em uma série de dados


visando agregar relevância e sentido, possibilitando a execução de
ações e/ou a tomada de decisões;

♦ Informações: Conjuntos de dados significativos e úteis a


seres humanos, dotados de conhecimento agregado;
O que é um sistema de informação?

PROCES-
ENTRADA SAÍDA
SAMENTO
♦ O que gerou tal mudança?

4) Tecnologia da Informação:

- Geração de informações – Fácil;


- Grande problema: Planejamento;
Conceitos Básicos
♦ Mudanças...

- Passado:
Áreas de Informação insipientes;
Volume e qualidade das informações geradas, muito baixos;
Administração = Arte Pessoal;
Decisões = habilidade do decisor;

- Atualmente:
Informação passa a ser recurso vital;
Áreas de informação complexas e com maior importância;
Decisões passam a ser fruto de intenso trabalho de análise
e investigação.
Conceitos Básicos

♦ O que gerou tal mudança??


2) Globalização: O que é??

Conseqüências:
• Aumento da concorrência, em termos
quantitativos e qualitativos;
• Surgimento de oportunidades;

Necessário ter capacidade para....
- Conhecer/satisfazer desejos dos clientes;
- Assegurar qualidade requerida;
- Custos baixos;
♦ O que gerou tal mudança??

1) Transformação da Economia:
• Passado: Setores primário e secundário;
• Atualmente: Setor terciário – SERVIÇOS;

Necessidade intensiva de conhecimento;

Força de Trabalho Ativa (%)

100

50

0
1870 1900 1950 1980 1990 2000
Ano
♦ O que gerou tal mudança??

3) Transformação das empresas:


• Contexto do passado:
- Controle e Uniformidade;
- Centralização;

• Contexto atual:
- Inovação e criatividade;
- Flexibilidade e rapidez;
- Descentralização;
Novas Empresas
ORQUESTRAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO
♦ O aumento da competitividade entre organizações, presenciado nas
últimas décadas do século XX, transformou o modêlo de gestão
predominante nas grandes organizações;

♦ Uma das premissas do modelo atual é a colaboração entre entidades;

♦ Práticas administrativas transformaram fornecedores em parceiros


comerciais, funcionários em parceiros, clientes em grandes conhecidos da
organização com os quais se desenvolve marketing de relacionamento e
se costumizam produtos e serviços conforme suas preferências, aptidões e
hábitos;

♦ Modernas ferramentas de gestão empresarial, como os sistemas


informatizados integrados do tipo ERP (Enterprise Resource Planning -
plano de recursos empresariais), pressupõem que a gestão da empresa se dê
por processos – e, portanto, só, têm máximo resultado quando a empresa que
os utiliza já está estruturada por processo – e que ela seja administrata por
CARACTERÍSTICAS DA ADMINISTRAÇÃO POR
PROCESSO (dose princípios básicos) Ostroff (1999:10)
¨ Está organizada em torno de processos-chaves (atividade fim) multi-
funcionais ao invés de tarefas ou funções;

¨ Opera através de donos de processos ou gerentes dotados de


¨ responsabilidade integral sobre os processos-chave;

¨ Faz com que times, não indivíduos, representem o alicerce da estrutura


organizacional e do seu desempenho;

¨ Reduz níveis hierárquicos pela eliminação de trabalhos que não agregam


valor e pela transferência de responsabilidades gerenciais aos
operadores de processos, os quais têm completa autonomia de decisão
sobre suas atividades dentro dos processos como um todo;

¨ Opera de forma integrada com clientes e fornecedores;


CARACTERÍSTICAS DA ADMINISTRAÇÃO POR
PROCESSO – CONTIN.
6. Fortalece as políticas de RH, disponibilizando ferramentas de apoio,
desenvolvendo habilidades e motivações, além de incentivar o processo de
transferência de autoridade aos operadores de processos para que as
decisões essenciais à performance do grupo sejam tomadas ao nível
operacional;

7. Utiliza a tecnologia de informação (TI) como ferramenta auxiliar para


alcançar os objetivos e promover a entrega da proposição de valor ao
cliente final;

8. Incentiva o desenvolvimento de múltiplas competências de forma que os


operadores de processos possam trabalhar produtivamente ao longo de
áreas multi-funcionais;

9. Promove a multi-funcionalidade, ou seja, a habilidade de pensar


criativamente e responder com flexibilidade aos novos desafios impostos
pela organização;
CARACTERÍSTICA DA ADMINISTRAÇÃO
POR PROCESSO - CONTIN.
10. Redesenha as funções de departamentos ou áreas de forma a trabalhar
em parceria com os grupos de processos;

11. Desenvolve métricas para avaliação de objetivos de performance no fim


dos processos os quais são direcionados pela proposição de valor ao
cliente final, no sentido de medir a satisfação dos cliente, dos empregados
e avaliar a contribuição financeira do processo como um todo;

12. Promove a construção de uma cultura corporativa transparente, de


cooperação e colaboração, com foco contínuo no desenvolvimento de
performance e fortalecimento dos valores dos colaboradores,
promovendo a responsabilidade e o bem-estar na organização.
Sistemas de Informação e Gestão do Conhecimento

♦ Os Sistemas de Informação facilitam o fluxo de informação e possuem


conhecimento organizacional embutidos neles;

A base do conhecimento da organização pode incluir:

♦ Conhecimento interno estruturado, como manuais de produção ou relatório


de pesquisa;

♦ Conhecimento externo, como inteligência competitiva;

♦ Conhecimento interno informal, chamado de conhecimento tácito, que


reside nas mentes dos membros da organização mas não foi documentado
de uma forma estruturada; (Davenport).
GERENCIAMENTO DA DISPONIBILIDADE

♦ O status atual da TI não só proporciona modernas práticas do dia-a-dia nas


empresas, mas serve também como ponto de partida para inovações necessárias à
sua sobrevivencia nos negócios;

♦ As deficiências nas práticas de trabalho das organizações revelam necessidades,


oportunidades e riscos;

♦ As necessidades e oportunidades motivam a busca por melhoramentos


tecnológicos, tais como captação de dados estratégicos por tecnologia de
transmissão de dados via satélite;

♦ Por outro lado, as inovações podem se volgarizar ou serem superadas


rapidamente, e o ciclo continua na busca por novas oportunidades e inovações na
tecnologia e nos negócios;
GERNCIAMENTO DA DISPONIBILIDADE -
Tendências
♦ Seguem as mais importantes tendências relacionadas aos
Sistemas de Informação que influenciarão decisivamente os
negócios esta e a próxima década;

♦ Tais tendências deverão gerar oportunidades de negócios


relacionadas com os Sistemas de Informação, tanto na criação
de vantagens competitivas para os negócios existentes como na
criação de novos negócios;
GERENCIAMENTO DA DISPONIBILIDADE
Tendências – 2 (crescente interpenetrabilidade dos computadores)

♦ Na década de 70, a maioria dos computadores eram máquinas enormes e caras,


operados por técnicos treinados e fechados em salas especiais e isolados do dia-
a-dia das organizações;

♦ Este quadro mudou sensivelmente com o surgimento dos computadores pessoais


nos anos 80. Na década de 90, cada vez mais foram interligados em rede;

♦ Tornaram o mainframe meramente uma peça a mais em alguns poucos sistemas


de grande porte;

♦ Hoje, muitos empregados interagem diariamente com o computador;

♦ Ainda existem empresas com CPDs, mas, mesmo assim com alguns
computadores pessoais.
PRINCIPAIS FUNÇÕES ORGANIZACIONAIS
♦ Vendas e Marketing:vender os produtos e serviços da
organização;

♦ Fabricação: produzir produtos e serviços;

♦ Finanças: administrar os ativos da organização; (dinheiro, ações,


títulos etc.)

♦ Contabilidade: manter os registros financeiros da organização


(recibos, desenbolsos, contracheques etc.)

♦ Recursos humanos: atrair, desenvolver e manter a força de


trabalho da organização; manter os registros dos empregados.
CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL - SIG

♦ Os SIG dão suporte a decisões estruturadas nos níveis operacional e de controle


gerencial. Também são úteis para planejar propósitos de pessoal da ger. sênior;

♦ Os SIG geralmente são orientados para relatórios e controle. Eles são projetados
para relatar as operações existentes e, então, ajudar a controlar operações diárias;

♦ Ele baseia-se em dados corporativos existente e fluxos de dados;

♦ Ele tem pouca capacidade analítica;

♦ Eles ajudam a tomada de decisão usando dados passados e presentes;

♦ Eles são relativamente flexíveis;

♦ Eles têm uma orientação mais preferencialmente interna do que externa.


Conceitos Básicos

♦ Conseqüências de um SI falho:

1) Excesso e/ou falta de informações;

2) Dispersão das informações por diferentes áreas da empresa;

3) Retenção por certos cargos;

4) Falta da informação certa na hora certa / confiabilidade;


Sistemas de Informação

a) Conceito

Administração Desafios
empresariai
s

Tecnologia de Sistema de Soluções


informação informação empresariais

Organização
Sistemas de Informação

Condições necessárias ao bom funcionamento de um SI:


- Comprometimento da alta administração;

- Competência dos envolvidos;

- Plano mestre (trabalhar com base em um planejamento);

- Estrutura organizacional adequada;

- Avaliação periódica;

- Atualizações sistemáticas;

- Recursos apropriados.
Informação

♦ Entrada

Dificuldades na gestão do recurso Dado:

• Grande volume de dados à disposição das empresas;

• Diversidade de formatos e modo de coleta;

• Importância e ênfase crescente dos dados externos;

• Exigências legais – mudanças freqüentes e prazo de guarda;

• Segurança.
Informação

♦ Entrada

Operações a realizar:

• Coleta:
- Manualmente, com participação humana;
- Transferência eletrônica, através de sensores, leitores
e mecanismos de pesquisa;

• Validação, visando assegurar sua precisão, relevância e


consistência;

• Armazenamento, normalmente em banco de dados;


Informação
♦ Transformação
- Atividades e operações diversas voltadas para agregação de novas
características aos dados;

- Resultado: conhecimento disponível aos gestores e/ou realização de


ações diversas;

♦ Saída
- Informação
- Conhecimento Organizacional – Fruto da análise das informações

Conhecimento

Informação

Complexidade
Dado
Informação

♦ Avaliação

1) Eficiência / Eficácia das informações;

2) Valor que a informação agrega à organização;

3) Qualidade da informação e se ela é confiável e útil;


a) Foco no “cliente”.
Recursos Humanos - Gerente
- Ênfase do passado;
- Ênfase atual;
- Atribuições do cargo;

• Assegurar integração com estratégia corporativa;


• Gestão dos colaboradores da área;
• Gestão de projetos;
• Participar ativamente da otimização dos processos críticos
da empresa;
• Relacionamento com entidades externas;

- Posicionamento da gerencia na estrutura.


Sistemas de Informação

- Principais características
• Surgimento para atender necessidades;
• Funcionamento em rede para interagir;

- Benefícios
• Conectividade global com o mundo;

• Facilidade de utilização e obtenção de informações;

• Redução de custos pelo processamento rápido e seguro;

• Interatividade e personalização. Para necessidades


específicas por usuários e/ou setores.
Sistemas de Informação

Esquema de Funcionamento – Banco de Dados:


Tipos de Sistemas de Informação

Atividades de Processamento:

Inserção de
Dados

Edição de
Dados
Dados ruins Dados bons

Correção de Manipulação
Dados de Dados

Armazenamento
de Dados

Produção de
documentos
Evolução dos SI’s
FOCO NA ADMINISTRAÇÃO
♦ Gerente é solucionador de problema, responsavel por analisar os muitos desafios
que as organizações enfrentam e por desenvolverem estratégias e planos de ação;

♦ O Sistema de Informação é uma de das ferramentas, fornece a informação


necessária para a solução;

♦ Sistema de Informação reflete tanto decisões da administração como serve de


instrumento para mudar o processo de administração;

♦ O Sistema de Informação está arraigado na organização, em consequência da sua


estrutura, cultura, políticas, fluxo de trabalhos e padrões de procedimentos
operacionais. Ele é um instrumento para a mudança organizacional, tornando
possivel reformar os elementos organizacionais dentro de novos modelos de
negócio, reprojetando novos limites da empresa.

♦ Os avanços em Sistema de Informação estão acelerando a tendência em direção a


globalização, à economia direcionada ao conhecimento e às empresas enxutas,
ágeis, flexiveis e descentrelizadas.
Conceitos Básicos
♦ De acordo com pesquisas realizadas em algumas empresas, além
do planejamento adequado, os seguintes elementos são
fundamentais para uma adequada implementação de um SI:

1) Apoio da Administração;

2) Expectativas realistas, conhecidas e


aceitas por todos os envolvidos;

3) Envolvimento dos usuários;

4) Competência tecnológica;
Conceitos Básicos
♦ Um SI é multidisciplinar – abordagens técnicas e
comportamentais;
ABORDAGENS
TÉCNICAS
CIÊNCIA DA
PESQUISA
COMPUTAÇÃO OPERACIONAL.Ex.:
maximização do uso
dos recursos e
CIÊNCIA DA
logística.
ADMINISTRAÇÃO

SI
SOCIOLOGIA
estuda as relações
entre as pessoas.
PSICOLOGIA ECONOMIA
ABORDAGENS
COMPORTAMENTAIS
Teoria Sistêmica
♦ Antes...
- Visão exclusivamente interna;
- Isolamento das partes componentes;

♦ Marco divisor...
- Ludwig von Bertalanffy – 1950 a 1968;
♦ Depois...
- Setores Interdependentes;
- Consideração global;
- Sistema aberto;
- Importância de mecanismos de feed-back.
Teoria Sistêmica
♦ Conceito:

Uma depende
da outra.

Ação que se
exerce Fluxo bem
mutuamente determinado de
entre 2 ou mais informações
elementos ou e/ou insumos.
pessoas.
Teoria Sistêmica
♦ Exemplo:
Teoria Sistêmica ?

Ambiente

Sinais de Sinais de
Feedback Feedback
Sinais de Controle pela Sinais de
Controle Administração Controle

Entrada de Processo de Saída de


Matéria-Prima Produção Produtos Acabados

Fronteira do Sistema
Outros Sistemas
Teoria Sistêmica

♦ Hierarquia

ECOSSISTEMA
SISTEMA

SUBSISTEMA SUBSISTEMA
Teoria Sistêmica
Teoria Sistêmica
Teoria Sistêmica

- Sinergia (os sistemas interagem).


Conceito: - ação simultânea, em comum. -
- ato ou esforço coordenado de vários órgãos na
realização de uma função.
EXERCÍCIO

Ilustre o funcionamento de um sistema de informações


do tipo Controle de Estoque, cujo objetivo seja
“proporcionar rapidez e confiabilidade à atividade de
gestão de material, e minimizar a ocorrência de faltas
de produtos em estoque”.
Os seguintes elementos deverão ser especificados:

-Padrões (procedimentos padronizados e únicos). -Saídas


-Entradas -Controle
-Etapas da Transformação -Feed-back
Sistemas de Informação

- Intranet

♦ Intranet é uma rede interna a uma organização que utiliza tecnologias da


Internet (navegadores WEB, e-mails, protocolos TCP/IP (padrões de
comunicação em rede, etc) para fornecer dentro da empresa
compartilhamento de informações, comunicação, colaboração e suporte a
processos empresariais.
Sistemas de Informação

- Intranet

♦ Benefícios:

– Acesso por meio de interface gráfica(ícone) e intuitiva (de fácil


identificação);
– Facilidade e flexibilidade na criação e manutenção de documentos;
– Protocolo de rede padronizado (TCP/IP);
– Redução de custos;
Sistemas de Informação

- Extranet

♦ As extranets são conexões de rede que utilizam tecnologias de


rede (internet ou redes privadas) para interconectar a intranet de
uma empresa com a intranet de seus clientes, fornecedores ou
outros parceiros comerciais.

♦ Exemplo: (Honda com os PADS, concessio e clientes).


Sistemas de Informação

- Extranet

♦ O valor comercial das extranets deve-se a fatores como:

– Elas tornam fáceis a clientes e fornecedores o acesso aos recursos


das respectivas intranets, reduzindo o custo de comunicação e
tornando os processos mais ágeis;

– As extranets são uma maneira pela qual uma empresa pode formar e
fortalecer relações estratégicas com seus clientes e fornecedores, por
meio de uma maior interação com os mesmos;

– Conforme ilustrado no slide anterior.


Relação entre os tipos de rede

A Internet
Fornecedores e Outros Parceiros da Empresa

Administração da Cadeia de Suprimentos


Compras, Distribuição, e Logística
Extranets

Fabricação
Engenharia & Contabilidade
e
Pesquisa e Finanças
Produção

Intranets
Gerenciamento da Relação com o Cliente
Marketing Vendas Atendimento ao Cliente

Extranets

Consumidores e Clientes da Empresa


Sistemas de Informação

ERP – Enterprise Resource Planing:


(Planejamento dos recursos corporativos)
- Benefícios Possíveis:
• Minimizar redundância / re-trabalho;
• Redução de custos;
• Integração das áreas da empresa;
• Aumento da eficiência e da agilidade;
• Decisões melhores;
• Impacto positivo nas vendas e cliente mais satisfeito;
Sistemas de Informação
ERP:

Recomendações:
• Análise e ajuste de processos e da estrutura da organização;

• Escolha adequada do software;

• Treinamento constante dos envolvidos;

• Persistente customização;

• Infra-estrutura tecnológica;

• Viabilizar Mudança Cultural;

Obs.: O sistema ERP forma uma grande base de dados.


Sistemas de Informação
Business Inteligence: (inteligência dos negócios)
• Programa que consolida as informações mais
importantes da empresa, permitindo aos altos executivos
maior conhecimento do negócio. Normalmente funciona
integrado ao ERP.

• Benefícios:
- Identificação de tendências e oportunidades;
- Visão global da empresa;
- Melhores decisões estratégicas;
- Obtenção de vantagens competitivas;

Exemplo: seleção de empresas a serem fiscalizadas e de clientes


vips de bancos.
Sistemas de Informação
CRM–Costumer Relationship Management
(Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente)
Importância:
• Concorrência elevada, gerando disputa intensiva
pelo cliente;

O que é:
• Técnica voltada para adquirir maior conhecimento sobre o
cliente;
• Proporciona visão única do cliente para todas as áreas da
empresa;
• Implica na utilização de TI, redesenho de processos
internos e modificação cultural;
Sistemas de Informação

CRM – Costumer Relationship Management

Benefícios:

• Para o cliente:
- Interação mais fácil e agradável com a empresa;
- Satisfação de suas necessidades;

• Para a empresa:
- Amplo conhecimento sobre clientes importantes e maior
agregação de valor;
- Fidelização do cliente e ganho de mercado;
Sistemas de Informação

CRM – Costumer Relationship Management

Funcionamento:

• Identificação:
- Diálogo com os clientes, visando conhecer sua identidade,
forma de contato preferida, transações e interações
realizadas com a empresa. Ex: Programas de fidelidade;

• Diferenciação:
- Dividir clientes em categorias, de acordo com o valor ou
potencial para a empresa;
Sistemas de Informação

CRM – Costumer Relationship Management


- Funcionamento

• Interação:
- Interagir com os clientes de maior valor potencial, para
conhecê-los e atendê-los de modo cada vez melhor;

• Personalização:
- Usar as informações colhidas para gerar produtos ou serviços com
mais valor agregado a seus clientes mais importantes;
Sistemas de Informação

Gerenciamento da Cadeia de Suprimento:

Objetivo

Dificuldades
• Tecnologia complexa e cara;
• Absorção da tecnologia por parceiros;
• Necessidade de planejamento preciso;
• Determinação do nível de integração adequado;
• Treinamento e qualificação dos integrantes;
• Dependência de logística eficaz;
Sistemas de Informação

Gerenciamento da Cadeia de Suprimento


- Benefícios:
• Redução do número de dias de estoque;
• Melhor relacionamento com os parceiros;
• Flexibilidade e adaptabilidade;
• Facilidade de automação do processo de compra;
• Redução de custos.
Sistemas de Informação

Gerenciamento da Cadeia de Suprimento:

Ilustrações:

GSK – Ramo Farmaceutico

-> 5000 fornecedores – R$ 220 milhões


-> Diminuição e maior conhecimento da base de fornecedores –
1800 – alvo: 600
-> Redução custo de compras em R$ 37 milhões
-> Redução dos estoques de 70 para 65 dias
-> Menor perda de medicamentos em decorrência do prazo de
validade ser ultrapassado
Sistemas de Informação

Gerenciamento da Cadeia de Suprimento

Ilustrações

LG Philips
-> 3 unidades no Brasil – Cinescópios para TV;
-> Integração das unidades – ERP + Sistemea de gerenciamento da
cadeia de suprimento;
-> Redução do tempo de elaboração do plano de produção de 3 dias
para 3 horas;
-> Contato mais próximo com os fornecedores, que recebem as
mesmas informações das fábricas;
-> Ciclo total do produto caiu em 10 dias;
Tipos de Sistemas de Informação

SIs

Sistema de Apoio Sistema de Suporte Sistema de Apoio


às Operações Estratégico Gerencial

Processam. Controle de Informação Suporte a Informação


Colaborativos
Transações Processos Gerencial Decisão Executiva
Industriais
Tipos de Sistemas de Informação

1) Apoio às Operações;
Objetivo:
- Dar suporte à realização das diversas funções da
empresa:

Marketing
Marketing

Manufatura
Produção/ Administração
Administração
Operações de
de Recursos
Recursos
SI Humanos
Humanos

Contabilidade
Contabilidade Finanças
Finanças
Tipos de Sistemas de Informação
Sistema Colaborativo:

♦ Objetivo principal: permitir que pessoas possam trabalhar


juntas com mais facilidade e eficiência, auxiliando nos seguintes
aspectos:

– Comunicação (compartilhamento de informações);


– Coordenação dos esforços individuais de trabalho e uso de
recursos;
– Colaboração (cooperar em projetos e tarefas comuns);
Tipos de Sistemas de Informação
♦ Sistemas Colaborativos nas Empresas –
Aplicações Diversas:

Ferramentas Ferramentas Ferramentas de


de de Administração do
Trabalho em
Comunicações Conferências Colaboração
Eletrônicas
Correio Eletrônico; Eletrônicas
Conferência por
Conferência por
(e-mail) dados; Agendamento e
Correio de Voz Conferência de voz; Programação;
(voice mail) Videoconferência; Gerenciamento de
Telefone e Fax via Sistemas de Reuniões Projetos e Atividades;
Internet; Eletrônicas; Sistemas de Fluxo de
Trabalho
(workflow);
Gerenciamento do
Conhecimento;
Componentes dos Sistemas Colaborativos

Redes
• Groupware
• Navegadore
• Intranets de rede
Equipes e • Extranets • Pacotes de
Grupos de • Internet aplicativos
Trabalho Estações de • Outras redes
Trabalho

Auxiliar na comunicação,
coordenação e colaboração
Tipos de Sistemas de Informação

b) Sistema Colaborativo:
♦ Impacto na organização do trabalho:

- Os membros de um grupo ou equipe não precisam trabalhar no


mesmo local físico;

- O elemento chave para formação do grupo passa a ser a


capacidade e o comprometimento para auxiliar no alcance de um
objetivo em comum;

⇒ Quebra de barreiras geográficas e organizacionais.


Tendências...

 Equipe virtual: Formada por membros de departamentos,


organizações e locais diversos, interconectados pela TI e compartilhando
interesses comuns e especializações complementares;

Equipe
Virtual
Tipos de Sistemas de Informação

2) Suporte Estratégico:
Objetivos:
Modelo das Forças Competitivas

Novos entrantes Produtos e serviços -


no mercado substitutos

A Concorrentes
Empresa Tradicionais

Fornecedores Consumidores
Tipos de Sistemas de Informação

Modelo das Forças Competitivas

Estratégias Competitivas:
d) Diferenciação do Produto;
e) Diferenciação focalizada;
- Ferramenta – Datamining: ( ? )
- Objetivo: Descobrir padrões e correlações
entre os dados disponíveis oriundos de fontes
diversas

- Exemplos ( ? )
Tipos de Sistemas de Informação

Modelo das Forças Competitivas

Estratégias Competitivas:
c) Redução de Custo
d) Relacionamento Estreito com clientes e fornecedores

Exemplo: ?
Tipos de Sistemas de Informação

3) Sistema de Apoio Gerencial:


c) Benefícios:
- Melhoria no acesso às informações;
- Integração entre decisores;
- Projeções mais precisas dos efeitos;
- Decisões melhores;
- Melhor estrutura de poder;
- Motivação;
- Qualidade e Produtividade;
- Adaptabilidade;
Processo Decisório

1) Importânica:

3) Dificuldades:
- Incerteza;
- Recursos Limitados;
- Complexidade;
- Redução do tempo disponível;

¨ Facilidades:
- Comunicação;
- Tecnologia do Sistema de Informação.
Processo Decisório
1) Modelos para o Processo Decisório:
4.1) Científico:
c) Identificação do problema;
d) Análise do problema;
e) Estabelecimento de alternativas;
f) Análise comparativa;
g) Decisão da alternativa a adotar;
h) Ação;
i) Avaliação;

4.2) Burocrático
4.3) Político
Processo Decisório

5) Tipos de Decisão:
5.1) De acordo com a Freqüência:

¨ Programadas (estruturadas):
Ex: Sistema de ressuprimento.

e) Não-Programadas:
Ex:
Processo Decisório

5) Tipos de Decisão:
5.2) De acordo com o grau de certeza
c) Em condições de certeza
Ex:
d) Em condições de risco
Ex: Que máquina adquirir?
M1 – 20% - 1000; 40% - 1500; 40% - 2000
M2 – 60% - 1500; 30% - 1800; 10% - 2000
¨ Em condições de incerteza ?
Sistema de Apoio Gerencial ?
Sistema de Apoio Gerencial
5) Tipos de Sistema:
5.2) Sistema de Apoio a Decisão:
- Voltado a dar suporte a decisões mais complexas – Maior
abrangência, voltadas ao médio prazo e em condições de maior
instabilidade;

- Objetiva gerar informações com foco em uma área da empresa,


buscando sua otimização;

-
Fontes internas (SIG e SPT) ? e externas;
- Possuem ampla capacidade analítica;

- São interativos e permitem a formulação de hipóteses e


suposições, assim como a realização de simulações, através de
recursos de modelagem de dados.
Sistema de Apoio Gerencial
Modelo Básico:

Aspectos
Subjetivos
Comparar c/
Fontes de padrões
Dados Efeitos no
internas ambiente
Transformação Tomada de
em Informações decisão
Ação
Fontes de
Dados Efeitos na
empresa Ação
externas
corretiva
Desenvolvimento e Implantação do SIG

1) Justificativa.

3) Fases:

2.1) Conceituação:

2.2) Levantamento e Análise:


- Objetivos;
- Atividades.
• Meios de Comunicação;
• Analisar SIG Atual;
• Necessidades de Informação;
• Análise de Cenários.
Desenvolvimento e Implantação do SIG

2.3) Estruturação:

- Objetivos;

- Funcionamento;

- Segurança das Informações:


• Principais preocupações;
• Meios de Controle;

k) Operacionais;
l) Hardware;
m) Software;
n) Segurança de dados;
o) Rede.
Desenvolvimento e Implantação do SIG

2.4) Implantação e Avaliação:


- Objetivos;

- Recomendações:
• Formação de equipe;
• Envolvimento das pessoas;
• Testes;

- Controle e Avaliação:
• Elementos para análise;
• Tipos de avaliação.
Sistemas de Informação
- Intranet

♦ Aplicações:

– Comunicação e colaboração: As intranets podem melhorar


significativamente as comunicações e colaborações internas de
uma empresa. Como exemplos: - enviar e receber correios
eletrônicos e bate-papo;

– Editoração de páginas: Produtos de informação como boletins,


desenhos técnicos e catálogos podem estar à disposição dos
funcionários.
Sistemas de Informação
- Intranet

♦ Aplicações:

– Operações e administração dos negócios: As intranets podem


ser utilizadas como plataformas para desenvolver e distribuir
aplicações empresariais e informações cruciais ao apoio das
operações e tomada de decisão gerencial ao longo da empresa.

– Gerenciamento da intranet: Suporte a administração de


hardwares e produtos de software na infra-estrutura de rede
existente na empresa, assegurando sua funcionalidade e
segurança.
Diferenciação Focalizada

CRM – Costumer Relationship Management


(gerenciamento do relacionamento com o cliente)

- Requisitos
• Integração entre as áreas;
• Tecnologia apropriada – CRM x ERP (enterprise resource
plainning);
• Mudança de foco – do produto para o cliente;
• Adoção de postura de aprendizado, com a instituição de
comunicação individual e bidirecional com os clientes;
• Implantação gradativa e de acordo com as reais necessidades da
empresa;
• Capacitação dos envolvidos;
Tipos de Sistemas de Informação

4) Condicionantes:

d) Objetivos, Estratégias e Políticas;


e) Fator Ambiental;
f) Qualificação do Fator Humano;
g) Tecnologia da Empresa;
Tipos de Sistemas de Informação
- Geoprocessamento:
Utilizações:

1) Marketing:
- Evitar sobreposição de áreas de influência;
- Relaciona clientes e suas características demográficas;
- Mix ideal de produtos e serviços para cada região;

2) Logística:
- Determinação de melhores rotas;
- Redução de atrasos e maior pontualidade;
- Aumentar satisfação do usuário;
Informatizando uma empresa 1
Introdução:
♦ O analista de sistemas só automatiza as informações,conforme as
solicitações do cliente;

♦ Um problema é que alguns executivos, quando indagados com relação ao


que desejam e aos objetivos do sistema de informação, respondem: “não
sabemos direito.”

♦ Caso não expliquem detalhes do processo ao analista de sistema e o que


realmente desejam, ocorrerá perda de tempo e de dinheiro;

♦ Gerentes com boa noção de informática, evita este prejuizo;

♦ Para o sucesso de uma informatização ou reestruturação de uma empresa,


os processos e funções de cada usuário e departamento devem estar
definidos; a empresa precisa estar organizada fisica e estruturalmente, sob
pena da informatização fracassar e o desempenho da empresa ser pior que
o anterior.
Informatizando uma empresa 2
Métodos alternativos de desenvolvimento de sitema de
informação:

♦ Vários são os modos de projetar um sistema. Sistemas de informação


diferem em tamanho, tecnologia e complexidade. Por sua vez, as
empresas diferem em termos de habilidades do pessoal de TI,
experiência e infra-estrutura computacional;

♦ O mix de habilidades e o tamanho da equipe variam de um projeto


para outro, existindo para cada projeto um tamanho ótimo.
♦ Na alta gestão da empresa, deve existir um comitê responsável pelo
planejamento estratégico de TI;

♦ O método do cíclo de vida compreende seis fases: definição do projeto,


estudo do sistema, projeto, programação, instalação e pós-
implantação;
Informatizando uma empresa 3
Escolha da equipe:
2. um ou mais consultor externo, especializado em processos de informatização
que participará das fases técnicas do processo, com a visão isenta da realidade
empresarial, e experiente;

4. Um responsável pela informática, caso haja, devido ao conhecimento da


realidade empresarial;

6. Um representante da gerência administrativa, ao qual serão apresentados


relatórios periódicos;

8. Um responsável ou diretor financeiro, que colaborará na analise do orçamento


disponível;

10. Um responsável pela organização, sistemas e métodos ou o gerente de RH,


que será o elemento interno, com uma relação mais estreita com o consultor
externo, devido ao seu conhecimento dos fluxos da empresa.
Informatizando uma empresa 4

Analise da situação atual:

3. Nesta fase devemos realizar um levantamento da situação atual, de modo a


obter informações relevantes para a compreenção do sistema a ser
informatizado;

5. Um dos tópicos mais importantes na análise da situação atual, e um dos


maiores responsáveis pelo sucesso da implantação de um sistema, é a
participação do usuário;

7. Deve ficar bem definido na cabeça de cada um a sua responsabilidade e a


importância do seu trabalho;
Informatizando uma empresa 5

Software:

♦ Quanto mais complexa for a estrutura da organização, maior a


tendência e necessidade de software sob medida, que implica
também em maiores custos;

♦ As implantações de software sobre medida são geralmente


direcionadas para gerencia comercial, incluindo estoques,
faturamento, contabilidade e salários;

♦ Dependendo da atividade da empresa, poderão surgir outros


programas específicos, especificamente em controle de produção,
administração de frota, entre outros.
Informatizando uma empresa 6

Hardware:

♦ As escolha de hardware deve levar em conta as necessidades de


cada posto de trabalho, de cada departamento e de toda a empresa,
e, portanto do software a instalar;

♦ É importante selecionar o equipamento adequado ao software que


se pretende utilizar, levando sempre em consideração a constante
evolução do hardware e do software;
Informatizando uma empresa 7

Fornecedores:

♦ Uma vez definidos o software e o hardware, serão cuidadosamente,


analisados os fornecedores , através de propostas de fornecimento de
produtos e serviços;

♦ Essa análise incide principalmente sobre preços, condições de


pagamento, assistência técnica e prazo de entrega;

♦ É importante considerar também os custos referente às instalações


físicas (mobiliário adequado, sistema de circulação de ar, ar-
condicionado), e até a eventual necessidade de criação de um
departamento de informática.
Informatizando uma empresa 8

Relatório: Com a definição da equipe de implantação e


escolha dos fornecedores, deve-se apresentar à direção da
empresa o relatório do processo de informatização, com:

♦ Situação atual;
♦ O que se pretende com a informatização;
♦ Alterações na estrutura da organização;
♦ Descrição de dos softwares e hardwares, os fornecedores e treinamento
para os usuários;
♦ Custos envolvidos em cada etapa;
♦ Cronograma.
Informatizando uma empresa 9

Implementação do sistema:

3. É iniciada com a montagem dos equipamentos e, se no sistema


houver partilha de informação, pela instalação dos respectivos cabos
de comunicação;

5. Segue-se a instalação do software e um conjunto de testes de


equipamentos e programas, verivicândo-se a integração final de todo
o hardware e software.

7. É necessário solicitar dos desenvolvedores dos sistemas a sequência


de trabalho, conhecidas pelos administradores, como “rodar” o
PDCA.
Informatizando uma empresa 10

Controle do sistema:

♦ Deve acompanhar indefinitivamente o parque de informática da empresa,


de modo a possibilitar a sua constante otimização e contribuição para a
produtividade da organização;

♦ Este controle incide particularmente sobre:


♦ A manutenção preventiva de hardware e software;
♦ A necessidade de proceder a atualização (upgrade) de programas e
equipamentos;
♦ A atualização dos conhecimentos dos usuários.
O Profissional de Sistemas como um Agente de
Mudanças
♦ O profissional que atua no desenvolvimento e implementação de novos
sistemas, nos procedimentos administrativos ou diretamente com o
processamento de dados, é pago para ajudar a promover mudanças;

♦ Havendo a necessidade de resolver determinados problemas nesta ou


naquela área da empresa ou de criar (ajustar) sistemas em função de
mudanças nas operações, produtos etc.;

♦ Espera-se que o profissional tenha qualificação para tanto;

♦ Para isto, ele deve ter domínio dos conceitos, metodologia e técnicas
próprias ao campo de sistemas;
O Profissional de Sistemas como Agente de
Mudanças 2
♦ Mas este saber especializado, embora necessário, não é suficiente para garantir
mudanças efetivas;

♦ Enquanto fenômenos essencialmente humanos, as mudanças organizacionais


são algo muito mais complexo do que um conjunto de conhecimentos técnicos
de sistemas e processamento de dados (por mais sofisticadas que pareçam ser);

♦ Este campo, por si só, exige por toda a vida o empenho de um profissional
(psicólogo social, por exemplo) ao estudo do problema da mudança
organizacional;

♦ Pretende-se, porém, que o profissional perceba e esteja sensível às dimensões


humanas, às implicações psico-sócio-políticas da mudança dos sistemas.
O Profissional de Sistemas como agente de Mudanças -3
(Talvez esta sensibilidade pode ajudar o profissional a perceber que:)

♦ Mudança de sistemas é algo mais do que um conjunto de soluções estritamente técnicas;

♦ A sua ótica profissional não é a única verdadeira;

♦ Valores do tipo “alta especialização técnica em processamento de dados” (eventualmente


muito cultuados no seu grupo) podem nada significar para o grupo de usuários;

♦ Mudança de sistemas implica percepções, sentimentos, ações grupais, questões políticas, o


que é tão natural quanto o fato de que um programa de computador convenientemente
estruturado e testado gera o resultado esperado;

♦ Existe um conjunto de valores, uma cultura própria em cada empresa que deve ser
considerada ao se pretender mudar seus sistemas;

♦ Toda mudança de sistema é um fato político, pois pode significar um realinhamento de


forças políticas.
O profissional de sistemas como Agente de
Mudanças 4

♦ Não há nenhuma regra ou solução mágica


para facilitar a mudança;
♦ Ao considerar as várias implicações da
mudança e perceber