Sie sind auf Seite 1von 2
Angelika Linke, Markus Nusssaumer & Paul R. Porrsany, Studienbuch Linguistik. Erginzt um ein Kapitel von Urs Willi ‘Phonetik und Phonologie’.3.,unverdinderte Auflage. Tubingen, Niemeyer 1996 (Reihe Germanistische Linguistik 121 (Kollegbuch), 472 pag. DM 39,80, ISBN 3-484-31121-5) © Studienbuch Linguistik foi elaborado pelos autores a partir de sua experiéncia nos cursos bdsicos de lingtifstica na Universidade de Zurique e foi pensado como uma introdugto a lingtifstica germa- aistica, livro esté dividido em duas partes distintas, com cinco capi tulos em cada uma, Os autores propSem que cada parte seja tratada em um semestre de curso. A primeira parte, mais te6rica, vera precedida de uma introdu- dio onde so elencadas as diversas disciplinas que se ocupam de al- guma forma da lingua, a saber, a teologia, a retérica, a antropologia, a psicologia entre outras, a seguir, é definido o que se entende por lingifstica e é apresentada detalhadamente a concepeo do livro. O ‘al trata da semi6tica como disciplina fundamental, com 9s bésicos para a compreensio e descricéo da comunica- capftulos seguintes tratam da gramitica, um deles trata do que os autores chamam de questées cléssicas, i.e., questbes de morfologia e de sintaxe, e 0 outro da gramética gerativa. O quarto capitulo aborda a semantica e 0 quinto a pragmétice. Na segunda parte € levado em conta 0 uso mais concreto da lingoa, a lingua em textos, no dislogo, em sua manifestagao ica, complementadas com concepgdes de outras areas. Bo que os autores na introdugao denominam Bindestrichlinguistiken (Jin- Pandaemonium Germanicum. n. 3.1, p. 343-345, jan.jun. 1999 giifsticas com trago de uniao), como a lingtifstica do texto, a andlise da conversagao, a sociolingifstica, a psicolingifstica e a lingi hist6rica. A patir da segunda edigdo ver anexado um novo capitulo a0 livro, e que fazia falta em sua primeira edigGo: em 29 péginas so tratadas de forma bastante didética questdes de fonética ¢ fonologia do alemgo. No livro so apresentadas tanto as teorias cléssicas das princi- pais correntes lingiifsticas, quanto abordagens mais recentes. Dada a profusdo de teorias lingUisticas, os autores se incumbiram de selecio- nar e apresentar somente as que Ihes parecem mais relevantes para a compreensio do que se estd discutindo na érea da lingtifstica germa- nfstica nos anos 90. Cada capitulo situa o leitor historicamente quanto as questies que serdo tratadas e estabelece relagbes entre germanistas renomados ¢ autores conhecidos intemacionalmente. Em seguida, esto indica- es de leitura, que vém classificadas. Assim, no capitulo sobre lin- gifstica do texto, por exemplo, so apresentadas as obras introdutorias, as sobre tipologia textual, sobre argumentago, tema, compreensao textual, produgdo de texto, linguagem oral ¢ escrita ¢ estilistica. Os livros recomendados so apresentados com indicagdes sobre sua im- portincia e sobre o grau de dificuldade na leitura. $40, portanto, uma boa orientagdio para o estudante que esté se iniciando. O professor, por sua vez, tem af um panorama dos autores mais renomados da lingifstica germanistica ¢ das obras de referéncia para orientar seus, estudantes. Todas questdes controversas so apresentadas didaticamente; algumas so introduzidas por perguntas, 2s quais se responde com a discussio dos resultados de diversas teorias, ilustrando tudo com ta- belas e exemplos. 344 Fischer, E, ~ Live & al., Studienbuch Linguistik Entre os capitulos hé indicagdes remissivas, facilitando 0 lei- tor tragar os elos entre as diversas teorias e abordagens. O Studienbuch Linguistik nio deve ser visto como um livro introdutério para estudantes que ainda no tem muita formagdo em lingitistica, é, antes de mais nada, um livro que além de informar sobre as mais diversas teorias e abordagens, as relaciona e situa den- tro do panorama intemacional de estudos da linguagem, Nesse senti- do, o piblico brasileiro, especialmente professores de lingua alemée de lingtifstica, terdo a oportunidade de ter uma orientagdo tanto em relagdo aos temas tratados no ambito da lingiifstica alem&, quanto aos autores que trabalham sobre cada um deles. Eliana Gabriela Fischer, Area de Alemao, USP Pandaemonium Germanicum. n. 3.1, p. 343-345, jan.-jun, 1999 345;